AutoCAD 2010: Plugin gratuito permite offset dentro de Xrefs

O trabalho com computação gráfica e desenvolvimento de projetos geralmente envolve o uso de diversos arquivos, que podem ajudar na segmentação de grandes projetos para que pessoas diferentes trabalhem em elementos individuais. Já existem tecnologias como o servidor BIM do ArchiCAD 13 que agilizam esse tipo de procedimento, mas fora o ArchiCAD 13 não conheço outro software que facilite a integração de material produzido por diversas pessoas. Entre os truques que podemos usar para reunir material criado por diferentes pessoas é conhecido como XRef em softwares de CAD e em algumas ferramentas 3d como o 3ds Max. Esse tipo de operação é muito semelhante ao ato de importar um arquivo para dentro de outro projeto, mas ao invés de trazer o material todo, fazemos um link para o arquivo externo.

Quando é usado algum recurso de XRef, temos a vantagem de poder atualizar o conteúdo caso o arquivo externo tenha sido alterado. Assim podemos acompanhar o desenvolvimento do projeto como um todo, mas não é possível editar as partes inseridas com o XRef. Para conseguir fazer esse tipo de operação, precisamos antes aplicar um comando chamado de explode, que desagrega as entidades de desenho e transforma todos os elementos em linhas e arcos. Isso funciona no AutoCAD ou 3ds Max da mesma maneira, apenas o local em que os comandos está localizado é diferente.

autocad_lt-bij cadix opleidingen

Para ajudar na manipulação de material que foi inserido usando XRefs, a Autodesk publicou de maneira gratuita um plugin muito interessante que permite aplicar o comando Offset em Xrefs no AutoCAD 2010. Com o uso do plugin é possível realizar a operação sem a necessidade de explodir o objeto. Isso ajuda muito no desenvolvimento e aplicação de ajustes nos desenhos e modelos 3d, integrados em projetos que usam muito XRef.

O comando Offset para quem nunca usou o AutoCAD, permite criar cópias paralelas de uma linha em distâncias pré-determinadas pelo desenhista. O plugin pode ser copiado de maneira gratuita no link indicado no artigo.

Esse tipo de técnica para organizar partes de um projeto maior em vários arquivos separados pode ser útil, até mesmo em softwares que não fazem um XRef com esse nome, como é o caso do Blender 3D em que a ferramenta se chama link mesmo. Com o uso de referências externas é possível criar uma biblioteca de modelos 3d e sempre ter as partes atualizadas, com materiais e texturas nos seus projetos.

ArchiCAD 13 promete revolucionar o desenvolvimento de projetos

No final de agosto a Graphisoft lançou uma atualização para o seu software de desenho técnico que compete diretamente com as ferramentas da Autodesk, como o AutoCAD e o Revit. O ArchiCAD chegou na sua versão 13, que promete revolucionar o conceito de desenvolvimento de projetos usando a tecnologia BIM. Essa é uma tecnologia que facilita o trabalho de desenvolvimento de projetos para arquitetura e engenharia, associando dados reais nos elementos de desenho. A sigla significa Building Information Modeling, que tem muito uso na modelagem 3d de projetos e o desenvolvimento em paralelo dos desenhos técnicos que são criados com ferramentas automatizadas.

No ArchiCAD 13 a Graphisoft adicionou um conceito interessante de desenvolvimento dos projetos chamado de BIM Server, que ajuda no trabalho em equipe. O conceito do BIM é muito parecido com o que se conhecia antigamente como modelagem paramétrica, em que ao invés de criar um cubo e deformar o objeto para modelar uma escada que a ferramenta ainda interpreta como sendo uma série de cubos, criamos um objeto do tipo escada que pode ter atributos como espelho, degraus e corrimão alterados e editados.

O conceito do servidor BIM é bem interessante mesmo, principalmente para escritórios que costumam trabalhar em equipe no desenvolvimento de projetos. O vídeo abaixo demonstra o conceito e funcionamento da ferramenta:

Além do compartilhamento de informações sobre o projeto, o servidor também permite usar mensagens instantâneas para comunicação entre os membros da equipe. Outro ponto interessante mostrado no vídeo é a possibilidade de proteger as partes do projeto em que você está trabalhando, para evitar que o mesmo elemento do projeto seja editado por duas pessoas diferentes.

Esse tipo de informação é particularmente útil para profissionais envolvidos com visualização de projetos, pois ao visitar empresas e escritórios de arquitetura você pode se deparar com esse tipo de tecnologia, e o conhecimento prévio desse tipo de ferramenta ajuda no aprendizado. Até mesmo nas situações em que você precisa exportar ou manipular projetos criados com esses softwares, para trabalhar a renderização e modelagem em suítes 3d como o 3ds Max, Blender 3D ou outros.

Mesmo com o quase monopólio do AutoCAD no nosso mercado, está ficando cada vez mais comum encontrar escritórios usando soluções baseadas em ArchiCAD ou VectorWorks. Para conhecer ainda mais sobre os recursos do ArchiCAD 13, visite esse endereço.