Nova tecnologia de renderização em tempo real da NVidia

A Siggraph é sem sombra de dúvidas o evento mais importante em termos de desenvolvimento e lançamentos para o mercado de computação gráfica, mas junto com a Siggraph que acontece no segundo semestre, temos a GDC. Essa é a sigla da Game Developer Conference, que também acaba se destacando no mercado de computação gráfica, pois o mercado de jogos é grande consumidor de recursos gráficos. A conferência desse ano começou ontem e vai até o dia 27, na cidade americana de São Francisco. Dentre todas as tecnologias e novidades apresentadas na conferência pelas empresas que desenvolvem hardware, um novo recurso para apresentar gráficos em tempo real da NVidia chamou a atenção.

Como você já deve ter percebido pelas recentes atualizações nos softwares 3d, o uso da GPU para simular aspectos avançados da visualização em 3d e 2d está cada vez mais presente, em softwares como o Photoshop e 3ds Max. O próprio Blender 3d recebeu grandes melhorias nessa parte com a incorporação de shaders do tipo GLSL. Mas, mesmo com todas as melhorias ainda temos alguns tipos de gráficos e objetos animados que não são totalmente suportados pelas GPUs. A tecnologia demonstrada pela NVidia na GDC se chama CUDA, que promete resolver e ajudar problemas computacionais na representação de alguns objetos.

A promessa deles é bem simples, apresentar soluções de renderização baseada em GPUs em frações do tempo necessário para exibir o mesmo objeto usando a CPU. Quer um exemplo? Veja esse vídeo:

O vídeo mostra o CUDA resolvendo a animação de partículas para simular fumaça em tempo real. Esse tipo de recurso mostra o quanto é possível atingir níveis de qualidade semelhantes ao da renderização tradicional, que gera arquivos de vídeo em sistemas de render em tempo real.

Essa não foi a primeira vez que a NVidia publicou material em vídeo demonstrando a tecnologia CUDA, o vídeo abaixo também mostra uma animação usando partículas, mas sem a interação com objetos em movimento.

A tendência desse tipo de tecnologia é que um dia usemos basicamente um processo mais simples de renderização, para gerar imagens realistas quando for necessário. Para a maioria das aplicações que usamos no cotidiano, as renderizações usando apenas a GPU devem suprir as maiores necessidades.