Clicky

Comparando a Unreal Engine com fotografias em arquitetura

O uso de tecnologias relacionadas com jogos digitais para apresentar projetos de arquitetura é uma tendência sem volta. Se você trabalha com visualização de projetos, em algum momento será necessário investir nesse segmento. Seja com o uso da Unreal Engine, Unity ou outro software que permita esse tipo de produção.

É muito comum aqui no blog receber mensagens de leitores perguntando se vale a pena investir nessa área. A questão não é a vontade de investir, mas sim necessidade. O mercado já não está aceitando apenas a produção de material estático para representar projetos de arquitetura.

Um aspecto importante, que inclusive ressalto várias vezes no curso sobre gestão da visualização arquitetônica é que esse trabalho é um esforço de vendas. Para vender os projetos relacionados com o mercado imobiliário, é preciso conquistar o consumidor. Seja com o uso de tecnologia de ponta ou com recursos apresentando seu futuro imóvel de modo realista.

As imagens renderizados e animações ajudam sim, mas quando a concorrência investe em tecnologia para vender mais, as empresas acabam investindo para se equiparar ao que o mercado oferece.

Quer uma amostra do que está sendo usado hoje? Visite qualquer grande centro comercial no país, em que as construtoras e imobiliárias montam stands. Você deve encontrar um televisor mostrando imagens e vídeos do projeto. Além de um dispositivo VR.

Mas, será que o resultado é realista? Para responder a pergunta, vou utilizar um estudo específico feito para esse tipo de material. Um artista chamado rafareis123 compartilhou nos fóruns da Epic Games um projeto que tentava equiparar o resultado com fotos.

O resultado é muito bom e mostra o poder desse tipo de tecnologia como ferramenta para apresentar projetos. Com a vantagem de não precisar “renderizar” as imagens de modo tradicional. Boa parte do trabalho é feito pela placa de vídeo, e a GPU nesse tipo de situação não precisa necessariamente ser da Nvidia.

As possibilidades com essa tecnologia são as mais diversas e não envolvem apenas VR. Até mesmo aplicações 3D interativas são um diferencial, pois permitem ao potencial comprador avaliar os espaços de maneira livre.

Como converter seus projetos de arquitetura?

Quer aprender a usar a Unreal Engine para criar projetos de arquitetura? No EAD – Allan Brito você encontra um curso específico sobre o tema que aborda desde a importação dos modelos 3d até a configuração do ambiente e iluminação. Aqui estão os cursos recomendados sobre o tema:

2017-04-11T10:23:12+00:00 By |Unreal Engine|0 Comentários

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixar Um Comentário