Compartilhe o artigo!

Como fazer para incrementar as suas maquetes eletrônicas? As técnicas e ferramentas que você pode usar para conseguir resultados hiper-realistas são variadas. Essas mesmas técnicas hoje em dia não são mais um diferencial, mas se transformaram em padrão. Ou você apresenta trabalhos com o mesmo nível de qualidade, ou então não poderá competir com outros artistas por um espaço no mercado de trabalho. Para conseguir se destacar no mercado é necessário agregar mais valor aos seus trabalhos. Isso pode ser atingido com um pouco de reflexão em relação ao que produzimos. Qual o objetivo de uma maquete eletrônica?

Apesar do cunho filosófico desse questionamento, entender o produto é fundamental para planejar o seu diferencial. Hoje em dia, algumas das coisas que estão mais em voga na mídia são o controle ambiental e eficiência energética das edificações. Quem trabalha com modelagem 3d, principalmente para arquitetura deve estar antenado para esses detalhes.

Quem trabalha com maquetes eletrônicas, provê apenas uma maneira de visualizar um projeto antes que o mesmo esteja concluído. Só isso! Como expandir as suas possibilidades?

EnergyPlus - Análise e eficiência energética

O que acha de fazer maquetes eletrônicas para visualização, e ainda por cima oferecer aos seus clientes uma análise da eficiência energética da edificação? Já pensou em oferecer um serviço de computação gráfica com responsabilidade ambiental? Aposto que você nunca havia pensado nisso.

Para essa tarefa, descobri na semana passada uma ferramenta incrível chamada EnergyPlus. Ela foi desenvolvida pelo governo americano, para oferecer uma maneira de calcular a eficiência energética de edificações. Para melhorar o impacto da descoberta, duas características chamam a atenção em relação ao EnergyPlus:

  • Código open source
  • Compatível com o SketchUp

Isso mesmo! A ferramenta é de código aberto, podendo também ser integrada com o SketchUp. A integração com o SketchUp foi o que me chamou mais a atenção. Também é possível fazer a análise sem uma ferramenta visual como o SketchUp, mas interagir com o modelo 3d deixa o EnergyPlus mais atrativo para artistas.

Funciona assim:

  • Você faz o download da versão completa do EnergyPlus
  • Instala o EnergyPlus
  • Faz o download do plugin para SketchUp
  • Cria o modelo 3d no SketchUp
  • Roda a análise energética diretamente no SketchUp, com interação visual

Infelizmente o SketchUp é a única ferramenta de modelagem compatível com o EnergyPlus.

Outro ponto importante, no web site oficial é possível fazer o download dos perfis climáticos para várias regiões do globo (Sim, o Brasil está lá). Seria impossível trabalhar com análise energética sem o cruzamento com informações climáticas.

Ainda estou aprendendo a usar essa ferramenta, mas quando tiver mais domínio sobre o processo, publico um tutorial detalhado sobre como usar a ferramenta com o SketchUp. Aqui tem um tutotial em inglês para quem quiser se adiantar.

Para fazer o download dos softwares é necessário se cadastras no web site do departamento de eficiência energética e energias renováveis do governo Americano, que hospeda e mantém o EnergyPlus.

Pronto! Agora você já tem uma opção interessante a oferecer aos seus clientes que trabalham com construção civil! Quem sabe esse é o diferencial que você estava procurando?