Tutorial Photoshop: Equalizando texturas para aplicar em softwares 3D

A seleção de texturas para aplicação em softwares 3d sempre é uma tarefa que exige muita paciência e olho clínico por parte do artista, pois demanda a seleção de imagens com qualidade e resolução suficientes para aplicação em cenas 3D. Quando o projeto exige texturas mais comuns e fáceis de localizar, basta uma visita breve a qualquer web site ou biblioteca de texturas para localizar imagens de madeira, pedra e outros. Mas, e quando não encontramos a textura necessária para o projeto? Seja pela indisponibilidade do material na biblioteca de texturas ou mesmo por alguma especificação exótica do projeto. Nesse caso a solução é pegar a máquina fotográfica e tentar tirar uma foto da superfície para aproveitar nos softwares 3d.

Se você já tentou tirar uma fotografia de superfícies irregulares para aplicação em texturas, deve ter percebido que é muito difícil conseguir acertar a iluminação e cores da imagem, principalmente se a textura for aplicada no modo “tile”. Esse é o modo em que as imagens são posicionadas uma ao lado da outra, para que uma grande superfície seja coberta com a imagem. Não é o modo mais elegante de aplicar texturas, mas é com certeza o mais rápido para alguns tipos de projeto.

Wood Texture

Como a iluminação das texturas acaba não ficando uniforme, o resultado da aplicação das mesmas no modo tile acaba deixando evidente o padrão de repetição em forma de matriz.

Caso você queira aprender uma técnica muito legal e eficiente para equalizar as cores e deixar as texturas mais suavizadas no Photoshop, recomendo a leitura desse pequeno tutorial que é destinado exatamente para esse propósito. No texto o autor explica o procedimento e ajuste dos Layers do Photoshop para aplicar uma equalização suave as imagens e acabar com texturas mais uniformes.

O tutorial foi baseado em outro texto um pouco mais complexo e que também pode ajudar no processo. Mesmo que você não use o Photoshop para ajustar as suas texturas, pode seguir os passos e filtros aplicados nas imagens para tentar reproduzir a técnica no GIMP ou outro software que edita imagens.

Se o objetivo for usar texturas baseadas em mapeamento UV, a técnica deve ser aplicada antes de trabalhar com as imagens no editor de texturas para conseguir criar o mapa completo para as superfícies. Já testei aqui o procedimento no Pixelmator e o resultado foi muito bom.

Tutorial Photoshop CS4: Correção de perspectivas 3D

O processo de pós-produção de imagens renderizadas na maioria das vezes tem como objetivo realizar pequenas melhorias nas imagens seja na parte de cores ou até mesmo problemas relacionados com as texturas dos objetos. Como os testes de renderização acabam sendo feitos em baixas resoluções, apenas quando as imagens são geradas com resoluções próprias para impressão é que podemos visualizar problemas e falhas. Nas últimas versões do Photoshop, principalmente na CS3 e CS4, foi introduzido um recurso fantástico para fazer esse tipo de ajuste em imagens que é o controle de planos em perspectiva chamado de Vanishing Point.

Com esse filtro do Photoshop é possível marcar um plano alinhado com qualquer objeto na imagem, para que o artista realize ajustes nas texturas sem a necessidade de adaptar uma imagem ortogonal aos planos inclinados das perspectivas.

Quer ver um exemplo desse recurso em ação? No vídeo abaixo podemos acompanhar uma tarefa que seria demasiadamente complexa executar em softwares sem o recurso do Vanishing Point, que é a multiplicação dos pavimentos de uma edificação e até mesmo a substituição dos planos por texturas.

Esse tipo de operação só é possível graças ao desenho da perspectiva que usa apenas dois pontos de fuga na sua composição. O mesmo tipo de operação com os planos seria muito complicado com perspectivas usando três pontos de fuga. Na verdade, o que importa aqui é que as linhas verticais da ilustração sejam ortogonais.

No tutorial é possível acompanhar o processo de alinhamento dos planos na perspectiva, que nada mais é que um filtro. Para usar o recurso no Photoshop, primeiro acionamos o filtro específico do Vanishing Point e marcamos os planos que formam a perspectiva. Basicamente é isso que precisamos fazer para ajustar a ferramenta. Depois é só aplicar as técnicas e opções comuns do Photoshop aplicadas ao plano alinhado com a perspectiva para que seja possível trabalhar na perspectiva.

O autor do vídeo usa opções simples para clonar as áreas da imagem e duplicar os andares do edifício e também aplicar texturas nesses novos andares. Esse tipo de ferramenta é de extrema utilidade para qualquer pessoa que trabalhe com a criação de imagens em 3d, pois com ela o trabalho de pós-produção em imagens 3d fica bem mais simplificado.

Adobe Photoshop CS4: Plugin para criar layouts em Grade

O Photoshop é usado para vários fins que vão desde a pós-produção de fotografias e material produzido em softwares 3d como a criação de layouts, para web sites e campanhas publicitárias. Para as pessoas que estão aprendendo ou precisam aprender a usar o Photoshop, para criar peças e arte para publicidade ou web sites, uma das maneiras mais usadas e eficientes de criar material consiste na aplicação de estruturas em Grid. Um grid é aquela estrutura organizada em linhas e colunas, que vemos com freqüência como plano de fundo em softwares 3d e até mesmo no Photoshop. Saber usar de maneira satisfatória os grids é fundamental para qualquer pessoa interessada em trabalhar com design gráfico.

Para ajudar nessa tarefa, um artista e desenvolvedor criou um plugin para o Photoshop CS4 que automatiza a criação de estruturas em colunas, usando as linhas guia do Photoshop. O processo de criação desses plugins agora está bem mais fácil, pois é possível usar o Flash para elaborar os plugins.

gridmaker-photoshop-cs4

O download do plugin para o Photoshop CS4 pode ser feito nesse endereço, siga as instruções na página para instalar o plugin. Basta copiar o material na pasta de plugins do Photoshop CS4 e acessar a ferramenta da pasta de extensões.

Mesmo sendo assunto para pessoas que trabalham com design de interfaces ou material voltado ao mercado publicitário, como peças e material 2D, é importante conhecer esse tipo de material. Os artistas 3D devem agregar conhecimentos de várias áreas do conhecimento, para conseguir aprimorar as suas imagens e trabalhos. Ainda lembro de uma coisa que aprendi na faculdade, mesmo as peças gráficas mais técnicas como desenhos gerados no AutoCAD, podem parecer melhores mais agradáveis ou feios visualmente se não forem bem organizados.

A mesma coisa se aplica a criação de objetos 3d, pois no final os trabalhos desenvolvidos em softwares 3d precisam ser apresentados em interfaces 2D. Seja em web sites ou como parte de uma revista, tudo precisa ser organizado visualmente. Caso você queira aprender mais sobre o assunto, e nunca tenha parado para refletir sobre as vantagens da organização de layouts em Grid, recomendo a leitura desse artigo (em inglês), sobre as vantagens de usar Grids para criar layouts 2D.