PAP: Ferramenta gratuita de animação 2D

A animação 2D é sempre tema de discussões entre meus alunos nas minhas aulas sobre animação, principalmente quando o assunto envolve o papel do 3D nesse tipo de produção. Além do envolvimento claro dos softwares 3D nessa área, temos a dificuldade em encontrar pacotes de software gratuitos para estudar ou então que permitam o trabalho por longos períodos de tempo. Mesmo opções com o Toon Boom Personal Learning Edition, precisamos de um software que permita a longo prazo com animações 2D com custo acessível. Uma dessas ferramentas usadas para produzir animações 2D no computador é o PAP, que recentemente teve uma alteração importante no seu modelo de licença.

Já faz alguns dias que os desenvolvedores do Plastic Animation Paper que é conhecido também pelo acrônimo PAP, ganhou uma versão totalmente gratuita. Sim, além do Toon Boom PLE, podemos aproveitar o PAP para criar animação 2D sem custo algum. A versão do software disponível para download é compatível apenas com o ambiente Windows, mas já é de grander ajuda para os animadores nesse tipo de software. A melhor parte desse novo modelo de licença do PAP é que ela não é restrita apenas aos estudantes.

Mas, o Plastic Animation Paper é bom para trabalhar com animação?

A ferramenta é bem simples e com uma interface limpa e direcionada para o desenho baseado em ilustração. A primeira coisa que o PAP tenta fazer quando executamos o software é localizar uma tablet para desenhar. Mesmo que você não tenha uma, o mouse pode substituir sem problemas o dispositivo pata trabalhar com ilustração.

ferramenta-gratuita-animacao-2d.jpg

Depois de iniciar a ferramenta, precisamos começar a inserir as ilustrações usando os discretos comandos e ferramentas do PAP. Na parte superior da interface existem botões com o nome U1 até U4 que acionam todas as ferramentas de desenho e manipulação. Para quem está acostmado com ferramentas de desenho vetorial, pode parecer estranho logo no início, mas com o tempo é possível adquirir a prática necessária.

No que se refere a produtividade e agilidade na produção, o Toon Boom ainda é melhor e mais indicado para produções comerciais de grande porte, mas nos casos em que o objetivo é apenas trabalhar com pequenas animações ou mesmo estudar, o PAP é mais que suficiente para suprir a demanda de animadores e artistas interessados na arte de criar quadros com pequenas diferenças de traço, para criar movimento.

Atualização: Agradeço ao leitor ZZDas pela dica.