Design de armários de cozinha com SketchUp

O design de móveis sempre foi tema que precisava de softwares especializados, principalmente quando a proposta é fazer o layout para fins de produção. Esses softwares apresentavam altos custos para pequenas e médias empresas que trabalham com a criação de móveis planejados.

Quer ver um exemplo de projeto de móveis feito com o SketchUp? Uma designer chamada Anita Brown, compartilhou no Twitter um projeto de móvel embutido para cozinhas que é um exemplo de como ferramentas gratuitas podem ajudar nesse tipo de projeto.

O layout está em formato de elevação e ajuda perfeitamente no entendimento do projeto desse móvel em particular. Com um pouco mais de trabalho e tempo é possível até mesmo fazer o resto do layout do móvel com perspectivas explodidas e simulação de montagem.

É um ótimo exemplo de uso para o SketchUp em projetos relacionados com marcenaria e design de interiores.

Quer aprender como criar esse tipo de projeto no SketchUp? No EAD – Allan Brito você encontra um curso dedicado a trabalhar especificamente com SketchUp para design de móveis e marcenaria.

Design de móveis: 50 perfis de encaixe para madeira

Ao longo dos últimos anos o design de móveis e objetos relacionados com madeira dos softwares especializados na criação de objetos 3D. Hoje é muito fácil preparar um projeto de móvel ou marcenaria em ferramentas gratuitas como SketchUp ou Blender. E assim economizar um bom tempo fazendo a pré-visualização do seu móvel.

É possível até mesmo adicionar o objeto em ambientes reais fazendo com posição digital.

Você utiliza ferramentas digitais para trabalhar com design de móveis ou marcenaria? Caso faça uso de ferramentas digitais, aproveite para colocar em prática alguns dos conceitos apresentados por esse incrível painel com tipos de juntas de encaixe para madeira.

O painel é um arquivo PDF que pode ser impresso, mostrando como trabalhar com 50 tipos de encaixes para madeira que não necessitam de nenhum parafuso ou prego para fixação.

Esse é o tipo de “tecnologia” usada por algumas das culturas que dominam a construção com madeira, sem nunca terem usado nenhum tipo de artifício ou recurso para manter as partes diferentes da madeira conectadas.

Um exemplo desse tipo de aplicação são as construções orientais, em que diversos templos e residencias feitas totalmente em madeira usam apenas encaixes, sem nenhum tipo de parafuso ou prego.

Se você pretende trabalhar com design de móveis ou marcenaria, é um excelente recurso para ter sempre à disposição nos seus projetos. Mesmo que não seja o método principal adotado para criar as conexões das peças.

O material é de autoria de Meredith Scheff-King e está disponível em uma licença Creative Commons de atribuição.

Aprendendo a trabalhar com design de móveis

No EAD – Allan Brito você aprende a trabalhar com o design de móveis e objetos usando softwares como o Blender ou SketchUp. Essas ferramentas ajudam em todos os estágios do projeto, seja na sua concepção final ou mesmo na apresentação e vendas.

Mesmo que você escolha apenas trabalhar com o SketchUp, é possível aproveitar os modelos 3d para renderizar vistas realistas no Blender Cycles.

O processo completo de design pode ser realizado com softwares totalmente gratuitos:

Mapeamento 3d físico de vídeo para arquitetura

O desenvolvimento de projetos para design de interiores é um dos tipos que mais exige a parte de edição das texturas e materiais, pois geralmente nesse tipo de situação o cliente quer fazer vários estudos com texturas e cores diferentes. Já tive a oportunidade de participar de vários projetos em que a modelagem 3d era usada como forma de desenvolver o projeto com o estudo de materiais. A apresentação para os clientes geralmente é feita usando um vídeo que mescla os diversos materiais e texturas, usando animação linear ou mesmo uma pequena interface multimídia usando o Flash.

Mas, já pensou de fosse possível criar um grande painel interativo que mostrasse essas opções de materiais e texturas em um ambiente real? Você poderia até imaginar o uso de painéis de LCD gigantes que seriam acoplados as paredes, mas o efeito não seria muito bom devido as bordas dos painéis que ficariam visíveis. A solução para fazer esse tipo de estudo é o uso de projetores!

Um experimento muito interessante desenvolvido por um artista chamado Beam mostra como isso pode ser possível, usando mapeamento 3d sobre as superfícies e mobiliário de uma sala, em que dois projetores criam o efeito interativo dos materiais. O vídeo abaixo mostra o resultado desse mapeamento físico e a projeção das texturas em um ambiente com as paredes completamente brancas.

Living Room from Mr.Beam on Vimeo.

O resultado final é muito interessante e mostra o que podemos fazer em termos de apresentação interativa para projetos.

Com o uso desse tipo de recurso dentro de uma loja ou stand, as pessoas poderiam escolher em tempo real as cores e texturas das paredes e também a aparência do mobiliário. O interessante é que a projeção perfeitamente alinhada com as superfícies do ambiente, evitam a necessidade de realizar diversas renderizações e testes com materiais, que podem demandar muito tempo e ajustes na iluminação. A única limitação é que ninguém pode caminhar pelo ambiente sem gerar sombras na cena.

Para saber mais sobre o projeto, recomendo a visita ao blog oficial do projeto, em que o artista mostra outros experimentos com mapeamento físico de superfícies para projeção de vídeos. Infelizmente não existem instruções detalhadas sobre a técnica utilizada, mas apenas a idéia já é interessante.