Demo reel do Blender na Siggraph 2011

A Siggraph que foi realizada no início desse mês representa o melhor espaço para divulgar os trabalhos produzidos por qualquer software 3d, e com o Blender não é diferente. Com o tempo devo publicar aqui no blog todos os demo reels das ferramentas 3d mais importantes do mercado como 3ds Max, Maya, Cinema 4D e todas as outras que aproveitaram a Siggraph para divulgar seus projetos. No caso do Blender a coisa não é diferente, e o pessoal da Fundação Blender organizou uma compilação de projetos criados com o Blender, para exibir ao público durante a feira e agora o material está no Youtube.

O vídeo abaixo é uma excelente demonstração de projetos que representam bem o que pode ser criado com o Blender, sendo alguns deles apenas experimentos de animação e outros são todos destinados a uso comercial como material publicitário.

Os créditos da Demo Reel vão para Mike Pan

Como muitas pessoas me perguntam sobre material criado com o Blender para fins de demonstração em palestras e eventos, agora posso apresentar esse vídeo junto do material que já costumo mostrar sempre que tenho a oportunidade de ministrar apresentações sobre o Blender.

Se você ficou interessado em aprender a usar o Blender, essas são algumas opções que você tem para aprender a usar o software:

  • Curso Básico de Blender – Esse é um curso online totalmente gratuito que você pode começar a fazer agora mesmo, bastando para isso visitar o EAD – Allan Brito e depois de se cadastrar é só entrar no curso e começar a assistir aos vídeos.
  • Curso de modelagem poligonal com Blender – Em 3d tudo acaba começando com um modelo 3d que será posteriormente animado. Nesse curso sobre modelagem poligonal, você aprende a trabalhar com modelagem no Blender, usando uma metodologia idêntica a que foi usada no curso Básico de Blender. O curso requer uma inscrição.
  • Curso de animação 3d com Blender – Com os modelo 3d prontos é necessário animar esses elementos para conseguir criar movimento. O curso aborda as ferramentas de animação do Blender com uma visão mais generalista, aproveitando todos os aspectos envolvidos no processo para conseguir gerar movimento e ter controle sobre os aspectos técnicos da animação. O curso também requer inscrição.
  • Livro Blender 3D: Guia do Usuário (Quarta edição) – O livro é a obra mais completa sobre o Blender do ponto de vista do usuário, pois aborda nas suas quase 500 páginas praticamente todo o Blender. São explicadas as técnicas de animação, modelagem 3d, partículas, curvas, Render, Materiais, Texturas e muito mais.
  • Livro Blender 3D: Jogos e animações interativas – Por último, o meu mais recente livro sobre a parte relacionada com a criação de jogos com o Blender. O livro mostra como é possível aproveitar os chamados blocos de lógica do Blender, para criar jogos sem precisar conhecer programação.

Tutoriais e exemplos para design de interiores com Blender 3D e YafaRay

O YafaRay está ganhando cada vez mais espaço entre os usuários do Blender 3d, pelo conjunto de qualidade e velocidade na renderização que são fundamentais para qualquer ambiente de produção. Com o YafaRay é possível usar opções avançadas de iluminação como Path Tracing e Photon Mapping que permitem criar imagens com excelente qualidade e realismo. Que tal aprender um pouco mais sobre como configurar o Blender 3D e YafaRay para gerar imagens realistas, principalmente para representação de projetos de design para interiores? Nas últimas semanas uma série de tutoriais e imagens foram publicadas em web sites e fóruns, mostrando exemplos do que podemos fazer com o YafaRay e o Blender 3D.

O primeiro exemplo mostra a renderização de uma sala de estar usando como base de configuração o Photon Mapping, que por sinal será usado em todos os outros dois exemplos apresentados nesse artigo. O Autor do projeto publicou o trabalho nos fóruns de usuários do Blender 3D, mostrando o resultado na forma de uma renderização apenas. No que se refere a modelagem 3d, o autor não explica os procedimentos ou dicas de como o modelo 3d foi criado, mas mostra as configurações usadas no YafaRay para chegar nesse resultado. Além da imagem estática, também podemos conferir uma pequena animação usando a cena.

blender3d-yafaray-render-interiores.jpg

O autor da imagem se chama Gabich

O próximo exemplo é a renderização de um escritório, que apresenta texturas e modelos 3d bem trabalhados passando a impressão de superfícies bem gastas e antigas. O autor desse trabalho apresenta diversas renderizações dos blocos 3d usados para compor a cena, mas não demonstra as configurações ou ajustes usados para conseguir o resultado no YafaRay. Mesmo sem essas informações, a cena é um excelente exemplo de como podemos conseguir bons resultados usando blocos em resolução mediana, como é possível perceber pelas imagens no link indicado.

Por último, o mais detalhado dos tutoriais mostra passo a passo como modelar e configurar uma cozinha completa no Blender 3D e YafaRay, usando também a técnica do Photon Mapping. Em termos de informação, esse é o melhor tutorial dos três, por apresentam em diversas imagens os passos necessários para criar a cena e também a configuração dos pontos de luz e o painel de renderização do YafaRay.

Para finalizar os assuntos relacionados ao YafaRay, não deixe de visitar esse link para conferir o terceiro concurso anual de renderização usando YafaRay. O concurso é organizado por membros da equipe que mantém o YafaRay.

Simulação de líquidos e fluidos com o Blender 3D

A ferramenta de simulação de fluidos do Blender 3d é tão poderosa que muitos artistas que nunca tinham usado, ou pensado em usar o Blender, agora estão recorrendo ao software para elabora as suas animações, quando o assunto envolve algum tipo de fluido ou líquido. Esse tipo de software como parte de plugins é muito caro e pode inviabilizar projetos pequenos, caso o artista não tenha uma ferramenta como o Houdini que já conta com uma opção poderosa para simular fluidos de maneira nativa, a solução é recorrer ao Blender ou colocar a mão no bolso.

Nesse caso, você já pode imaginar a opção que alguns artistas estão preferindo usar. Sim, o Blender começou a ganhar destaque entre produtoras de animação, quando aparece alguma necessidade especial em simulação de fluidos. Mas, será que essa ferramenta é realmente poderosa? Quais os tipos de animação que o Blender consegue fazer?

Um vídeo muito interessante mostra uma compilação de animações, todas elaboradas com o Blender 3D e seu simulador de fluidos. Apesar de não parecer em nada com um tutorial, apenas uma demonstração, ainda e possível aprender um pouco com ele, principalmente se você já sabe um pouco de Blender.

O vídeo está em boa resolução e com uma trilha sonora:

No total os vídeo somam aproximadamente três minutos, mas segundo o autor as animações que fazem parte da demonstração levaram em torno de três meses para serem finalizadas. Antes que você abra o Blender 3d e tente fazer as suas próprias animações, devo alertar que esse tipo de simulação requer muito poder de processamento para que seja criada. E quando falo de simulação, não estou me referindo ao render, mas sim da criação da geometria que representa os fluidos.

Como é que as simulações de fluidos funcionam no Blender?

Para entender o seu funcionamento, podemos dividir uma simulação de fluidos em três partes:

  • Domínio: Essa é a parte do ambiente 3d do Blender em que a simulação vai acontecer. No vídeo de demonstração podemos perceber o contorno de uma área em forma de cubo, quando o fluido se espalha pelo cenário, ele acaba esbarrando e não passa desse limite. Para que seja possível calcular a simulação, você precisa delimitar esse domínio. Quanto maior ele for, mais objetos e possibilidades de interação a simulação apresenta.
  • Fluido: O objeto alvo da simulação, pode muito bem ser representado por uma primitiva geométrica como um cubo ou esfera, como acontece no vídeo ou então ser criado dinamicamente. Nesse caso um objeto funcionaria como criador do líquido, como acontece com uma torneira.
  • Obstáculos: Além dos próprios fluidos, outros objetos 3d podem servir como obstáculos para a simulação.

Esses são os três principais componentes de uma simulação com fluidos no Blender 3D. Tudo isso é configurado em apenas um único painel chamado Fluids.

Podemos reparar na imagem, que as configurações dos três itens estão bem visíveis e destacados. Depois que tudo isso estiver configurado, basta determinar uma resolução alta e pressionar o botão BAKE.

Então, tudo vai depender da velocidade do seu computador.