Tutorial SketchUp e Photoshop: Render noturno de arquitetura

A renderização de cenas noturnas é pouco usual e geralmente só é solicitada em projetos quando o mesmo envolve layouts especiais de luzes, que precisam ser demonstradas para clientes ou pessoas interessadas na contratação do projeto arquitetônico. Mas, nem por isso é correto afirmar que um profissional da área não precisa saber trabalhar com as técnicas e recursos necessários para gerar imagens noturnas. Com o SketchUp é muito fácil gerar modelos 3d e vistas para auxiliar em projetos arquitetônicos. A parte de renderização realista deixa um pouco a desejar, mas isso pode ser contornado com o uso de softwares como o Indigo, V-Ray e SU Podium.

Mas, será que é realmente necessário usar esse tipo de renderizador para gerar imagens realistas, principalmente vistas noturnas? Bem, se o objetivo for simular iluminação real com perfis IES não tem solução, e será preciso trabalhar com esse tipo de ferramenta. Nos casos em que a visualização não demandar de informações precisas de luminotécnica, podemos partir para a edição de imagens mesmo.

Essa semana encontrei um tutorial sobre render noturno com SketchUp e Photoshop. O processo é bem simples e pode ser até mesmo reproduzido em ferramentas como o GIMP que é gratuito.

sketchUp-Tutorial-noturno-arquitetura.jpg

O processo é bem simples para quem conhece o funcionamento do Photoshop e os seus efeitos de camada, principalmente na aplicação de transparência. A técnica consiste na criação de duas imagens no SketchUp, usando o recurso do X-Ray para ajudar a representar as aberturas transparentes. Depois no Photoshop são isoladas as partes relacionadas com abertura para que possam ser montadas sobre outro render sem modificações.

A parte escura da renderização noturna é gerada com a modificação das cores da imagem, e posteriormente também a montagem sobre outra imagem mais clara gerada no SketchUp. No final temos um efeito bem convincente, mas não realista, de uma cena noturna para arquitetura. Todas as ferramentas usadas no Photoshop para esse tutorial estão disponíveis no GIMP, ficando fácil de reproduzir o efeito no software.

Sem precisar de efeitos avançados para gerar imagens noturnas, pudemos gerar essa imagem quase no estilo NPR para arquitetura, em pouquíssimo tempo e sem demandar altos tempos de render.

Plugins para incrementar o uso do SketchUp 8

O uso do SketchUp como ferramenta para modelagem pode ser aceitável para a grande maioria dos usuários que estão ainda começando a ter contato com ferramentas 3d, mas pode por outro lado acabar frustrando usuários mais avançados. É verdade que as suas ferramentas de modelagem baseada em subdivisão atendem a maioria das demandas do seu público, voltado para a representação de projetos arquitetônicos, mas até mesmo em arquitetura precisamos em alguns projetos de opções mais flexíveis de modelagem. Para atender a essa demanda no SketchUp, podemos adicionar uma série de plugins ou scripts que implementam novas opções de modelagem e até mesmo animação.

Nessas últimas semanas reuní vários scripts que foram atualizados ou disponibilizados para o SketchUp 8, permitindo que usemos a versão mais nova do software com scripts atualizados.

A lista abaixo relaciona os plugins com os respectivos links para download:

  • SketchUp 8 – Driving Dimensions 1.4 (Pago): Ferramenta que permite adicionar controles paramétricos baseados nas dimensões do SketchUp. O script foi atualizado para a versão 8 do software.
  • SketchUp 8 – Simple Shell (Gratuito): Esse script permite fazer um extrude usando o volume dos objetos, possibilitando que os usuários criem domos ou esferas vazadas.
  • SketchUp 8 – Keyframe animation (Pago): Com essa ferramenta é possível trabalhar com um sistema de animação semelhante ao que temos em softwares como o Blender ou 3dsmax, em que adicionamos quadros-chave para transformar objetos. Por exemplo, podemos deslocar um determinado objeto pela tela adicionando keyframes em pontos diferentes do tempo.
  • SketchUp 8 – OBJexporter (Gratuito): Os usuários que aproveitam a facilidade do SketchUp para elaborar modelos que são finalizados em ferramentas como o 3dsmax, Maya, Blender ou outros devem gostar desse novo script. Seu objetivo é converter os modelos do SketchUp 8 na extensão OBJ. Esse não é o primeiro script a realizar esse tipo de tarefa, mas segundo o autor da ferramenta, a atualização do script está muito melhor.

Essas são apenas algumas das opções de scripts para turbinar o seu SketchUp 8 com opções inexistentes na versão nativa do software. Claro que algumas das mais completas e úteis acabam sendo pagas, mas para quem aposta no SketchUp como ferramenta de modelagem principal, o ganho em tempo e flexibilidade na ferramenta pode garantir o retorno do investimento feito na compra do script.

Tutorial SketchUp: Preenchimento em paredes

Na representação de projetos envolvendo arquitetura a presença de diversas peças gráficas é de grande importância para ajudar no entendimento da edificação. A quantidade e qualidade dessas peças é diretamente proporcional ao entendimento que pessoas externas ao grupo de design tem sobre a sua forma e organização. Entre essas peças gráficas está o chamado corte. A importância dessa peça gráfica está no fato de possibilitar a visualização interna do projeto, como partes críticas envolvendo escadas ou outros elementos construtivos. No SketchUp podemos criar esse tipo de representação de maneira bem simples, usando ferramentas próprias para isso.

Mas, ainda é necessário trabalhar com o preenchimento das áreas em corte para destacar a visualização. O tutorial abaixo mostra duas técnicas para adicionar esse tipo de preenchimento em paredes cortadas com a ferramenta section do SketchUp. O tutorial aproveita uma propriedade interessante dos planos no SketchUp, que é a de receber cores de maneira independente em lados opostos.

O vídeo começa mostrando um pouco de como fazer esse tipo de corte usando a ferramenta section que é fácil de usar. Depois o autor aponta as paredes resultantes e explica o procedimento, que será o de adicionar cores sólidas nas áreas vazadas da parede.

A primeira técnica envolve o uso da ferramenta de pintura, o balde, que pode ser usado para pintar faces de maneira individual. Para pintar as faces internas, inclusive as que estão conectadas a essa superfície, podemos manter a tecla CTRL pressionada enquanto acionamos a ferramenta sobre qualquer uma das superfícies internas da parede. Isso resulta no preenchimento das faces com a cor escolhida, nesse caso a cor preta.

O segundo método usado pelo autor do vídeo para trabalhar o preenchimento envolve o uso painel Styles do SketchUp, em que podemos alterar os parâmetros do estilo usado para gerar o mesmo efeito.

Ambos os métodos são válidos e podem gerar ótimos resultados, principalmente se você pretende trabalhar com pranchas impressas no Layout. Os métodos funcionam muito bem no SketchUp 8. E pensar que antigamente esse tipo de ilustração precisava ser pintada com nanquim em folhas de papel vegetal.