Produção de conteúdo digital para iPad com InDesign CS5

O futuro reserva muitas mudanças de ambiente para quem trabalha com mídia, e isso inclui a maneira como vamos consumir conteúdos como revistas e a própria internet. Esse é o ponto de vista das pessoas que consomem o conteúdo, mas e para quem produz? Bem, nesse caso será necessária a especialização cada vez maior dos profissionais envolvidos no processo, para conseguir adaptar o conteúdo para dispositivos como o iPad. Esse é um dos motivos que fará com que os profissionais especializados em mídia impressa seja cada vez menos requisitados. Por exemplo, você sabe usar diagramadores como o InDesign? Saiba que em pouco tempo você precisará diagramar e produzir conteúdos para tablets e ambientes personalizados para consumir mídia.

Para se adaptar a essas mudanças, recomendo começar assistindo uma excelente apresentação que tive a oportunidade de conhecer nos últimos dias e que aborda a criação de conteúdo para o iPad, usando o InDesign e pacote da Adobe chamado de Adobe Digital Publishing Suite. Esse pacote é gratuito e está disponível para download no link indicado que leva até o Adobe Labs.

O ponto negativo desse processo é que você precisa obrigatoriamente do InDesign para conseguir publicar conteúdos formatados para o iPad.

adobeDigitalPublishing.jpg

A parte positiva é que a apresentação de aproximadamente uma hora mostra os passos necessários para gerar esse tipo de conteúdo. Quem já conhece o InDesign já tem boa parte do processo dentro do seu leque de conhecimentos, ficando apenas pendente a configuração do Publishing Suite, que é a ferramenta responsável pela conversão do arquivo do InDesign para o modelo de publicação para a tablet. O diagrama que ilustra esse artigo mostra bem o processo de produção desse tipo de conteúdo usando o módulo da Adobe.

Esse modelo de publicação fica amarrado ao formato de midia da Adobe, fazendo com que precisemos usar a ferramenta como base para distribuir o conteúdo. É um pouco arriscado em termos de estratégia, mas evita a necessidade de estudar e migrar sua base de conhecimentos para Objective-C.

Se você quiser alguma coisa mais rápida, esse PDF tem um guia completo sobre a publicação de conteúdo para iPad com o módulo da Adobe.

Adobe InDesign CS4: Tutoriais e novidades

O profissional de computação gráfica precisa conhecer, mesmo que seja de maneira superficial, o processo de criação em várias áreas, pois ele na maioria das vezes está criando material gráfico, como imagens, para utilização em outros softwares de finalização. Por exemplo, na criação de um infográfico para uma revista no Blender 3D ou 3ds Max, você provavelmente passará o render final para uma pessoa diagramar no Adobe InDesign ou no Quarkxpress. O mercado de editoração eletrônica, aqui no Brasil é praticamente dominado pelo InDesign, mesmo com pessoas ainda fazendo diagramação com o Corel Draw, o que não está errado, mas o Draw não foi feito para isso.

Nas últimas semanas o Adobe InDesign ganhou uma atualização, no lançamento do pacote CS4 da Adobe. Por muito tempo, ministrei aulas de Indesign e mesmo depois de ter parado com as aulas, ainda me mantenho informado sobre a ferramenta, para eventualmente voltar a trabalhar com ele.

Caso você também queira se atualizar sobre o InDesign, recomendo a visita ao web site da Adobe, para conferir vários vídeos de demonstração do InDesign CS4.

Quais as novidades? Assim como nas outras ferramentas do pacote CS4, o IndDesign apresenta várias opções de integração avançada com diferentes mídias, como a possibilidade de exportar documentos para o formato SWF, fazendo os seus documentos ficarem prontos para a internet.

Veja esse vídeo, que demonstra uma ferramenta de busca do InDesign CS4 extremamente poderosa, chamada de GREP Styles:

Com essa ferramenta, podemos selecionar e aplicar estilos em vários elementos de um documento, determinando padrões. Por exemplo, caso o artista precise selecionar todos os textos que estão entre aspas, mas com formatos compostos, com essa ferramenta fica mais fácil realizar essa busca.

Essa é uma lista resumida das novidades dessa versão:

  • Texto condicional: Com essa ferramenta, você pode configurar condições específicas para quem um texto ou gráfico esteja presente no documento. Por exemplo, se o documento for exportado para PDF, um determinado estilo de parágrafo deve ser aplicado no texto.
  • Páginas condicionais inteligentes: Esse recurso funciona em conjunto com o texto condicional, em que alterações significativas na diagramação, podem demandar a inserção ou exclusão de páginas no documento.
  • Linhas guias interativas: Assim como já existia no Illustrator, o InDesign agora tem linhas guia interativas, que se adaptam e identificam os contornos dos objetos.
  • Transições de página no formato PDF ou SWF: Se o seu objetivo é trabalhar conteúdos para internet, o InDesign apresenta algumas opções bem interessantes de transições de páginas
  • Alertas em tempo real: Uma das coisas que deixa os artistas envolvidos na criação de documentos mais preocupados é a possibilidade do material apresentar problemas na impressão. Os projetos do InDesign, agora podem exibir alertas em tempo real, na barra de status do projeto.

Para as pessoas que quiserem conhecer tudo sobre a ferramenta, a Adobe disponibilizou na web a documentação do InDesign CS4, inclusive com a opção de fazer o download do material em PDF.