DraftSight: Ferramenta de CAD gratuita para Linux

A escolha de um software de CAD depende de vários fatores, sendo que a familiaridade do usuário com as opções oferecidas pelo software podem ser determinantes para a escolha. Por exemplo, uma ferramenta de CAD que ofereça opções que facilitem a criação de projetos elétricos pode ser muito mais interessante para engenheiros que trabalham com esse tipo de desenho. Mas, em algumas situações é o próprio ambiente que molda as escolhas por softwares do tipo CAD. Já faz um bom tempo que pesquiso e procuro por alternativas ao AutoCAD que possam ser executadas em ambiente Linux. Esse tipo de ferramenta poderia muito bem servir de referência para que empresas ou instituições tenha a opção de migrar para esse tipo de ambiente.

Agora já temos mais uma opção robusta de softwares CAD para ambientes Linux chamada de DraftSight, que ainda está em versão beta mas já pode ser usada para criar projetos e conjuntos complexos de desenhos CAD. Um dos destaques para essa versão do DraftSight é a possibilidade de usar o software em três diferentes sistemas operacionais que são o Windows, Mac Os X e Linux. Nesse link você encontra opções de download para o DraftSight nos três ambientes.

DraftSight_Linux.jpg

Mesmo sendo compatível com o Linux, o DraftSight não é distribuído sob a licença GPL presente nos softwares de código aberto. A ferramenta tem uma licença fechada, estando mais próximo de um Freeware que pode ser usado de maneira gratuita. Se você queria um clone do AutoCAD que pudesse ser executado em ambientes Linux, o DraftSight é uma excelente opção nesse sentido.

Por muito tempo os profissionais de CAD precisavam necessariamente recorrer a ambientes Windows para conseguir ter uma boa gama de opções, começando pelo próprio AutoCAD que até pouco tempo atrás só era oferecido em ambientes Windows. Mas, a Autodesk percebeu esse novo mercado para profissionais de CAD que estão migrando para outras plataformas e criou uma versão do AutoCAD que pode ser executada no Mac OS X. O AutoCAD para Mac já foi mencionado várias vezes aqui no blog, e mostra como essa tendência em expandir as opções de sistemas para ferramentas CAD.

Agradeço ao leitor Pablo Assis pela dica!