Modelagem 3d aeronáutica com Alias Studio

A modelagem 3d de objetos com perfil mais industrial é bem diferente da que estamos acostumados para projetos que abordam apenas visualização. Entre as principais diferenças é a da escala e fidelidade nas curvas e formas do objeto, pois nos projetos que são apenas visualizados isso não é importante, ficando apenas a cargo do artista mostrar as proporções corretas na imagem. Já nos casos em que o mesmo objeto deve ser usado para produção em larga escala e com detalhes milimétricos, a fidelidade com que reproduzimos as curvas podem determinar o sucesso ou fracasso do projeto. Sim, pois o planejamento errado do objeto 3d resulta na calibração errada das máquinas, acarretando a criação de objetos com formato diferente do planejado.

O vídeo abaixo é uma demonstração detalhada de como funciona um dos softwares usados para fazer esse tipo de planejamento industrial, nesse caso o Alias Studio que funciona de maneira parecida como Maya, apresentando inclusive diversas semelhanças na interface. No vídeo é possível acompanhar o processo de modelagem 3d usando curvas do nariz de um avião comercial de passageiros.

Essa técnica de modelagem é totalmente diferente das variações que estamos acostumados a usar na subdivisão, em que os modelos 3d são criados com base em primitivas geométricas e depois editados e suavizados até chegar na forma final. Apesar de parecer mais simples de trabalhar, esse tipo de modelagem envolve diversos problemas na manipulação e ajuste das curvas, pois o modelo 3d já é criado com curvas. O nome das curvas usadas pelo artista no vídeo é CV Curves que é muito semelhante a ferramenta NURBS. Existem diversos softwares como o próprio Maya que apresentam esse mesmo modelo de curva disponível para modelagem.

Se a ferramenta dispor apenas de curvas do tipo Spline, o processo de modelagem adotado precisará ser bem diferente pois o funcionamento das Splines difere bastante das curvas NURBS.

Além do Alias Studio que é usado para design de produtos, outro software bem famoso nessa área é o Rhino 3D que é conhecido também como Rhinoceros. Ele funciona como uma mistura do AutoCAD com o 3ds Max, permitindo trabalhar com curvas complexas em NURBS e precisão absoluta por dispor de uma linha de comando, para informar parâmetros e valores para as ferramentas de modelagem.

Interfaces Multi-touch para modelagem 3d?

A evolução das interfaces e dos dispositivos que permitem a interação entre nós usuários e os computadores está em pleno período de transição, para sistemas que devem aproveitar cada vez mais as capacidades dos sistemas sensíveis ao toque. Isso é algo positivo para diversas tarefas, como a manipulação de arquivos e a navegação em vídeos. O mouse ainda será usado por muito tempo, mas para algumas tarefas o uso dos dedos e mãos para manipular objetos ainda será bem difundido e simples de usar. Mas, e para modelagem 3d? Será que poderemos abandonar o Mouse? Já existem algumas iniciativas e tecnologias experimentais que tentam fazer a união entre softwares de modelagem 3d e essas novas interfaces.

O vídeo mostra um software de design industrial chamado SpaceClaim, sendo usado para modelar um personagem robótico:

Como você pode perceber pelo vídeo, a capacidade de modelar um personagem 3d complexo como o apresentado no vídeo não é problema para a interface Multi-touch.

O que você achou do vídeo? Esse será o futuro?

A minha única preocupação com esse tipo de tecnologia sendo apresentada para interfaces de modelagem 3d é que teremos que usar mais combinações de movimento, como o uso dos dedos em conjunto com movimentos das mão para conseguir alterar o zoom e até mesmo para selecionar partes específicas do modelo 3d. É bem funcionam em termos de prática, mas pode esconder alguns problemas de saúde.

Repare no vídeo que para conseguir executar algumas da tarefas de modelagem 3d simples, o usuário do software precisa realizar movimentos amplos com os dedos e com as mãos também. Esses movimentos demandam que os braços tenham movimentos mais amplos em três direções, e como não podemos apoiar os membros sobre uma mesa ou superfície de suporte, o resultado disso é uma lesão com o tempo. Imagine trabalhar dessa maneira por longos períodos de tempo, com projetos de modelagem e animação mais complexos?

O uso do conjunto Mouse/Teclado ainda deve ser bem difundido entre artistas 3d, pelo menos enquanto esse tipo de modelagem demandar tanto *esforço* físico por parte do artista. Quem sabe um sistema híbrido, que mescla os dois sistemas, seja a solução para evitar esse tipo de lesão.

E você o que acha dessa tecnologia?

As interfaces Multi-touch devem substituir o conjunto Mouse/Teclado nos softwares 3D?(polls)