Arquitetura de interiores: Loft industrial com Blender Cycles

Sempre que tenho a oportunidade de apresentar o Blender como uma solução viável para visualização em arquitetura, as pessoas me questionam sobre a sua curva de aprendizagem que não é muito amigável. Essa pelo menos era a percepção geral do software.

Hoje as coisas estão muito mais fáceis e você pode rapidamente se adaptar ao que o software oferece. Uma das melhores formas de vencer essa “barreira” é praticando.

Quer um exemplo? Veja o projeto que foi desenvolvido pelo artista digital chamado daddario90 e compartilhado nos fóruns Blenderartists. É um Loft industrial que usa como referência um apartamento real na Espanha.

Um dos méritos desse projeto é que o artista trabalhou nele como forma de estudar o Blender e não foi motivado por nenhum projeto comercial.

O resultado final é impressionante em termos de realismo. Todo o material foi modelado no Blender e renderizando com o Cycles.

Cada render levou em média 2 horas de processamento sem uso de GPU. No Cycles ele usou 2000 samples para conseguir imagens sem granulação.

Visite o link para o fórum e confira um total de 30 imagens desse projeto em alta resolução.

Aprenda a usar o Blender

Quer fazer projetos como esse? No EAD – Allan Brito você encontra um pacote com mais de 30 cursos e 700 vídeos sobre o Blender.

No Blender COMPLETO você tem um curso que aborda o software para os mais diferentes mercados.

Aproveite, pois o pacote é oferecido com descontos que podem chegar até 90% do preço cheio para os cursos relacionados.

Renderização externa com Blender Cycles

Nos projetos em que o objetivo é exibir uma simulação de edificações, seja com foco no interior ou exterior, é muito comum encontrar a luz configurada para um dia de sol sem nuvens. Esse tipo de simulação é comum em peças publicitárias ou de divulgação para edificações.

O motivo da preferência é simples, a grande maioria das pessoas tem uma ideia melhor da volumetria do projeto nesse tipo de cenário. Mas, ainda assim podemos encontrar alguns bons exemplos de material que faz uso de iluminação noturna.

Foi o caso do artista Rio Suryonugroho que compartilhou nos fóruns BlenderArtists um projeto incrível de exteriores renderizado no Blender.

O projeto mostra diversas imagens de um lounge externo que foi chamado pelo artista de “Common Area”. Essa área apresenta grandes espaços abertos com vegetação e mobiliário próprio.

Um dos destaques desse projeto é o uso de uma iluminação mista. Como assim iluminação mista?

Basta observar as imagens renderizadas para conferir uma ambientação usando luzes naturais e artificiais.

Quer a melhor parte do projeto? Você encontra alguns dos ajustes e configurações usadas no render. Entre os ajustes disponíveis você encontra parâmetros como:

  • Gamma: 1.00
  • Exposure : 0.35 – 0.65
  • Look: Very High Contrast

Tudo isso no painel para gerenciamento de cores no Blender.

Quer aprender a usar o Blender para renderizar projetos com Cycles ou Eevee? No EAD – Allan Brito você encontra o Blender COMPLETO, que é o nosso pacote com:

  • +30 cursos
  • +700 vídeos
  • 400 horas de cursos com certificados

A vantagem do pacote é desconto sobre o valor cheio dos cursos. O desconto pode variar entre 80% e 90% do valor. Hoje mesmo está com 90%!

Download gratuito de escamas procedurais no Blender

A criação de materiais e texturas é um dos pontos principais em qualquer projeto usando softwares como o Blender, pois com os materiais certos você consegue atribuir realismo em qualquer cena. Entre os tipos de materiais mais complexos estão os chamados orgânicos que tentam simular superfícies naturais.

Por exemplo, pele humana é muito difícil de criar e deixar realista. Até pelo fato de que estamos muito acostumados com esse tipo de superfície.

Quer fazer o download de um material orgânico incrível para o Blender? O artista digital Simon Thommes compartilhou na sua conta do Gumroad um material que simula escamas de répteis.

O matéria funciona tanto para o Eevee como Cycles sendo totalmente procedural. Mas, o que é um material procedural? É um tipo de superfície gerada apenas com Shaders internos do Blender, sem o uso de texturas baseadas em imagem.

Para fazer o download gratuito do material, basta visitar esse link.

O Gumroad vai pedir para você preencher um chamo chamado Fair price. Essa é uma sugestão de preço para o recurso. Ao preencher o campo com zero você faz o download gratuito.

Quer aprender a usar o Blender para fazer diversos projetos de animação, render e outros? No EAD – Allan Brito você encontra o Blender COMPLETO, que é o nosso pacote com:

  • +30 cursos
  • +700 vídeos
  • 400 horas de cursos com certificados

A vantagem do pacote é desconto sobre o valor cheio dos cursos. O desconto pode variar entre 80% e 90% do valor. Hoje mesmo está com 90%!

Reutilizando WorkSpaces no Blender 2.8

O Blender 2.8 apresentou diversas novidades relacionadas com ferramentas e também interface do software, sendo uma delas os chamados WorkSpaces. Essa é a maneira com que organizamos as janelas e recursos visuais que você irá usar ao longo de um projeto.

Dentro do próprio Blender 2.8 existem diversos WorkSpaces prontos que você pode usar para seus projetos. Basta usar o botão com um “+” no topo da interface para escolher entre diversos templates prontos.

Mas, você sabia que é possível reutilizar esses WorkSpaces?

Por exemplo, depois de trabalhar em um projeto você decide que a organização da interface e janelas é a melhor opção para otimizar seu trabalho. Com um duplo clique sobre o nome do seu WorkSpace, é possível até alterar o nome para algo mais significativo.

Uma das mudanças do Blender 2.8 é que os WorkSpaces agora são Datablocks! É possível “importar” esses dados para outros arquivos do Blender usando o Append ou Link no menu File.

Assim você consegue reaproveitar as suas interfaces configuradas com o software e trabalhar sempre de maneira otimizada.

Gostou desse recurso do Blender? Quer aprender mais sobre o software? No EAD – Allan Brito existem diversos cursos e treinamentos relacionados com Blender, alguns inclusive gratuitos.

Singularity Jogo em VR criado com o Blender

Apesar de termos diversas opções relacionadas com engines para jogos digitais como o Unity e a Unreal Engine, ainda é preciso ter em mãos uma plataforma para criação do material 3D que irá alimentar esses softwares. Nesse quesito o Blender é uma excelente opção para quem pretende trabalhar com jogos digitais.

Esse foi o caso do studio Monochrome que usou o Blender junto com a Unreal Engine para criar o jogo Singularity em realidade virtual. Todo o processo de criação visual foi realizado com o Blender, sendo a parte lógica do jogo organizada na Unreal Engine usando Blueprints.

Mas, como é o jogo? A proposta, segundo o estúdio, é criar um jogo de tiro em VR com elementos sci-fi. Melhor do que descrever é mostrar um vídeo do jogo em ação:

Além do Blender o estúdio usou em menor escala o Cinema 4D e também o Octane Render para alguns dos cenários. Mas, a maioria do projeto foi desenvolvida com o Blender para a parte visual e de animação.

O tempo de produção do jogo foi de um ano segundo os artistas envolvidos e tudo foi financiado por eles próprios.

Nesse artigo você encontra mais screenshots e detalhes do material, em inglês. O jogo pode ser conferido Steam, Oculus Store ou Viveport.

Quer aprender a usar o Blender ou a Unreal Engine para produção de jogos? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e treinamentos sobre o assunto, inclusive alguns deles gratuitos.