Curso gratuito de análise energética para arquitetura

A criação de projetos arquitetônicos usando tecnologias e recursos amigáveis ao meio ambiente é hoje tido como um recurso extra, que muito em breve deve começar a ser adotado como lei em várias das grandes cidades. Da mesma maneira que artiquetos precisam respeitar recuos e normas técnicas, uma edificação vai precisar comprovar o baixo nível de emissão de carbono, ou uso eficiente da luz solar. Para esse tipo de tarefa já existem diversas tecnologias e técnicas que auxiliam na escolha dos melhores materiais e configurações, fazendo com que as decisões de design nos projetos sempre sejam voltadas para uma melhor eficiência energética.

Se você quiser aprender um pocuo mais sobre como funcionam essas tecnologias e quem sabe já aplicar as técnicas nos seus projetos, o AUGI (Autodesk User Group International) organizou um curso totalmente gratuito sobre o Autodesk Ecotect. Esse é um software especializado na análise e estudo da projeção do sol, conforto térmico entre outros. O curso está todo disponível em vídeo.

curso-gratuito-arquitetura-solar.jpg

Essa é uma lista dos assuntos abordados no curso:

  • Interface
  • Editando opções dos projetos
  • Editor de modelos 3d
  • Página de visualização
  • Página de análise dos dados
  • Análise térmica
  • Análise da projeção solar na edificação
  • Custos de materiais
  • Consumo de recursos pela edificação

Todos esses assuntos são abordados de maneira muito rápida, pois o tempo do curso é bem curto, mas já servem como ponto de partida para que possamos utilizar os recursos em outras ferramentas. Apesar de ser bem completo, o Ecotect não é a única solução para esse tipo de projeto. Por exemplo, existe o excelente e gratuito IESVE para o SketchUp que exporta as informações para o VE-Ware, para realisar análises semelhantes sobre a eficiência energética do projeto.

Ainda existe o Energy Plus para o SketchUp também, que é menos amigável que o produto da IESVE, mas apresenta resultados bem completos.

Entre os dois a minha opção ainda é pelo IESVE pela facilidade e rapidez no uso e criação de pequenos relatórios para análise energética e solar. Se você trabalha com visualização de projetos para arquitetura, esse pode ser um mercado ainda inexplorado que tem muito potencial para demandar visualizações e estudos especializados. Recomendo fazer o curso que requer apenas o registro nos fóruns do AUGI para que o acesso seja liberado.

Como criar visualizações 3d para arquitetura sustentável?

Os assuntos e temas envolvendo o aquecimento global estão no foco da mídia nos últimos dias, devido a realização da COP15 esse mês, que pretende encontrar uma solução para reduzir os efeitos do aquecimento global. Bem, isso aparentemente não tem relação alguma com computação gráfica 3d, mas é apenas nas aparências, pois os profissionais que trabalham com visualização de projetos e principalmente os arquitetos responsáveis pelos projetos de edificações inteligentes, podem ajudar significativamente nesse processo. A computação gráfica 3d é usada hoje para ajudar em todas as fases de um projeto, desde a sua concepção até a parte de vendas, com as famosas perspectivas produzidas em ferramentas 3d.

A parte em que podemos ajudar é com a oferta de serviços e uso de softwares especializados na análise e eficiência energética das edificações. Essa ainda é uma área pouco explorada por profissionais na área de visualização 3d e arquitetura. Caso a coisa fique mais séria, o controle energético pode inclusive virar lei no futuro, o que vai exigir que os projetos incluam estudos e análises realizadas em computador, mostrando a eficiência do projeto.

Caso você já queira começar a praticar com algumas soluções proprietárias e gratuitas, compilei uma lista com softwares especializados nesse tipo de tarefa. Entre as opções gratuitas, a ferramenta 3d que tem o maior número de opções é o SketchUp, com diversos plugins e ferramentas que permitem controlar e analisar a eficiência energética dos projetos. Os dois softwares abaixo funcionam de maneira integrada ao SketchUp, permitindo que seja feito um estudo e análise da eficiência energética dos projetos, usando como base o modelo 3d criado com o software:

  • Energy Plus: Essa é uma ferramenta desenvolvida de maneira gratuita pelo departamento de energia do governo americano, que pode ser integrado ao SketchUp por meio de um plugin chamado Open Studio. É um pouco complicado de usar, pois na maioria das vezes gera apenas dados numéricos das simulações.
  • VE-Ware: Aqui temos uma ferramenta semelhante ao Energy Plus, mas com uma cara mais amigável e simples de usar. Além do suporte ao Sketchup, é possível usar plugins que integram a ferramenta ao Revit da Autodesk. Essa é uma versão gratuita do software de análise, que também é comercializado em versões completas de análise.

Com essas duas soluções aliadas ao SketchUp já é possível fazer muito pela visualização e simulação energética, ajudando no design sustentável. Agora, também existem soluções proprietárias que prometem muito mais ferramentas e flexibilidade. Esses são softwares que funcionam de maneira autônoma, diferente dos plugins para SketchUp.

  • Autodesk Ecotect: Software para análise energética da Autodesk, mesma a criadora do AutoCAD.
  • Graphisoft EcoDesigner: Ferramenta semelhante ao Ecotect, mas desenvolvida pela mesma empresa que criou o ArchiCAD.

Para finalizar, você não pode deixar de assistir a palestra sobre design sustentável com arquitetura feita em 2008, no SketchUp Basecamp.

A palestra tem aproximadamente uma hora de duração, mas apresenta dicas valiosas sobre como usar o SketchUp para desenvolver esse tipo de trabalho.

Caso você conheça mais ferramentas que possam ajudar nesse tipo de projeto, compartilhe conosco nos comentários desse artigo. Infelizmente não consegui encontrar nenhum script ou ferramenta semelhante que funcione no Blender 3D.