3dsmax comemora 20 anos

A gama de softwares disponíveis para trabalhar com modelagem 3d e animação disponível hoje para quem está começando é bem diversificada. Podemos encontrar softwares caros e que oferecem diversos plugins e modalidades de extensão, assim como opções gratuitas e igualmente poderosas como é o caso do Blender. Mas, isso nem sempre foi assim e usuários interessados em trabalhar com computação gráfica tinham pouquíssimas opções para escolher, principalmente quando a internet estava apenas começando aqui no Brasil. Para muitas pessoas, assim como eu, a única e mais fácil opção foi começar trabalhando com o 3d Studio nos anos 90.

Sim, o software está fazendo 20 anos desde o lançamento da sua primeira versão e para comemorar a data a Autodesk que hoje é a responsável pelo desenvolvimento, organizou um web site muito legal para comemorar os 20 anos do 3dsmax contando a história e desenvolvimento da ferramenta.

3dsmax-aniversario-20-anos.jpg

No hot site comemorativo é possível encontrar imagens das caixas para versões do 3d Studio Max e também do antigo 3d Studio, que funcionava originalmente em MS-DOS e que ainda é o nome conhecido por muita gente. Além das imagens com as caixas, podemos encontrar renderizações emblemáticas e que eram usadas para divulgação do software, assim como animações produzidas por estúdios famosos como o Blur.

Antes de trabalhar com o Blender, fui usuário do 3d Studio Max por muitos anos, trabalhando em escritórios e ministrando aulas de 3d. As minhas primeiras experiências com aula na parte de 3d foram com o longínquo 3d Studio Max R3. Naquela época os sistemas de renderização avançada como temos hoje em praticamente todos os softwares era um sonho muito distante, por vários motivos que englobavam o custo desses renderizadores e também limitações de hardware. Mesmo usando o mental ray naquela época, era preciso um sistema que agüentasse gerar iluminação global.

Para quem não teve esse tipo de experiência o web site é uma excelente referência como história da computação gráfica, pois é inegável a contribuição do 3dsmax para o mercado como um todo. Um dos maiores artistas e autor de diversas imagens usadas pela Autodesk no 3dsmax é entrevistado no site e conta um pouco das suas experiências. Se você não conhece o francês Pascal Blanché, recomendo ler a entrevista na íntegra, pois ele é um dos maiores nomes em termos de criação na área de computação gráfica 3d.