Curso de modelagem para arquitetura com Blender: Aula 08 disponível

O curso de modelagem para arquitetura com Blender do EAD – Allan Brito está finalmente com a sua aula 08 totalmente publicada. Foi uma espera razoável para a publicação dessa aula, pois a mesma é formada por vários vídeos de duração bem razoável. No meio do caminho ainda foi lançado o B-Mesh do Blender, o que me motivou a refazer alguns dos vídeos já gravados anteriormente para mostrar nessa aula 08 alguns dos recursos que não tinham sido abordados nas aulas anteriores.

A imagem abaixo mostra uma montagem com a edificação criada nessa aula 08, que é um tipo bem comum de edifício presente no mercado imobiliário do Brasil. É um prédio com vários pavimentos destinados a habitação residencial.

curso-modelagem-arquitetura-aula-08.jpg

Ao longo dessa aula os participantes do curso aprendem e aplicam os seguintes tópicos relacionados a modelagem para arquitetura com Blender:

  • Modelagem de paredes
  • Uso das ferramentas de precisão do Blender
  • Uso de bibliotecas externas
  • Modelagem de esquadrias
  • Ferramentas do B-Mesh como Inset, Bridge e outros
  • Planejamento da modelagem
  • Fechamento de paredes
  • Modelagem de paredes com aberturas
  • Uso de modificadores para modelagem em arquitetura

O modelo 3d resultante é do projeto está disponível para download na área da aula 08 no curso sobre modelagem para arquitetura com Blender. Isso é importante para que os participantes do curso possam comparar o resultado final do projeto com o seu próprio modelo 3d.

Para se inscrever nesse curso, visite a página de detalhes do curso sobre modelagem para arquitetura com Blender, para conhecer mais detalhes sobre o curso e também encontrar as opções de inscrição. A imagem que ilustra esse artigo foi renderizada com o Blender Cycles, sendo criada uma cena com iluminação semelhante a luz do sol.

Esse é mais um curso do EAD – Allan Brito que está agora com todas as aulas publicadas, agora o próximo passo é publicar as atualizações para os próximos cursos que são:

Os dios cursos devem receber atualizações nas suas aulas até a próxima sexta. E na próxima semana mais cursos devem ser disponibilizados no EAD – Allan Brito!

Tutorial sobre criação de grama com Blender

A criação de grandes superfícies de grama é interessante para a composição de cenários em computação gráfica, seja com o propósito de montar paisagens para animações ou mesmo com o objetivo de ajudar na visualização para arquitetura. A maneira mais simples de representar grama é com o uso de texturas, que dependendo de uma série de fatores como o ângulo da câmera e a distância do observador para a vegetação, pode ser mais do que suficiente para gerar o efeito da grama. Mas, quando o projeto exige resultados mais realistas é preciso investir em outras técnicas para reproduzir a vegetação.

Como criar grama no Blender para render com Cycles?

Entre as opções para gerar grama realista encontramos o uso de partículas que distribuem sobre uma determinada superfície pequenos polígonos, representando muito bem as folhas da grama. Quer aprender o procedimento necessário para gerar grama com partículas no Blender e renderizar o resultado no Cycles? O tutorial abaixo foi produzido por um artista chamado Igor Djordjevic e mostra muito bem como utilizar o sistema de partículas do Blender para gerar partículas.

O tutorial é interessante por mostrar o funcionamento das partículas, e como podemos utilizar texturas para ajudar na representação da grama, e faz com que o processo resulte em grama de excelente qualidade. Como a grama é baseada em polígonos, podemos até mesmo posicionar objetos na superfície de grama para que os pequenos filamentos representando as folhas se integrem com a base do objeto.

Esse vídeo deve ajudar a todos os usuários e artistas usando o Blender que ainda não tentaram reproduzir nada parecido. Apesar do nível de realismo da superfície de grama, é importante avaliar a carga da cena no seu computador, que mesmo usando partículas pode inviabilizar a solução.

Para quem quiser um treinamento mais focado no Blender Cycles, recomendo uma visita a página do curso produzi para ensinar a usar o novo renderizador do Blender. O curso se chama Blender Cycles: Renderização Avançada e mostra em 07 aulas como funciona o novo renderizador do Blender. E você também pode aproveitar o uso de grama no Blender para aplicar na visualização para arquitetura com o próprio Blender.

Download gratuito de cenário e poltrona para o Blender 2.5

A modelagem de objetos ou cenários em softwares como o Blender é um exercício constante de repetição repleto de tentativas de organizar a malha 3d, usando as melhores opções para resolver a topologia. Essa topologia pode representar as mais variadas superfícies e objetos, sendo o artista o responsável pela sua organização e aplicação correta. Uma coisa que sempre recomendo para meus alunos em aulas sobre modelagem, é a procura por material de outros artistas para fazer comparações sobre a resolução de alguns problemas de modelagem. A comparação de técnicas é uma importante ferramenta de aprendizado, pois permite que pessoas sem muita experiência na área possam descobrir novos meios de resolver problemas de modelagem 3d.

Para ajudar as pessoas que gostariam de fazer esse tipo de comparação no Blender, encontrei nos últimos dias dois modelos 3d em escalas diferentes que podem ser de grande ajuda no aprendizado de modelagem 3d. Os modelos consistem em uma poltrona completa criada com o Blender, obra do designer Heriton Gonçalves que é brasileiro e postou o arquivo para download no seu blog já faz algum tempo. Esse tipo de modelo é excelente como parte da biblioteca de mobiliário de artistas que queiram usar o Blender como ferramenta para criar visualização para arquitetura. O download da poltrona pode ser feito visitando o blog do artista.

free-armchair.jpg

O segundo modelo gratuito para download é uma cena completa formada por uma fachada de casa rústica com móveis urbanos e detalhes, que deixam a cena uma verdadeira jóia para quem está aprendendo modelagem 3d. O arquivo foi publicado pelo artista Milan Stankovic no Blenderartists e pode ser copiado de maneira gratuita, e o mesmo está disponível sob uma licença creative commons.

free-scene-download-architecture.jpg

Essa cena apresenta diversos itens com complexidade demasiadamente complexa como telhado e as pedras da calçada que ajudam a atribuir o contexto rústico a cena.

Se você quiser melhorar as suas técnicas de modelagem, recomendo o download dos arquivos e a sua análise metódica, sempre procurando identificar a técnica usada pelos artistas, comparando com o que você faria para criar a mesma estrutura. Assim podemos entender e comparar os procedimentos e decidir o que melhor se encaixa dentro das nossas necessidades.

Usando o grease pencil do Blender para arquitetura 3d

A adição de novas ferramentas em softwares como o Blender sempre apresentam algum propósito, sendo que a animação de personagens é um dos objetivos mais comuns entre as descrições das ferramentas. Por exemplo, quando foi lançado o recurso chamado de Grease Pencil para o Blender, ainda nas versões 2.4x, o objetivo era proporcionar uma maneira de desenhar e adicionar anotações em animações, permitindo que equipes trocassem informações diretamente no arquivo do Blender. O objetivo e descrição podiam até ser direcionados para animação de personagens, mas basta um pouco de criatividade para que artistas encontrem outros propósitos para a ferramenta.

Já pensou em usar o grease pencil do Blender para ajudar no planejamento urbano ou desenvolvimento de projetos arquitetônicos? Um artista francês pensou nisso, e produziu dois tutoriais em vídeo que mostra a aplicação direta do grease pencil no desenvolvimento de paisagens urbanas e até mesmo arquitetura.

Os vídeos somam quase 40 minutos de tutorial, e mostram muito bem o processo com exemplos de anotações sobre os modelos 3d.

Blender 2.5 Grease Pencil Tutorial from Viralata on Vimeo.

Blender 2.5 grease pencil tutorial part 2 from Viralata on Vimeo.

O modelo 3d usado para os tutoriais é uma paisagem urbana formada por ruas e edificações que poderiam ser qualquer ambiente encontrado em grandes cidades. No vídeo podemos acompanhar como é fácil realizar diversas tarefas no projeto:

  • Destacar áreas específicas das ruas ou edificações;
  • Esboçar novos elementos como árvores ou mesmo novas edificações;

Um dos principais benefícios desse tipo de ferramenta é a possibilidade de trabalhar no desenvolivmento de projetos em equipe, e principalmente na educação. Em projetos que de urbanismo dentro de instituições de ensino, o professor pode analisar e adicionar as críticas e sugestões ao trabalho dos alunos no próprio arquivo. Isso poderia até eliminar a necessidade de trabalhar com modelos físicos para análise. Somente no final do processo é que um modelo assim seria criado, aproveitando as críticas que já haviam sido adicionadas no próprio projeto do Blender.

No final ainda é possível aproveitar os elementos usados no grease pencil para gerar efeitos únicos no render, como desenhar manualmente as árvores e vegetação da cena. O resultado é um render que parece ter usado diversos softwares para compor 3d com 3d, quando na verdade apenas o Blender foi usado em todo o processo.

Esse tipo de aplicação do grease pencil mostra como o Blender, usando ferramentas nativas pode ser versátil, se adaptando aos mais diferentes contextos.

Dicas de renderização para design de interiores com Blender 3D e YafaRay

Entre os tipos de projetos envolvendo representação de ambientes para arquitetura, podemos classificar os projetos em dois tipos bem distintos. O mais simples de trabalhar e reproduzir é a chamada visualização externa de projetos, que nada mais é que o posicionamento do modelo 3d em espaços abertos, simulando da melhor maneira possível a luz do sol. Como a maioria dos renderizadores e softwares 3d, inclusive o Blender 3d, possui sistemas para reproduzir a luz do sol. Esse tipo de simulação é conhecida como Daylight. No que se refere a complexidade dos projetos, a visualização externa é simples de configurar e conseguir bons resultados em pouco tempo. A facilidade é conseqüência do reaproveitamento dos parâmetros da luz do sol, que mudam pouco de projeto para projeto.

Mas, quando o assunto é renderização de ambientes internos a coisa complica significativamente. Os ambientes fechados apresentam sempre desafios para artistas 3d, pois na maioria das vezes fazem uma mescla de iluminação natural com artificial. Sendo assim, o artista precisa trabalhar com múltiplas fontes de luz e equacionar níveis de reflexão para luz indireta nos materiais, para conseguir bons resultados.

Caso você use o Blender 3d com o YafaRay para renderizar os seus projetos de visualização para interiores, existe uma discussão nos fóruns de usuários do YafaRay que pode ajudar muito na seleção de parâmetros para o método baseado em Photon Mapping. Um artista 3d chamado Yaroslav_L resolveu fazer testes para ajustar os parâmetros do Photon Mapping do YafaRay para design de interiores, usando a cena que ilustra esse artigo. Isso acabou gerando uma série de mensagens e renderizações de teste extremamente úteis para usuários do YafaRay.

dicas-render-design-interiores-blender-3d-yafaray.jpg

Na discussão, o artista aborda o uso de parâmetros e as características do YafaRay e Blender para conseguir o resultado apresentado na imagem. Por exemplo, qual a melhor combinação de valores entre Diff Radius, Search e Photons? Essa é uma dúvida muito comum entre artistas 3d que estão começando a trabalhar com parâmetros e configurações de renderizadores, seja ele o YafaRay ou outros. No artigo indicado, podemos encontrar diversas combinações de valores entre Diff Radius, Search e o número de photons.

Entre os temas abordados no link indicado está a influência que a construção do modelo 3d e a topologia podem ter na solução do render, se o acréscimo ou remoção de paredes faz diferença e a escala do modelo 3d. Além de tudo isso, ainda é possível fazer o download da cena completa no formato do Blender 3D, para que possamos abrir e verificar os ajustes e configurações.

A vantagem em consultar esse tipo de artigo, é que os testes de render já estão prontos e disponíveis para consulta. No processo de aprendizagem desse tipo de recurso, os testes de renderização acabam fazendo o tempo de estudo se prolongar bastante, com a espera para conferir os resultados. Esse tipo de artigo, em que os valores dos parâmetros já estão disponíveis com os resultados visuais, ajudam muito no entendimento do renderizador.