Produzindo a animação de abertura para A Entrevista

É muito comum encontrar pessoas que adoram assistir filmes dos mais variados gêneros, mas quem trabalha com produção audiovisual acaba tendo outra experiência ao consumir esse tipo de produto. Ao menos comigo é muito comum procurar observar nas produções algum tipo de referência ou exemplo que posso levar para o meu trabalho cotidiano. No caso dos filmes as sequências de abertura com animação ou computação gráfica 3d são excelentes para validar o que se usa de melhor, ou pior, em soluções para vídeo. Um filme que gerou muita polêmica nos últimos meses foi o controverso “A Entrevista” que foi o pivô da invasão ao sistema da Sony Pictures.

Como obra cinematográfica o filme pode até ser questionável, mas a sua sequência de abertura é bem interessante e fácil de reproduzir. Um web site especializado nesse tipo de animação é o Art of the Title, e alguns dias atrás eles publicaram entrevistas e informações sobre o processo de produção da animação criada para o filme.

O artigo infelizmente está todo em inglês, mas detalha o processo criatido do estúdio Laundry Design, responsável pela produção da animação e como eles tiveram abordagens diferentes para a animação, até que chegaram no ponto em que escolheram usar uma linguagem parecida com o material de propaganda da Coréia do Norte.

O ponto que deve ter sido bem difícil de conseguir foi material de referência em relação aos cartazes e artes, pois o mais prático seria visitar o local e coletar esse material. Mas, você deve imaginar que esse tipo de abordagem não seria nada fácil de executar. Além do texto, existem diversos outros pequenos vídeos que mostram a evolução da animação e opções diferentes para a produção.

Aprendendo animação para vídeo

Um dos softwares mais usados para criar esser tipo de introdução ou vinheta para vídeos é o After Effects, e você pode elaborar projetos muito parecidos com essa animação. No EAD – Allan Brito é possível conferir o curso sobre animação para vídeo com After Effects que aborda exatamente o software com esse objetivo, que é demonstrar as ferramentas de animação do After Effects.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *