Tutorial Kerkythea: Iluminação para interiores e arquitetura

O renderizador chamado Kerkythea é muito usado na área de arquitetura, principalmente e conjunto com o SketchUp como forma de gerar imagens com grande nível de realismo, especialmente de ambientes como interiores. A quantidade de mensagens que recebo pelo formulário de contato do blog, solicitando ajuda ou dicas para trabalhar com o Kerkythea é bem considerável, e para ajudar esses artistas e usuários do Kerkythea, resolvi começar a indicar tutoriais e material de estudo sobre a ferramenta. Já usei o Kerkythea no passado algumas vezes em projetos de renderização com o Blender, mas depois de um tempo acabei parando de usar o software e o troquei pelo Indigo, ainda na época em que o render era do tipo Freeware.

E para começar com as dicas relacionadas com o Kerkythea, podemos começar com esse excelente guia rápido de configuração do renderizador para gerar iluminação para interiores. O artigo é bem antigo, mas as configurações e dicas que o autor da cena relacionou ainda podem ser utilizadas.

tutorial-kerkythea.jpg

O processo consiste na edição de três campos no painel de renderização do Kerkythea:

  • Campo lights: É preciso habilitar o uso de Soft Shadows e depois modificar o raio e o multiplicador da escala das luzes.
  • Campo Ray Tracing: É preciso alterar o Fuzzy Tracing para High e depois modificar o soft shadows para High e depois o Max Scatter Bounces para 4.
  • Campo Global Illumination: Escolha o método de render do tipo Photon Mapping+Final Gathering e aumente o número de fótons para 5000.
  • Tone Map: Exponential color mapping

Esses ajustes devem ajudar a criar uma imagem semelhante a que ilustra esse artigo. É importante lembrar que o método de render usado nessa técnica é mais indicada para ambientes internos. O autor dessa técnica se chama demmios.

Para ajudar ainda mais o aprendizado do Kerkythea, é possível fazer o download da cena usada como exemplo nesse artigo, diretamente no link indicado no início desse artigo.

A quantidade de renderizadores disponíveis para o SketchUp é bem grande, mas muitos deles estão disponíveis apenas em versões comerciais. O Kerkythea se destaca por oferecer imagens de qualidade e ser gratuito, e com scripts para exportar cenas diretamente do SketchUp.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Tutorial Kerkythea: Iluminação para interiores e arquitetura”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *