Blender 2.8: Novos atalhos de teclado

Compartilhe o artigo!

O Blender 2.8 continua oferecendo diversas novidades e alterações na interface e recursos do software, que para alguns dos seus usuários surgem como verdadeiras plataformas de criação como o Eevee e outras são um pouco polêmicas. Esse é o caso das últimas alterações propostas pela equipe de desenvolvimento que já estão disponíveis nas versões de testes.

A novidade está relacionada com atalhos de teclado. Um dos atalhos mais usados e conhecidos pelos usuários do Blender acaba de sofrer uma alteração. A tecla TAB que é responsável pela alteração entre os modos de trabalho do software entre os modos Object e Edit acaba de ser alterada.

Agora você deve usar as teclas numéricas do seu teclado alpha numérico, para trocar de modos.

Como ficou? Aqui estão os modos ativados por cada tecla:

  • Tecla 1: Modo objeto
  • Tecla 2: Modo de edição
  • Tecla 3: Modo de pintura de pesos (Animação)
  • Tecla 4: Modo de pintura de vértices
  • Tecla 5: Modo de pintura para texturas
  • Tecla 6: Modo de escultura

Claro que nem todos os modos estão disponíveis para todos os objetos. Por exemplo, um ponto de luz não tem disponível o modo de edição.

Isso é definitivo? Como o software ainda está em desenvolvimento as teclas podem sofrer alterações.

Quer fazer o download do Blender 2.8? Visite a página do Blender Builder para testar o software agora mesmo.

Aprendendo a usar o Blender 2.8

Quer aprender ainda mais sobre as novidades e recursos do Blender 2.8 como a sua interface e opções? No EAD – Allan Brito você conta com diversos cursos e treinamentos já abordando a nova versão:

Autor: Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

2 comentários em “Blender 2.8: Novos atalhos de teclado”

  1. A interface do Blender realmente precisa de MUITA melhoria. Mas é preciso tomar cuidado para não causar stress nos milhares e milhares de usuários que já estão habituados com os atalhos tradicionais.
    Eu, mesmo sendo usuário antigo, prefiro muitas vezes ir no botão mesmo ao invés de usar atalhos.
    Há alguns anos, Andrew Price, responsável pelo site Blender Guru, propôs uma nova filosofia de UI (user interface) para o Blender, mas foi furiosamente atacado. Dá-me a impressão que as atuais alterações não têm uma linha mestra de orientação…
    Paciência, fazer o quê… O Blender é um software poderosíssimo. Mesmo que as novas teclas de atalho nos tragam percalços, vamos continuar usando o software.

  2. Eles estão tomando diversas decisões polêmicas, mas que são bem intencionadas. Alterar o comportamento da tecla TAB é uma quebra de paradigma para os usuários mais antigos, mas que faz sentido pela explicação. Na época em que o atalho foi implementado só existiam praticamente os modos objeto e de edição. Hoje existem diversos outros modos.

    A proposta do Andre Price na época foi vista como uma tentativa de deixar o Blender parecido com o 3dsmax e por isso foi criticada. Sem mencionar que alterações drásticas como aquela envolvem grande trabalho de código. Propor a interface é “simples”, mas quem vai fazer ou pagar pelo trabalho é a grande questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.