Dicas de animação usando o Autodesk Maya

A parte mais complexa e trabalhosa de uma animação é sem dúvida a parte de finalização, que é o momento em que o talento dos animadores realmente acaba transparecendo. É nesse momento que os artistas precisam abrir o editor de curvas para ajustar a posição de keyframes e fazer com que curvas de animação representem da melhor forma possível a ação realizada na animação. Para ajudar na tarefa de finalização de animações os artistas precisam de todas as ferramentas disponíveis no software 3d, para que seja mais fácil de localizar os pontos em que os ajustes são necessários.

Dicas de animação com o Autodesk Maya 2012

Se você trabalha com o Autodesk Maya para criar animações, o tutorial abaixo é uma ótima demonstração de como funcionam duas dessas ferramentas auxiliares, que ajudam a editar o movimento de objetos. A primeira ferramenta demonstrada é o chamado Ghosting, que consiste na representação de quadros intermediários da animação, permitindo que o artista localize pontos que destoem da sequência desejada de animação. Em algumas ferramentas esse método de edição é conhecido como Onion Skin.

Existe uma boa gama de opções para o Ghost que está localizado no menu Animate. Esse menu só aparece se selecionarmos o Shelf Animation no Maya. No vídeo o autor utiliza o Ghost para mostra a trajetória dos cones que formam uma animação simples de deslocamento. O mesmo princípio aplicado em outros objetos mais elaborados como braços e até corpos inteiros de personagens, ajuda bastante na edição de movimentos compostos.

A segunda ferramenta apresentada no vídeo é o motion trail, que nada mais é do que a criação de uma linha que representa visualmente a trajetória de qualquer objeto animado. O princípio é semelhante ao que usamos quando criamos uma animação em que os objetos devem percorrer um caminho definido por linhas, mas apenas oposto. Agora, o movimento é criado de maneira livre e depois criamos a linha representando a trajetória.

Para os artistas e animadores que usam o Maya para seus projetos, essas ferramentas são muito interessantes para ajustar animação.

Download gratuito do Maya 2012

Quem quiser pode fazer o download gratuito do Maya e qualquer software da Autodesk para fins educacionais, bastando para isso ser aluno inscrito ou matriculado em cursos de qualquer instituição de ensino. É só realizar o cadastro na área educacional da Autodesk.

Tutorial Maya: Criando um pé reverso para animação de personagens

A construção de uma estrutura de controle para personagens virtuais é uma das tarefas mais trabalhosas em computação gráfica 3d, pois dependendo do personagem, pode ser necessária uma grande quantidade de ajustes para conseguir bons efeitos e controles no personagem para animação. Quando trabalhamos com personagens bípedes ou que tenham pés articulados como os humanos, um dos tipos de ajuste que os animadores sempre procuram realizar é o do chamado pé reverso. Esse tipo de ajuste é evidentemente focado no controle e articulação dos pés dos personagens, e seu intuito é basicamente o de ajudar na animação.

A imagem abaixo mostra um exemplo da configuração da perna de um personagem usando o Reverse Foot. A imagem foi criada usando o Blender 2.4x e ilustra bem o conceito do pé reverso. Muitos animadores ainda tentam reproduzir a estrutura dos ossos de um personagem, seguindo a sua fisiologia real. Isso está completamente errado, pois mesmo sendo biologicamente correto, o processo de animação não é facilitado com o uso desse tipo de configuração.

ikReverseFoot.jpg

Como criar um pé reverso para personagens no Autodesk Maya?

A criação desse tipo de configuração de ossos não é simples em nenhum software 3d, pois é necessária uma grande quantidade de ajustes e constraints, mas no vídeo abaixo que está dividido em duas partes, você vai aprender a criar esse tipo de configuração nos bones do Maya e aplicar os constraints corretos para criar o pé reverso.

O segredo para conseguir criar um pé reverso em qualquer software é visualizar com antecedência o que cada bone vai fazer no conjunto completo do pé. Portanto, é muito importante que você faça uma boa pesquisa por referências sobre o Reverse Foot no próprio Youtube, procurando por exemplos de pés já criados por outros artistas. Nos vídeos apresentados como exemplo desse artigo, o artista segue esse mesmo princípio, mas criando a estrutura com o Maya em mente.

A parte complicada do pé reverso são os bones de controle que precisam ser ajustados para controlar o movimento e a rotação da estrutura. Depois que o Rig está pronto, podemos perceber como é fácil animar um personagem usando esse ajuste do pé reverso.

Download gratuito de rigs completos para Maya

O estudo de animação com personagens é uma das partes mais complexas da computação gráfica, por misturar grande quantidade de conhecimentos técnicos e sensibilidade para artes cênicas. Nas minhas aulas sobre animação de personagens, a pior parte é fazer com que todos os alunos consigam criar um personagem, mesmo que simples, para começar a trabalhar em 3d. O mesmo problema se aplica aos animadores que estão começando a estudar, e precisam de material para praticar animação de personagens sem precisar elaborar a malha e ajustar o esqueleto.

Para isso temos disposição uma série de rigs gratuitos a disposição em diversos web sites. Se você é usuário do Maya e gostaria de estudar animação de personagens com um desses rigs, descobri uma excelente coleção de modelos 3D para o Maya totalmente configurados e prontos para animação.

rigs-gratuitos-autodesk-maya.jpg

A coleção é bem diversificada e apresenta os tradicionais personagens antropomórficos que são encontrados na maioria das produções 3d. Já em casos mais exóticos temos carros controlados por diversos ajustes personalizados que permitem trabalhar de maneira muito eficiente com deformações, e também figuras mais voltadas para ficção científica. Por exemplo, um dos modelos mais legais que selecionei na lista é uma mistura de helicóptero com escorpião totalmente configurado e ajustes para trabalhar imediatamente na animação.

Existe até mesmo um modelo do homem-aranha pronto para animação!

Como a quantidade de opções é grande, recomendo que você aproveite ao máximo, mas escolha apenas alguns para praticar. Cada um dos personagens apresentados nessa lista tem controles e configurações próprias, o que demanda um pouco de tempo para aprender o funcionamento e mecânica dos seus movimentos. Portanto, caso você nunca tenha usado esse tipo de personagem é importante escolher apenas um deles para começar.

Além de aprender a metodologia usada pelo artista para conseguir reproduzir a mesma configuração nos seus personagens com engenharia reversa, será possível aplicar de imediato conceitos de animação para gerar movimento com esses personagens. Assim você pode pular a fase incômoda de modelar um personagens e configurar todo o seu movimento, apenas para poder estudar e praticar animação. Com essa quantidade de opções, agora você não tem mais desculpa para deixar de praticar.