Tutorial Blender: Criando um copo com líquido

A renderização de superfícies e materiais que simulam líquidos é um desafio interessante para qualquer artista 3d, pois esse tipo de material agrega vários efeitos óticos avançados, e muita coisa pode atrapalhar a visualização realista desse tipo de objeto. Se o líquido estiver dentro de um recipiente transparente a coisa pode ficar ainda mais complexa, pois a superfície do líquido acaba se mesclando com a do recipiente transparente, e pequenos defeitos aparecem na renderização.

Se você nunca tentou simular esse tipo de material e cena no Blender, encontrei um tutorial em vídeo que pode ser de grande ajuda. No vídeo o autor cria um copo de vidro com uma quantidade de líquido dentro, representando o que seria leite.

O vídeo é bem curto e pode ser acompanhando de maneira muito simples, mesmo por usuários com pouca experiência com Blender, mas com algum conhecimento básico sobre as ferramentas.

A modelagem do copo e do líquido é o segredo para conseguir um bom resultado nesse tipo de situação, e o autor consegue resolver esse problema de maneira engenhosa, por meio de um conjunto de ferramentas do Blender. Primeiro é criado o perfil do copo usando curvas para conseguir arcos mais arredondados para os cantos do copo, que em seguida são convertidos para polígonos. A conversão é necessária para que seja possível usar o Spin e gerar a superfície do copo.

Com a superfície criada o próximo passo é fazer a separação do volume que irá representar posteriormente o volume do líquido, e nesse tutorial esse líquido tem as propriedades de leite.

Uma opção muito útil do Blender e que poucas pessoas conhecem é o separate, acionado no modo de edição com a tecla P. Ao selecionar qualquer parte de um polígono e pressionando essa tecla, podemos criar novas partes de um polígono com base na seleção. Em várias situações de modelagem esse tipo de ferramenta ajuda de maneira significativa a compor novos polígonos!

No final do tutorial o autor aplica o material que irá representar o leite, e fazendo uso do preset de Subsurface Scattering para o leite, a coisa fica bem rápida de configurar! Com a cena pronta, é possível alterar o tipo de material do líquido para visualizar efeitos diferentes de transparência.

Novo shader para criar vidro jateado no Blender 3D e YafaRay

Assim que já havia comentado aqui no Blog quando publiquei um artigo sobre o uso de luzes fotométricas no YafaRay, o renderizador que melhor se integra com o Blender 3D está com uma versão em desenvolvimento apresentando diversas novidades e novas opções. Entre as opções na área de materiais e texturas encontramos um novo shader que deve melhorar bastante da representação de vidro jateado. Esse tipo de superfície de video é muito usada em projetos de design para interiores e visualização para arquitetura. O shader se chama Rough Glass e tem exatamente o objetivo de representar superfícies transparentes com pequenas deformidades na sua composição.

O painel do novo shader pode ser visualizado na imagem abaixo:

yafaray-vidro-jateado-design-interiores-01.jpg

Como fazer para testar esse shader? Se você quiser fazer o download da versão experimental do YafaRay, visite esse endereço e faça o download do instalador próprio para seu sistema operacional, existem versões para windows (32 bits) e Mac OS X. Sempre é importante lembrar que essa é uma versão experimental e que não deve ser usada para abrir arquivos importantes, pois os dados podem ficar corrompidos. Outro detalhe que deve ser levado em consideração é que você precisa desinstalar qualquer versão anterior do YafaRay, para que esse build funcione. Nesse artigo estou usando o build 420.

O procedimento para criar vidro jateado é bem simples com o uso desse shader, pois basta aplicar o material em qualquer superfície e configurar o valor do IOR e Exponent. A imagem abaixo mostra como a alteração dos dois parâmetros pode resultar em vidro com mais ou menos transparência:

yafaray-vidro-jateado-design-interiores-02.jpg

Para conseguir um bom efeito de luminosidade no painel de vidro, é interessante adicionar uma fonte de luz na parte posterior da cena. Nesse caso, precisei adicionar uma Area Light próxima a parede no fundo da cena, caso contrário a iluminação fica muito escura no vidro. Como essa é uma versão experimental do YafaRay, espere por pequenos problemas ao testar o renderizador, como pequenos pontos pretos na cena. Isso aconteceu comigo ao misturar vários planos transparentes na mesma cena.

yafaray-vidro-jateado-design-interiores-03.jpg

Isso é perfeitamente normal e deve ser corrigido ao longo do desenvolvimento do renderizador. Espero que com o tempo o YafaRay ganhe mais shaders que ajudem na composição dos materiais, ao menos para se equiparar ao LuxRender na variedade de opções que temos disponíveis para criar materiais e texturas.

Caso você tenha curiosidade, esses renders de teste foram todos realizados usando Photon Mapping como método de renderização.

Renderizando vidro colorido no Blender 3D e YafaRay para arquitetura

A renderização de grandes superfícies de vidro em projetos que envolvem visualização para arquitetura é algo perfeitamente comum, principalmente quando o contexto do projeto envolve a representação de ambientes comerciais. Para residências esse tipo de superfície não é tão aproveitado. Como é possível configurar esse tipo de superfície em projetos que usam o Blender 3D e YafaRay? O efeito desejado para esse tipo de representação no projeto é que a luz mude de cor ao passar pelo vidro colorido, o que inevitavelmente vai acabar alterando a iluminação interna do projeto. Esse é um efeito que até pouco tempo atrás era um pouco complicado de conseguir no YafRay, mas com os novos recursos apresentados com a nova versão do renderizador fica relativamente simples de reproduzir.

Para demonstrar a técnica e visualizar melhor o efeito, podemos utilizar a cena abaixo para testar as configurações do vidro:

blender-yafaray-vidro-colorido-renderizacao-01.jpg

A cena em si é simples e demonstra apenas um ambiente interno que na sua parte frontal, voltada para a luz do sol, apresenta uma grande superfície composta por duas partes de vidro e uma área vazada no meio. Essa mesma cena poderia muito bem representar a fachada de uma loja ou área comercial, com a visualização pela parte interna.

Agora, vejamos o resultado da renderização com uma configuração simples para o vidro.

blender-yafaray-vidro-colorido-renderizacao-02.jpg

O vidro influencia a maneira como a luz se espalha pelo ambiente interno, fazendo com que nas laterais da área marcada pela superfície de vidro tenha intensidade diferentes. O próximo passo é alterar a cor do vidro no YafaRay, que pode ser feito com o ajuste no parâmetro Filter Color do material. Nesse caso, a cor foi alterada para uma tonalidade verde bem suave.

Veja o resultado da renderização:

blender-yafaray-vidro-colorido-renderizacao-03.jpg

Para melhorar ainda mais a representação de vidro colorido e as sombras geradas pela passagem da luz pelo vidro colorido, podemos usar dois parâmetros importantes do YafaRay. Na configuração dos materiais, podemos acionar o botão Fake Shadows para o vidro e na configuração do render, acionamos a opção Transparent Shadows. Isso fará com que a cor do vidro seja calculada na projeção das sombras, resultando na imagem abaixo:

blender-yafaray-vidro-colorido-renderizacao-05.jpg

blender-yafaray-vidro-colorido-renderizacao-04.jpg

O resultado é a melhor representação das sombras fica muito melhor definida com esse recurso habilitado, simulando uma representação de sombras geradas com Raytracing. O melhor seria uma opção que usasse soft shadows para suavizar o resultado, mas esse é um resultado bem mais realista que o encontrado anteriormente. Com esse conjunto de recursos é possível criar visualizações muito realistas e de excelente qualidade para ambientes comerciais, usando o Blender e YafaRay.

Configurando vidro para visualização arquitetônica no Blender 3D e LuxRender

A configuração das aberturas em uma maquete eletrônica é fundamental para renderizar ambientes internos, pois é por essas aberturas que a energia luminosa pode entrar nos ambientes e simular de maneira efetiva o que acontece no mundo real. Até pouco tempo atrás esse tipo de simulação era deveras complicada ou trabalhosa no Blender 3D, caso o renderizador usado fosse o YafRay. Hoje a situação é bem diferente e temos opções específicas para configurar esse tipo de abertura em renderizadores como o LuxRender. O problema todo é que os vidros existentes nessas aberturas precisam deixar que o máximo de energia luminosa passe por eles, e ao mesmo tempo proporcionar reflexos e outros efeitos óticos dos vidros.

No LuxRender é possível encontrar uma opção bem interessante no painel de configuração dos materiais do tipo Glass, que é o botão chamado Architecture. Os materiais de vidro que são configurados com essa opção, se comportam de maneira exatamente igual em termos de reflexão, mas deixam muito mais energia luminosa passar. O botão que aciona esse comportamento especial dos objetos do tipo Glass é mostrado nessa imagem abaixo:

Blender3D-LuxRender-Design-Interiores-Render-01.png

Quer ver a diferença?

Para mostrar a diferença entre os dois modos de configuração dos materiais do tipo vidro, resolvi fazer um render bem simples usando como foco do cenário um painel de vidro. No primeiro render a imagem foi gerada sem o uso de nenhum tipo de configuracão especial para o vidro. É um material do tipo Glass padrão.

Blender3D-LuxRender-Design-Interiores-Render-02.jpg

Repare que a luz é interrompida pelo vidro e nas bordas do objeto 3d encontramos o desvio de trajetória dos feixes de luz, característicos de materiais transparentes.

Agora, para mostrar o efeito que a opção de vidro para arquitetura tem sobre o render, usei a mesma cena com a única diferença de ter acionado o botão architectural na configuração do material.

Blender3D-LuxRender-Design-Interiores-Render-03.jpg

Nesse último render é possível perceber que a luz passa pelo plano praticamente sem sofrer nenhum tipo de deformação ou desvio, fazendo com que esse tipo de painel colocado como vidro em janelas ou outras aberturas, proporcione níveis excelentes de iluminação para renderização de interiores. Agora você já sabe como é possível configurar esse tipo de elemento e renderizar maquetes eletrônicas com o LuxRender.