AutoCAD 2011 pode receber versão para Mac Os X

Uma das coisas que faz muitos arquitetos e engenheiros resistirem em mudar o seu ambiente de trabalho do PC baseado em Windows, para um Mac é a ausência do AutoCAD. Mesmo com excelentes opções para a plataforma da Apple voltadas para desenho técnico e gestão de projetos como o VectorWorks e o ArchiCAD, muita gente só sabe usar o AutoCAD e não está disposta a mudar de software. Já faz um bom tempo que recebo perguntas sobre o uso do AutoCAD no Mac Os X. Eu mesmo uso a versão educacional do AutoCAD 2010 virtualizado no Mac Os X, com a ajuda do VM-Ware. Em termos de performance não é a melhor opção, mas funciona.

Depois que o AutoCAD 2011 foi lançado pela Autodesk, um rumor está circulando os blogs especializados em CAD e nos fóruns de usuários do software. Esse rumor, nada mais é que o desenvolvimento em segredo ainda de uma versão do AutoCAD 2011 para o Mac Os X. Existem diversas pistas no próprio AutoCAD 2011 que levam a crer que em breve, uma versão para Os X será lançada.

Point Cloud in AutoCAD 2011

A primeira pista para esse desenvolimento do AutoCAD está na mudança do sistema de Help. Sim, o sistema de help do AutoCAD 2010 era baseado nos arquivos tipo chm do Windows e na versão 2011 está todo na web. Uma rápida análise no próprio conteúdo do help mostra que as imagens e referências estão escritas de maneira a deixar o conteúdo independente de plataforma.

Isso pode parecer pouco, mas é uma mudança muito grande de estrutura sem nenhuma justificativa plausível.

Outro ponto importante e ainda mais descarado é o SDK do ObjectARX usado para desenvolver ferramentas e plugins para o AutoCAD 2011. A nova versão apresenta diversos comentários de texto nos códigos com uma alusão clara a elementos do Os X.

Por enquanto, são apenas rumores que podem muito bem se concretizar num futuro próximo.

Isso deve ser reflexo do incrível sucesso do Autodesk Smoke, lançado para a plataforma poucas semanas atrás. Se você quiser fazer o download gratuito do AutoCAD 2011, visite o endereço indicado. Apesar de ser um início animador, existem outras ferramentas da Autodesk que devem aparecer na plataforma Mac. Para os que nutrem esperanças de ver o 3ds Max funcionando no Mac, é melhor colocar as barbas de molho, pois isso deve demorar muito para acontecer, se é que veremos tal adaptação.

AutoCAD 2010 em português

Uma boa parcela dos artistas 3d iniciantes procura por softwares e ferramentas traduzidas para o português, com a impressão de que o aprendizado ficará mais fácil. É inegável que o impacto de uma interface totalmente traduzida para o português é muito menor que outra em inglês. Isso acontece com muita frequência em ferramentas como o AutoCAD, que é um dos poucos softwares da Autodesk que apresenta opções de tradução para a língua portuguesa. Mas, antes de começar a investir em softwares traduzidos, você deve fazer uma pesquisa sobre o contexto em que essa ferramenta é usada. Assim como o uso do software com interface traduzida pode ser vantajoso no aprendizado, isso pode ser tudo jogado fora se ao procurar emprego em escritórios, você encontrar apenas versões em inglês.

Já vi isso acontecer, com uma faculdade que montou laboratórios usando apenas softwares em português. Os alunos acharam ótimo, mas ao chegar no mercado de trabalho a maioria só encontrava versões da ferramenta em inglês. Por isso isso, sempre recomendo cautela aos meus alunos no momento de escolher versões em português de softwares como o AutoCAD.

Caso você ainda queira alterar o idioma do seu software, as versões mais atuais do AutoCAD permitem que essa troca seja feita usando pacotes de idiomas disponíveis no web site da Autodesk. Até o AutoCAD 2009, você precisava adquirir o software já compilado para a linguagem escolhida. Por exemplo, ao comprar o AutoCAD 2009 em português, você ficava com aquela versão e não havia opção para alterar o idioma. No AutoCAD 2010 e em várias outras ferramentas da família 2010, agora é possível usar esses pacotes de idiomas. O vídeo abaixo foi publicado pela Autodesk e explica os procedimentos para instalar o pacote de idiomas:

Para ter acesso aos pacotes de idiomas é necessário estar inscrito no serviço de assinaturas da Autodesk.

Passar o AutoCAD 2010 para português pode ser muito tentador para muitas pessoas, mas eu recomendo que você continue usando e estude a versão em inglês mesmo. Até hoje só encontrei três escritórios que tinham o AutoCAD em português instalado. Como até mesmo os comandos mudam de nome, você fica um pouco perdido ao tentar desenhar e modificar desenhos técnicos.

Curso gratuito de Autodesk Maya

Entre as diversas possibilidades e recursos disponíveis para estudar softwares relacionados a computação gráfica, encontramos os tradicionais livros e os cursos presenciais. Mas, para softwares que tem tanta relação com a produção visual como as suítes 3d, os chamados cursos pela internet são uma ótima opção também para acelerar o aprendizado. Esse tipo de recurso não substitui um bom livro, mas ainda assim são muito úteis. Se você tem interesse em aprender mais sobre o Autodesk Maya, o pessoal da CGInstructor está oferecendo seu curso básico de Maya, envolvendo diversos tópicos básicos do software de maneira totalmente gratuita.

As aulas oferecidas no curso estão todas narradas em inglês, mas para as pessoas que não tem nenhum tipo de instrução no Maya e gostariam de começar do zero, esse curso pode ajudar bastante. Para fazer o acesso ao material do curso gratuito de Maya, é necessário visitar esse link. Após visitar o link você deve anotar o usuário e senha informados na página, pois antes de assistir a cada vídeo, o sistema vai perguntar por um usuário e senha para liberar o acesso.

curso-gratuito-autodesk-maya.jpg

O caminho para chegar até os cursos é um pouco confuso. Depois de visitar o web site do CGInstructor, clique na opção Maya Training e espere que a interface seja carregada com os títulos das aulas desse curso. Um pequeno menu vai aparecer, perguntando se você gostaria de assitir ao vídeo introdutório do web site, mas caso você não queira assistir ao vídeo, pode ignorar o menu.

Clique no nome Categories na parte superior do menu, para visualizar a lista completa de vídeos e cursos disponíveis. Essa é uma lista com alguns dos assuntos abordados nos vídeos do curso:

  • Interface e comandos do Maya
  • Ferramentas de modelagem polygonal
  • Modelando um alienígena
  • Criando um ciclo de caminhada
  • Simulação de roupas com o nCloth
  • Texturas no Maya
  • Efeitos de pós-produção com o Maya

Como você pode perceber pelos títulos das aulas, os assuntos abordados são os mais diversos e relacionados à várias áreas do Maya. Um ponto negativo do curso é que os vídeo são demasiadamente curtos, sem mostrar muitas opções fora o básico. Mesmo sem essa profundidade nas abordagens, o material é recomendável para todos os interessados em aprender mais sobre o Maya.