Tutorial de renderização para interiores com o Blender 3D e YafaRay

Apesar dos vários tutoriais e material de consulta que venho publicando aqui no blog sobre o uso do Blender 3d em conjunto com o LuxRender, para criar imagens realistas para projetos de visualização arquitetônica, ainda existe muito espaço para usar YafaRay. O software está evoluindo de maneira bem mais rápida que o antigo YafRay, que demorava em algumas ocasiões mais de doze meses para receber pequenas atualizações. Já existe uma versão de testes do YafaRay 0.1.1 disponível para quem quiser avaliar o que está para ser lançado em termos de ferramentas para a nova versão do renderizador.

O motivo que ainda faz do YafaRay um software muito útil para qualquer artista que use o Blender 3D para seus projetos é bem simples, a velocidade de renderização é insuperável quando comparamos com o LuxRender. Mesmo com o incrível realismo das imagens, ainda é necessário esperar por longos períodos no LuxRender para conseguir uma imagem sem aquela grande quantidade de granulação.

Caso você nunca tenha usado o YafaRay antes, recomendo fazer o download da versão mais atual do renderizador nesse endereço. Para os usuários que já tinham uma versão do YafaRay instalada no seu computador, recomendo remover todas as versões anteriores, inclusive os scripts de exportação para o YafaRay da pasta de scripts do Blender 3D. As duas versões são incompatíveis e não podem ser atualizadas, fiz a instalação sem realizar esse procedimento e apareciam diversas mensagens de erro ao iniciar o Blender 3D.

A melhor maneira de mostrar o funcionamento e vantagem do renderizador é com um exemplo prático, por isso, resolvi fazer um pequeno tutorial em vídeo demonstrando o procedimento necessário para configurar a renderização de uma cena interna, própria para projetos de visualização arquitetônica.

O tutorial aborda a renderização e configuração de uma cena extremamente simples no YafaRay, mas que pode ter os seus ajustes e configurações adaptados para qualquer projeto que tente simular ambientes internos para arquitetura.

Quando o ambiente da renderização for algo com uma sala fechada, a melhor opção é usar Photon Mapping como método de renderização para o ambiente. Esse método geralmente é o que apresenta melhores resultados com esse tipo de configuração. Para configurar o Photon Mapping você precisa tomar cuidado com os seguintes parâmetros:

  • Photons: Quanto mais fótons na cena, melhor será qualidade da iluminação.
  • Diff. Radius: Esse valor funciona como se fosse um tipo de blur para os fótons. Valores baixos podem resultar na presença de pontos estranhos de luz nos cantos da parede.
  • FG Samples: Aqui temos o controle geral do Final Gather, que vai determinar se a cena apresenta mais ou menos granulado. Quanto maior for esse número, mais qualidade o render terá.

O resultado final desse exercício é a imagem mostrada abaixo:

design-interiores-blender-3d-render.png

Se você quiser tentar reproduzir a mesma técnica, pode fazer alterações nos materiais e na iluminação.