Making of de Carros 2

A criação de uma animação em 3d é algo relativamente complexo devido a grande quantidade de informações e detalhes, que devem ser pensados e planejados pelo artista responsável pela produção. Um dos maiores erros que vejo em animadores iniciantes é tentar resolver todo o processo de animação já com os modelos 3d finalizados. O ideal mesmo é realizar uma infinidade de testes e estudos, principalmente para validar o enquadramento da câmera e o tempo das ações na animação. Com tudo isso bem definido, os animadores podem simplesmente executar o processo de animação.

Quer um exemplo disso, vindo de uma empresa que conhece bastante de animação 3d? A Pixar divulgou no seu canal no Youtube uma seqüência da sua última animação Carros 2, em que mostra vários estágios do planejamento e execução da animação até o seu produto finalizado.

Esse trecho está bem no início da animação.

No vídeo podemos perceber como o primeiro passo para começar a trabalhar na animação é a criação de um storyboard. A representação da animação como se fosse uma história em quadrinhos permite ter idéia do enquadramento e seqüência de ações na animação. A montagem disso em formado de apresentação de slides, acaba gerando um pequeno vídeo que ajuda bastante na criação do próximo passo que é o chamado layout de animação.

Nesse estágio são criados os movimentos dos personagens, câmeras e objetos em geral no projeto. Por exemplo, um personagem pode se deslocar no cenário de maneira simples, em que não é nem necessário trabalhar com deformações para calcular e avaliar o timing necessário para a maioria das suas ações. No vídeo podemos perceber que esse estágio da animação é realizado exatamente sem iluminação, usando apenas sombreamento simples para esse tipo de estudo.

Apenas no final do processo é que a equipe de animadores coloca em prática tudo que foi estudado, e adicionar efeitos especiais como explosões e a iluminação definitiva.

Mas, você pode até se perguntar se esse tipo de processo de produção não deixa mais lenta a criação da animação? Na verdade, é exatamente o oposto. Sem esse planejamento prévio, o que aconteceria é que a equipe iria perceber os ajustes e correções apenas depois de ficar centenas de horas trabalhando no render e iluminação de seqüências que não seriam aproveitadas no projeto. É como mandar provas de um trabalho para qualquer cliente, para evitar surpresas no momento da entrega.