3ds Max 2012 download gratuito

O 3ds Max 3012 marcada uma grande evolução para uma das suítes 3d mais antigas do mercado de computação gráfica voltada para animação, e entre as novidades é possível destacar vários recursos interessantes como o novo renderizador iray integrado, e também a viewport chamada de Nitrous. Essa viewport com o recurso Nitrous permite que o artista use a GPU para visualizar efeitos avançados de visualização dos materiais e iluminação, sem a necessidade de renderizar a cena. Para quem já teve a oportunidade de trabalhar com uma cena nesse formado, percebeu o quanto o recurso ajuda a reduzir os chamados renders de teste.

Para conseguir usar esse recurso só tínhamos disponível até agora a versão de testes do 3ds Max 2012 que podia ser copiada do web site da Autodesk, e funcionava por um período de 30 dias. Como forma de avaliação das ferramentas é até válido o uso dessa versão, mas para estudantes e pessoas interessantes em ministrar aulas sobre o software, o tempo disponível é muito curto. Caso você tenha interesse em aprender o 3ds Max 2012 e queira utilizar o software de maneira legalizada por um período bem maior do que os 30 dias, recomendo uma visita ao web site do programa acadêmico da Autodesk. Nesse site é possível fazer o download de diversos softwares da empresa para uso educacional, limitado a pessoas físicas.

3ds_max_2012_download-gratuito.jpg

O processo é bem simples, e consiste no cadastramento dos usuários no web site para que a Autodesk possa liberar os download dos seus softwares nas versões 2012. Se você tiver um e-mail institucional com domínio “.edu.br” o processo é ainda mais rápido. No meu caso o cadastramento foi aprovado em poucos dias, e logo em seguida já estava utilizando softwares como o 3ds Max, Maya e AutoCAD para preparar as minhas aulas e também estudar.

Na semana passada a oferta dessas ferramentas recebeu uma grande atualização, em que praticamente toda a linha 2012 da Autodesk apareceu no sistema para que qualquer estudante ou professor possa utilizar. Portanto, para fazer o download gratuito do 3ds Max 2012 basta visitar esse endereço.

Estão disponíveis as versões 3ds Max 2012 e 3ds Max 2012 Design do software com ferramentas otimizadas para animação e visualização de produtos respectivamente.

AutoCAD 2012: Usando o Array em caminhos

A ferramenta Array do AutoCAD é uma das mais importantes para agilizar e permitir a criação de pranchas complexas em desenho técnico. Assim como acontece na modelagem 3d, o uso do Array ajuda a distribuir vários elementos de desenho sobre vastas áreas. Por exemplo, podemos usar o Array para distribuir blocos de cadeiras dentro de um teatro ou cinema, ou então fazer operações mais simples como adicionar vários carros em vagas de estacionamento de maneira aleatória. O Array ajuda em todas essas tarefas, mas até pouco tempo atrás não existia uma solução rápida para trabalhar com o Array usando caminhos não regulares.

O AutoCAD 2012 mostra uma ótima evolução da ferramenta Array para desenho técnico, que é a opção de usar o Array junto com um caminho. Isso permite fazer a distribuição das cópias dos objetos diretamente sobre o caminho. O vídeo abaixo mostra muito bem o funcionamento do Array usando caminhos no AutoCAD 2012, e várias das suas opções.

Se você é uma das pessoas que está usando o AutoCAD 2012, vai gostar de conferir no vídeo algumas das novidades sobre o software que podem ajudar no desenho técnico. Por exemplo, ao usar o Array para distribuir entidades de desenho sobre uma curva, podemos usar o próprio cursor do mouse para encontrar a distribuição mais adequada. Para quem não tinha mais certeza do número de cópias, não será mais necessário fazer testes com várias tentativas até encontrar o valor ideal.

Outro ponto interessante é o uso dos comandos Divide e Measure junto com o Array, que ajudam a distribuir as cópias usando valores exatos ou então distâncias fixas entre os objetos. Antigamente esse tipo de operação exigia o uso do comando em separado, considerando que o objeto distribuído fosse um bloco do AutoCAD.

Apesar da polêmica com a remoção do painel do Array nessa nova versão do AutoCAD, a ferramenta está com novidades interessantes para usuários que precisam dele para trabalhar. Já existem até mesmo projetos de módulos e plugins para restaurar algumas das funções do Array que foram removidas pela Autodesk, como é o caso do Classic Array.

Caso você se interesse, pode aprender como fazer o download gratuito do AutoCAD 2012, nesse endereço.

Comparação de performance da viewport do 3ds max 2012

Os projetos que demandam o uso de modelos com grande quantidade de polígonos podem ser o maior pesadelo de artistas 3d, pois o conjunto de software e hardware pode não se suficiente para manipular a complexidade do arquivo. Se você nunca passou por esse tipo de situação, posso garantir que é uma das experiências mais irritantes em termos de trabalho com softwares 3d. Para exemplificar esse tipo de situação, encontrei um vídeo que faz uma comparação no ganho de performance entre o 3ds max 2011 e o 3ds max 2012. O autor do vídeo faz uso de um modelo 3d extremamente pesado que é o War Machine, personagem do universo Marvel.

O modelo apresenta mais de 300 objetos e aproximadamente 3 milhões de polígonos, o que é considerável para esse tipo de personagem. Com essa quantidade de detalhes, a manipulação do personagem fica prejudicada. O início do vídeo usa o 3ds max 2011 e mostra como é difícil manipular o modelo, mesmo depois que o mesmo entra no cache da Viewport, operações como a conversão dos objetos para Editlable Poly demoram aproximadamente 5 minutos! Sim, apenas a conversão do tipo de geometria.

Aproximadamente na metade do vídeo o autor faz a troca do software para o 3ds max 2012, e o ganho de performance com a tecnologia nitrous é assustadora. O mesmo modelo 3d com aquele quantidade absurda de polígonos é carregado e atualizado quase que de maneira instantânea, e para piorar a situação o max adicionar automaticamente oclusão as sombras, gerando um efeito bem legal na Viewport. A conversão para Editable Poly também acontece praticamente de maneira instantânea!

É com esse tipo de comparação que podemos avaliar a evolução de um software.

A manipulação desse tipo de objeto é um dos desafios do trabalho em grandes projetos, pois o software acaba não conseguindo trabalhar com a quantidade de dados apresentada. Já pensou adicionar nessa cena outro personagem, para conseguir trabalhar com animações de luta ou interação entre os dois? Pior ainda seria se o objetivo fosse trabalhar com o personagem usando um cenário também baseado em geometria, por isso é que acabamos recorrendo para composição de imagens para gerar imagens com objetos muito complexos.

Vídeos e tutoriais sobre o 3ds max 2012

O lançamento do 3ds max 2012 será apenas no final desse mês, mas diversos vídeos divulgados pela própria Autodesk ajudam a mostrar um pouco mais sobre o funcionamento dessa nova versão do 3ds max, e servem como tutoriais já explicando muito do seu funcionamento. No artigo em que comentei o lançamento do software alguns dias atrás, já mostrei alguns desses vídeos que abordavam as ferramentas do 3ds max 2012, e hoje complemento esse material com novos vídeos que mostram ainda mais do software.

O conjunto de vídeos é relativamente grande, por isso organizei o material no formato de uma lista de reprodução do youtube. Os temas dos vídeos são os seguintes:

  • Viewport com o recurso Nitrous
  • Integração com o Civil View para visualização e simulação de paisagens urbanas
  • Nova opção de render integrada com o iray
  • Ferramentas de modelagem 3d aprimoradas no Graphire Tools
  • Novas opções para a janela de mapeamento UV

Entre os meus vídeos preferidos nessa nova coleção estão o que mostra mais da Viewport do 3ds max usando o recurso chamado de Nitrous, que realmente faz as os elementos ganharem vida dentro da Viewport. É de impressionar a qualidade com que materiais avançados com reflexões e outros efeitos são exibidos. No video abaixo é possível conferir o recurso no 3ds max 2012, usando um objeto que tem vários níveis diferentes de transparência. Ao orbitar o modelo é possível conferir os detalhes do objeto e os efeitos dos materiais, tudo direto na Viewport. A GPU nesse caso precisa ser muito boa para reproduzir os efeitos.

O outro vídeo que destaco nesse conjunto é o que mostra o Civil View, recurso que deve agradar muito as pessoas interessadas em usar o 3ds max 2012 para planejamento urbano. Com esse tipo de recurso, poderemos trabalhar com o uso de parâmetros para adicionar elementos como estradas e mobiliário urbano. O resultado disso é a possibilidade de trabalhar com animações e estudos de vias urbanas.

Assim que tiver mais novidades sobre o 3ds max 2012 como a disponibilidade de uma versão de testes para download, ou mesmo a versão educacional do software que é liberada pela Autodesk na sua área acadêmica, publico aqui no blog.