Efeitos avançados com partículas no FumeFX e 3ds Max

O uso de ferramentas especializadas e plugins para trabalhar com partículas e efeitos especiais é quase um padrão na indústria da animação, pois a quantidade de parâmetros e opções unida à complexidade desses efeitos faz deles o pesadelo de qualquer projeto. É graças a esse tipo de complexidade que ferramentas como o FumeFX e o Krakatoa para o 3ds Max, e outros que se integram em softwares 3d variados fazem tanto sucesso. Essas ferramentas aliadas a bons materiais podem resolver da maneira extremamente rápida problemas e animações usando partículas, fluidos e explosões.

Mas, explodir uma coisa é até relativamente simples e rápido de conseguir com poucos parâmetros. Se o objetivo for agregar elementos dispersos pelo cenário, em algo semelhante a um vortex ou redemoinho a coisa já complica. Até mesmo com o poderoso FumeFX a solução para esse tipo de problema reside no uso de um pequeno script em MAXScript que consegue realizar o efeito de maneira até simples.

O script realiza a animação exibida abaixo:

Esse tipo de animação é perfeita para vídeos relacionados com material científico ou mesmo para representar gases sendo sugados. O script para 3ds Max e FumeFX pode ser copiado de maneira gratuita nesse endereço.

O FumeFX é uma das ferramentas mais usadas em termos de efeitos com partículas e fluidos para o 3ds Max, pois a versatilidade e qualidade das suas animações é realmente de impressionar. Para quem nunca trabalhou com a ferramenta ou teve a oportunidade de conhecer o seu funcionamento, o vídeo abaixo demonstra de maneira breve alguns dos possíveis efeitos que podem ser criados com o FumeFX e os principais parâmetros.

Para completar o artigo e aprender um pouco mais ainda sobre animação com o 3ds Max e o FumeFX, o próximo vídeo mostra como é possível criar o efeito de fumaça gerada pelo atrito de um pneu girando em altas rotações. Esse tipo de efeito é bem comum em animações ou produções envolvendo carros, e pode ser reproduzido até com facilidade com o FumeFX.

Além de aprender o processo de integração entre as ferramentas o autor do vídeo ainda demonstra o processo de animação e ajuste na animação de rotação dos objetos.

Tutorial 3ds Max 2010: Introdução a animação e efeitos com FumeFX

O 3ds Max é repleto de plugins que adicionam funcionalidades e efeitos impressionantes e poderosos para qualquer produção em 3d, e que podem ser usados tanto em comerciais para TV como em filmes. Um dos mais famosos plugins do 3ds Max para criação de efeitos com fumaça e partícula é o FumeFX que isolado do 3ds Max, já é significativamente complexo de dominar pela grande quantidade de parâmetros e controles disponíveis. Caso você tenha interesse em aprender o funcionamento dessa ferramenta no 3ds Max, encontrei um excelente tutorial que mostra todo o procedimento necessário para criar fogo no FumeFX, assim como explica a parte básica do software. O tutorial tem aproximadamente uma hora de duração e está disponível em HD (720p).

Se você for usuário registrado do Vimeo, pode fazer o download do vídeo visitando a página do mesmo.

Fumefx Basics Tutorial from Mathew Kelly on Vimeo.

Os usuários do 3ds Max já acostumados a trabalhar com efeitos atmosféricos do próprio software, devem achar semelhante a maneira de trabalho do FumeFX, que requer uma área de domínio para que os seus efeitos fiquem limitados apenas em áreas determinadas. Isso acontece com os chamados Gizmos do 3ds Max, que limitam a criação de efeitos atmosféricos do próprio software.

Depois que a área de domínio da simulação está pronta e redimensionada, o autor do tutorial adiciona uma fonte do FumeFX na cena, para que exista um emissor para o efeito, semelhante ao que acontece com as partículas. Isso não é tudo, para conseguir ao menos uma visualização prévia do efeito gerado pelo FumeFX, ainda é necessário:

  • Posicionar o emissor do FumeFX hermeticamente dentro da área limite;
  • Determinar que a área limite possui um emissor. Isso é feito abrindo a caixa de controle do plugin e adicionando o emissor na lista de emissores do domínio.
  • Determinando o local em que os arquivos do FumeFX são salvos no disco, para que a simulação possa ser criada sem nenhum tipo de restrição quanto ao espaço usado em disco.

Assim que esses passos forem seguidos, é possível acionar uma pré-visualização do FumeFX e renderizar uma animação prévia do efeito de fogo. Caso você tenha o 3ds Max com o FumeFX instalado e nunca soube muito bem o que é necessário para usar o plugin, esse tutorial será de grande ajuda. Mesmo sendo narrado em inglês, os usuários que seguirem os passos do autor no tutorial devem conseguir reproduzir sem maiores problemas o efeito de fogo proposto pelo tutorial.

Recomendo assistir e fazer o download do tutorial. O vídeo é parecido com outro já publicado aqui no blog em agosto, mas o seu enfoque é mais a parte básica agora.

Criando fogo e efeitos no 3ds Max com o FumeFX

O 3ds Max é uma das ferramentas 3d com mais plugins e ferramentas auxiliares no mercado, devido a sua popularidade as empresas que trabalham com desenvolvimento de ferramentas para computação gráfica 3d, dedicam muito da sua força de trabalho a criação de plugins. Entre os diversos plugins do 3ds Max existe um especializado em criar efeitos com fumaça e fogo chamado FumeFX, que muito provavelmente você já deve ter visto em produções para TV ou cinema, sendo usado para elaborar efeitos especiais. Como esse tipo de ferramenta é específica para algumas tarefas e o seu custo é alto para artistas independentes, a quantidade de tutoriais e guias sobre esse tipo de software é bem pequena.

Essa semana consegui encontrar um tutorial excelente e bem completo, sobre o uso do FumeFX no 3ds Max para criação de fogo em 3d, com uso de arquivos de vídeo para composição digital. O tutorial está disponível em vídeo e tem mais de uma hora de duração.

AlphaMatte Fumefx Tutorial from Mathew Kelly on Vimeo.

O objetivo do tutorial é criar efeitos com fogo para uma animação capturada por uma câmera, em que uma mão se abre e deve movimentar e simular o efeito como se o objeto estivesse em chamas.

O truque para conseguir isso no 3ds Max é criar um plano direto no software e alinhar a câmera para que a renderização mostre apenas o enquadramento do plano, que tem a animação aplicada como material. Esse é um truque bem antigo no 3ds Max, para conseguir o efeito criado em 3d mesclado com material em vídeo.

Assim como acontece com outras ferramentas auxiliares do 3ds Max, o desafio para conseguir usar esse tipo de ferramenta é saber em quais menus e opções estão os componentes do FumeFX e como eles devem se relacionar. No tutorial o autor explica muito bem a seqüência de ações necessárias para conseguir o efeito de fogo, desde o ajuste da gravidade na cena até a criação dos emissores do FumeFX. Uma parte muito importante do FumeFX é que precisamos determinar uma área em que o efeito deve ser excutado, caso contrário nada funciona.

No final do vídeo ainda podemos acompanhar a aplicação do mesmo efeito a animação de um personagem correndo e que deixa um rastro de fogo.