Compartilhe o artigo!

Qualquer pessoa que pretenda trabalhar de maneira séria com animação, ou mesmo com a prestação de serviços, precisa conhecer um pouco de programação, para gerar expressões e automatizar algumas tarefas comuns em ferramentas 3d. Na época em que ministrava aulas sobre 3ds Max, eu sempre tentava passar alguma coisa sobre MaxScript para os meus alunos, mas como é de praxe, artistas não gostam de programação. Eles preferem muito mais as caixas de diálogo a variáveis e estruturas de repetição. Se você usa o 3ds Max 9 e nunca tentou usar o MaxScript, encontrei alguns tutoriais básicos, mas muito instrutivos sobre o funcionamento do MaxScript.

O autor dos tutoriais também se chama Allan, mas o seu sobrenome é McKay. No seu web site ele disponibiliza uma série de vídeos sobre o MaxScript, que abordam conceitos básicos e algumas funções corriqueiras, como a criação e transformação de objetos. Por exemplo, no vídeo ele abre o MAXScript Listener e começa a mostrar como criar um esfera, para depois acionar mais comandos de transformação e assim por diante.

Os vídeos estão em ótima resolução, mas o tamanho do download é considerável, só o primeiro tem 90 MB para 13 minutos de vídeo. Para fazer o download dos vídeos, visite esse endereço. Além dos vídeos sobre MAXScript, você pode encontrar muito mais material sobre 3ds Max no endereço indicado, como tutoriais sobre plugins como o FumeFX e Afterburn.

Para quem está estudando o 3ds Max 9, e pretende começar a investir em habilidades mais avançadas, você deve dedicar um tempo para o MAXScript. Eu sei que aparentemente o editor de curvas, dope sheet e esqueletos parecem mais interessantes, mas é com o uso de expressões que você vai conseguir mais produtividade.

Sempre recomendo como exemplo de produtividade, para exemplificar a importância do uso de scripts, a produção Lots of Robots do Andy Murdock. Esse artista criou uma animação, dividida em várias partes, com o uso intensivo de MAXScript, ele conseguiu finalizar as animações com cenários e personagens complexos sozinho!

Claro que uma boa noção de programação, como lógica condicional, variáveis e estruturas de repetição é desejável. Mas para fins de estudo, você pode começar com exemplos mais simples.

Uma das ferramentas que apresenta boa documentação e vários exemplos sobre scripts é o Maya. São inúmeros os exemplos de ferramentas desenvolvidas usando MEL, que é a linguagem de Script do Maya. Se você quiser conferir algumas dessas ferramentas desenvolvidas em MEL, visite essa lista com vários exemplos.

Os usuários de Blender podem usar Python para esse tipo de Script. Os exemplos? Eu estou sempre divulgando e explicando como usar scripts para o Blender aqui no Blog, é só acompanhar!