Anunciado o Cinema 4D R13

Os softwares 3d para a plataforma da Apple sempre foram vistos com um pouco de descaso no passado pela maioria das empresas que mantinham versões dos seus aplicativos no Windows. Isso era devido a pouca base de usuários e os altos custos de manter uma ferramenta complexa como uma suíte 3d para duas plataformas diferentes. O cenário hoje é bem diferente e a demanda para artistas 3d usando Macs é bem superior, inclusive me coloco nessa estatística já faz alguns anos, usando apenas a plataforma da maçã. Entre os softwares mais antigos que tinham versões para Mac está o Cinema 4D, que é uma das melhores opções em termos de suítes 3d proprietárias para usuários que desejam utilizar Macs.

Já utilizei muito o Cinema 4D, principalmente ministrando treinamentos, e só não utilizo mais o software para produção de tutoriais ou vídeos, devido a falta de uma política educacional da Maxon.

Mas, o artigo de hoje não é para falar da política educacional da Maxon e sim para anunciar que o Cinema 4D está recebendo uma atualização muito interessante. Agora a sua versão 13 conta com recursos como um renderizador baseado em física e outras facilidades para animadores 3d.

O vídeo abaixo faz uma rápida compilação sobre as novidades do Cinema 4D R13:

Entre as novidades para o Cinema 4D R13 temos:

  • Novo renderizador: Opções como render baseado em física de maneira semelhante ao que temos em vários softwares que usam métodos unbiased. Outros métodos foram melhorados como o uso de Subsurface Scattering.
  • Opções de saída com render estereoscópio: Agora na versão 13 o Cinema 4D conta com inúmeras opções para que você converta o seu projeto de animação ou efeitos
  • Novas opções para animação de personagens: Entre os recursos disponíveis para animar personagens, existe agora algo semelhante a um Autorigger, que adiciona estruturas de controle para personagens de maneira automática.
  • Novo sistema CMotion: Permite que os usuários criem templates de ciclos de caminhada para reaproveitamento em animações.
  • Novo sistema Muscle: As deformações dos personagens podem ser melhoradas com o uso de simulações de músculos.

Para quem utiliza o Cinema 4D para trabalhar e produzir animações, os avanços e novas ferramentas na área de animação para personagens são impressionantes. Para mais informações, visite a página oficial da Maxon com as informações dessa atualização.

HDRv: Nova tecnologia para iluminação baseada em vídeo

A iluminação de cenas realistas sempre é um grande desafio para a maioria dos artistas 3d, principalmente quando é necessário mesclar o uso de elementos virtuais com cenas capturadas no mundo real. Entre os problemas enfrentados nesse tipo de composição está o acerto na iluminação usada para a cena. Caso existam diferenças no nível de iluminação aplicada ao modelo 3d no render, ficará evidente para o observador que existe algo artificial na cena.

As técnicas usadas para mascarar esse tipo de diferença são as mais diversas, mas podemos apontar como sendo a mais eficiente, o uso de imagens no formato HDR. Esse tipo de imagem consegue armazenar de maneira muito boa a iluminação e detalhes de um ambiente real, e podemos aproveitar essas informações para iluminar ambientes virtuais. Como parte do planejamento desse tipo de integração, uma equipe da produção fica responsável por capturar informações em HDR da cena, exatamente no momento em que as imagens são gravadas.

Um novo formato chamado HDRv pode melhorar o suporte ao formato para aplicação em efeitos destinados ao vídeo digital. Na verdade a captura fica armazenada em um formato de vídeo, para aplicação em produções que mesclam elementos virtuais com reais.

O projeto deve dessa nova tecnologia deve ser apresentado na Siggraph que acontece esse mês em Vancouver no Canadá. O vídeo abaixo mostra um pouco de como funciona essa nova tecnologia.

O vídeo não é dos melhores do ponto de vista artístico, mas é interessante por aplicar uma iluminação baseada na cena real em que a gravação foi capturada, e também por gerar reflexos no material do helicóptero usando como referência os elementos distribuídos na cena. É importante lembrar que isso ainda foi produzido com base em material de pesquisa, o que deve melhorar caso a tecnologia receba aplicações comerciais.

Esse é apenas um dos temas que devem ser tratados na Siggraph de 2011. O mês de Agosto deve ser recheado de novidades para quem gosta de computação gráfica, com inúmeros desenvolvedores de software e pesquisadores publicando atualizações para suas pesquisas e produtos. Alguns dos softwares que receberam atualizações foram o Krakatoa e o Cinema 4D. Mas, isso é assunto para outro artigo.