Simulando oceanos com o Blender 3D

Muita gente se atrapalha um pouco com o modificador Wave do Blender, os usuários costumam achar que esse modificador tem com o objetivo simular superfícies oceânicas, ou de rios com corredeiras. Seria ótimo se ele pudesse fazer isso, mas ele tem como objetivo simular movimentos cíclicos, semelhantes a ondas. Um ótimo exemplo do uso desse modificador em animação é o espermatozóide animado, que aparece no DVD do Mancandy. O Bassam explica muito bem a aplicação desse modificador para criar o efeito da cauda balançando em ciclos constantes com esse modificador.

Bem, esse artigo não é sobre o modificador Wave, mas sim sobre uma ferramenta experimental que acabou de ser disponibilizada em caráter de teste para o Blender 3D. Essa ferramenta é um simulador de oceanos! Na verdade é uma textura procedural, especialmente projetada para que ao ser aplicado como textura e com Displacement, ela produz superfícies semelhantes à água.

A textura foi desenvolvida para um estúdio de animação, que precisava realizar várias tomadas com animações de mar, como o Blender não tinha nada parecido com isso, eles simplesmente desenvolveram a ferramenta. Essa é a vantagem de ser software livre.

Como é que isso funciona? Eu fiz o download da versão de testes no Graphicall.org para testar.

Assim que iniciei o Blender 3D, fui direto à aba das texturas procedurais e lá estava a textura chamada Ocean. Essa é a base para o funcionamento dessa simulação, para minha surpresa a ferramenta não se mostrou tão prática assim. Na verdade ela permite uma composição de várias texturas em camadas, para criar o efeito da água.

Para quem estava esperando uma ferramenta do tipo “Wizard” que conseguia criar as superfícies de água sem maior esforço, pode ficar desanimado. Pelo que pude perceber é apenas mais um tipo de textura, a combinação correta das texturas, com efeitos nos materiais é que vai gerar o aspecto único da superfície.

Se você quiser saber mais sobre como é possível fazer essas texturas funcionarem, recomendo uma visita a esse endereço, lá você pode encontrar vários vídeos e a documentação inicial dessa textura procedural.