AutoCAD 2013

As tecnologias para quem trabalha com desenho técnico estão evoluindo muito bem com o tempo, e hoje temos a disposição excelentes ferramentas usando BIM para facilitar a criação de modelos 3d e projetos para arquitetura, usando informações sobre os elementos para gerar o projeto. Apesar desses avanços em termos de tecnologia, ainda existe espaço para métodos de trabalho baseados em desenho em CAD mesmo, usando sistemas de modelagem 3d como apoio apenas para ilustrar os aspectos técnicos e morfológicos dos temas dos projetos.

Em termos de desenho técnico usando CAD, um nome que é forte no mercado é o do AutoCAD. E seguindo a sua tradição de lançar atualizações de maneira constante no mercado, a Autodesk já disponibilizou o AutoCAD 2013 para seus clientes no Japão, e deve expandir a oferta para outros países para breve.

Quais as novidades do AutoCAD 2013?

Entre as novas ferramentas do AutoCAD 2013, podemos destacar algumas bem inusitadas. Existe a integração com redes sociais nesse AutoCAD, permitindo que os usuários publiquem imagens dos seus projetos criados no AutoCAD 2013 em redes sociais com o Facebook e Twitter.

A lista completa de novos recursos do AutoCAD 2013, pode ser conferida nesse endereço que teve acesso antecipado ao software.

AutoCAD-2013.jpg

Outro recurso em destaque é a integração com o Autodesk Cloud, permitindo que os usuários armazenem seus projetos remotamente nos servidores da própria Autodesk, com opções também para compartilhamento.

Uma série de recursos também permitem criar pequenas vistas dos elementos do projeto como cortes e detalhes (Cross section and details view) que ajudam bastante, principalmente quando partes do projeto necessitam de ilustrações extras.

Download do AutoCAD 2013

Como mencionei no início do artigo, o AutoCAD 2013 foi lançado inicialmente pela Autodesk do Japão e deve expandir a sua disponibilidade para outras partes do mundo em breve. Assim que o mesmo estiver na página da Autodesk, aviso aqui no blog sobre a possibilidade de fazer o download do software. E para os que utilizam a plataforma educacional da Autodesk, podem ser necessários mais alguns dias até que estudantes e professores possam fazer o download gratuito do AutoCAD 2013.

Essa versão inicialmente será apenas para o Windows. Precisamos aguardar pela atualização própria para o AutoCAD em Macs.

Atualização: Nesse endereço você encontra mais novidades sobre o AutoCAD 2013.

Tutorial de modelagem com AutoCAD: Comando REVOLVE

Uma das características da modelagem 3d nos mais variados softwares hoje em dia é o compartilhamento de conceitos e procedimentos relacionados com modelagem. Sempre que posso comento isso nas minhas aulas, seja presencialmente ou online, que uma vez conhecidas as ferramentas de modelagem de um software, podemos adaptar os conhecimentos em outras ferramentas. Esse é o caso do AutoCAD com o seu comando chamado REVOLVE, que funciona de maneira muito semelhante ao que encontramos em outros softwares como o 3ds Max no modificador Lathe.

Como funciona o REVOLVE no AutoCAD para modelagem 3d?

O comando REVOLVE do AutoCAD é uma ferramenta de modelagem 3d, e que gera sólidos em três dimensões, portanto ela não deve ser usada se o seu objetivo for apenas trabalhar com desenho 2D. O princípio de funcionamento do REVOLVE é simples, e consiste na criação de uma curva que funciona como perfil para a modelagem, e com o REVOLVE podemos girar essa curva em um determinado eixo. A ação de girar a curva acaba dando origem a superfície do modelo 3d.

O vídeo abaixo mostra muito bem, e de maneira simples, como funciona o REVOLVE no AutoCAD:

No tutorial o autor faz o perfil de uma taça com linhas no AutoCAD e usando outra linha auxiliar que funciona como referência para o eixo de rotação do REVOLVE. O resultado é um sólido geométrico semelhante a uma taça. O interessante dessa técnica é que o procedimento pode ser repetido usando o modificador Lathe do 3ds Max ou o Spin do Blender, e os resultados seriam muito parecidos.

Apesar de não ser o melhor tipo de objeto para trabalhar com modelagem, os sólidos são velhos conhecidos dos usuários do AutoCAD, pois no caso desse tipo de software de CAD a maioria das ferramentas de modelagem gera esse tipo de objeto. No AutoCAD ainda é possível realizar modelagem usando superfícies que são muito difíceis e trabalhosas de gerenciar, pois demandam controle no nível de pontos e interseções entre objetos.

Caso você esteja aprendendo a modelar em 3d no AutoCAD, pode usar esse tutorial em vídeo sobre o comando REVOLVE para desenvolver um pouco mais as suas habilidades com o AutoCAD.

ZWCAD: Alternativa ao AutoCAD para desenho técnico

Os profissionais que trabalham com desenho técnico sempre passam por uma fase em que precisam escolher uma ferramenta de CAD que será criada para fazer seus projetos. Nas universidades e faculdades ainda é comum encontrar professores que recomendam aos seus alunos o uso do AutoCAD, como sendo a única e definitiva solução de CAD para quem precisa trabalhar em grandes projetos. isso já foi praticamente um dogma entre os profissionais de arquitetura, engenharia e demais que precisam criar pranchas técnicas. Mas, hoje existe uma gama enorme de opções que atendem perfeitamente aos requisitos mais exigentes em termos de projetos para substituir o AutoCAD.

ZWCAD como substituto do AutoCAD

Uma dessas opções é o ZWCAD que é comercializado no Brasil pela totalCAD . O ZWCAD é uma ferramenta de CAD bastante completa e que pode substituir perfeitamente o AutoCAD em projetos simples, e também nos mais complexos. Isso tanto é verdade, que fiquei surpreso ao visitar a lista de empresas que adotam o ZWCAD como ferramenta de trabalho.

Mas, quais são as vantagens em usar o ZWCAD como substituto do AutoCAD?

A convite da totalCAD fiquei testando o ZWCAD por alguns dias para escrever essa análise, e posso dizer que fiquei impressionado com o resultado. Sou usuário do AutoCAD já faz mais de 10 anos, e me adaptei de maneira muito rápida ao ZWCAD. Assim como acontece com outros softwares na área, o ZWCAD oferece opções e comandos idênticos ao AutoCAD. Por exemplo, a parte de edição e comandos de criação como Line, Copy, Move e outros são exatamente iguais aos do AutoCAD.

Se você quiser deixar o software personalizado com as configurações que você já possui no AutoCAD, é possível exportar suas configurações para o ZWCAD.

Compatibilidade com arquivos do AutoCAD

A compatibilidade com arquivos DWG é muito boa, e consegui importar projetos antigos criados em versões diversas do AutoCAD, e até mesmo arquivos salvos com o AutoCAD 2011 foram lidos sem nenhum tipo de problema. Só não realizei o teste com arquivos DWG do AutoCAD 2012, pois não tinha nenhum arquivo criado na versão 2012 do AutoCAD para realizar o teste.

A lista completa de recursos do ZWCAD pode ser conferida neste Link.

Comparação entre o ZWCAD e o AutoCAD

Quer ver uma comparação interessante sobre o ZWCAD? O vídeo abaixo faz a comparação direta entre o desempenho do ZWCAD e do AutoCAD:

O meu parecer sobre o software é totalmente positivo, e para todos os que estão procurando uma alternativa viável ao AutoCAD, recomendo testar o ZWCAD. A totalcad oferece o download do software para fins de teste de maneira gratuita, que funciona por 30 dias.

Se você trabalha com desenho técnico, recomendo o download!

AutoCAD 2012 para Mac disponível para download

A Autodesk está anunciando uma série de atualizações na sua linha de softwares compatíveis com a plataforma da Apple, e essa semana mesmo deveremos ver o AutoCAD 2012 na sua versão Mac chegar aos consumidores finais. Uma das grandes vantagens dessa nova versão é a compatibilidade com os recursos apresentados no Mac OS X Lion que foi lançado nas últimas semana, fora o conjunto de recursos adicionados na versão 2012 do AutoCAD para Windows.

Mas, a grande novidade dessa semana é que a Autodesk aceitou distribuir uma versão do AutoCAD mais simples, que é denominado AutoCAD LT pela App Store. Sim, agora você poderá comprar o AutoCAD da Autodesk pela App Store, assim como já fazíamos com o SketchBook e outras ferramentas da Autodesk. Mas, o que isso tem de tão especial? O simples fato da Autodesk oferecer o AutoCAD LT na App Store mostra como a empresa está disposta a sacrificar um pouco o seu modelo de negócios em prol de vendas, pois nesse modelo a Apple fica com 30% do valor do software comercializado. Essa versão do AutoCAD custará aproximadamente 900 dólares, o que faz a Apple receber 270 dólares por cada AutoCAD comercializado nesse modelo.

Acredito que esse seja um dos poucos softwares da Autodesk com valores altos que deva entrar nesse modelo de comercialização. O motivo é bem simples, e basta fazer a conta de quando a venda de uma licença do Maya iria deixar de taxa para a Apple. Faz tempo que consultei o preço do Maya pela última vez, mas se for algo como 5000 dólares, a Apple levaria 1500 de taxa sobre a venda.

Mas, voltando a falar sobre o AutoCAD para Mac, o software já está disponível para download, e caso você esteja interessado em testar a versão trial, basta visitar o endereço indicado nesse parágrafo. Os usuários possuem contas na área acadêmica da Autodesk, podem fazer o download diretamente desse ambiente, totalmente legalizado e com o software funcionando por muito mais que 30 dias.

Esse AutoCAD é parecido com a versão para Windows? Se você ainda tem dúvidas, o vídeo abaixo foi um tutorial que produzi já faz algum tempo, mostrando recursos do AutoCAD para Mac. O vídeo mostra como funciona o Array no AutoCAD para Mac.

AutoCAD 2011 para Mac: Usando o Array

O AutoCAD para Mac foi lançado para a enorme base de usuários em áreas como arquitetura e engenharia que estão migrando para a plataforma da Apple, e precisam de softwares de CAD para trabalhar em projetos que envolvem desenho técnico. O Mac OS X já contava com alguns softwares de CAD disponíveis, mas a maioria dos usuários não queria passar pelo processo de aprendizagem novamente, e a demanda pelo AutoCAD em outra plataforma surgiu. Mas, será que o AutoCAD para Mac é realmente igual a versão do Windows? Como sempre recebo esse tipo de pergunta nas mensagens aqui do blog, resolvi começar a gravar alguns vídeos mostrando as semelhanças entre as versões do AutoCAD.

A primeira ferramenta que abordo nessa série de vídeos é o já conhecido e útil Array. O Array no AutoCAD para Mac é exatamente igual a sua versão Windows, servido para os mesmos propósitos, inclusive com os mesmos tipos de opções. No caso, existem dois tipos de Array que são o Polar e o Rectangular, especializados em gerar cópias usando pólos ou então matrizes.

O vídeo abaixo mostra o funcionamento do comando Array dentro do AutoCAD 2011 para Mac:

O primeiro passo demonstrado no vídeo é a criação de um elemento básico representado por um quadrado, criado usando o comando Rectangle. O modo de ativação do comando é exatamente o mesmo do Windows, podendo ser realizado por meio de um ícone na barra de ferramentas do AutoCAD, ou então por meio do atalho de teclado REC.

Os ajustes realizados no painel de configuração do Array são simples e as opções para cada tipo de Array mudam:

  • Array polar: Precisamos escolher a quantidade de cópias e o ponto que será usado para distribuir os objetos na forma de um círculo. Ainda é possível ajustar o ângulo que será usado para distribuir os objetos.
  • Array Retangular: A outra opção do Array exige a escolha da quantidade de linhas e colunas que serão usadas para distribuir os objetos, e também a distância entre cada um dos objetos.

Como você pode perceber pelo uso da ferramenta, o modelo de aplicação do Array no AutoCAD para Mac é exatamente igual ao que é usado em Windows, facilitando muito a migração de qualquer usuário.