Tecnologia de jogos aplicada ao cinema na Lucasfilm

A tecnologia voltada para a produção de jogos digitais avança a passos largos e cada vez mais temos a disposição jogos e ambientes realistas a disposição, principalmente para as pessoas que investem em computadores para fins de entretenimento. Mas, o que você diria se alguém falasse que a tecnologia de jogos é o futuro da indústria do cinema? Pois é, por mais irônico que isso possa parecer, mesmo quando não existe nenhum tipo de rivalidade entre os dois segmentos, é engraçado como a evolução tecnológica encontra aplicações para coisas que até então seriam inimagináveis de conceber. Qualquer pessoa afirmando que a tecnologia de jogos iria tomar de assalto a produção de filmes cinco anos atrás, seria chamada de louca.

Quem está afirmando isso hoje em dia é ninguém menos do que Kim Libreri, o chefe de tecnologia da Lucasfilm, hoje pertencendo a Disney. A empresa afirmou em apresentação que eles já estão testando protótipos de sistemas voltados para captura de movimento, em ambientes regidos por tecnologia de captura de movimento usada em jogos.

Mas, melhor do que descrever o processo é mostrar o vídeo exibido durante a apresentação.

O material mostra muito bem como poderá ser o processo de filmagem de diversas produções cinematográficas no futuro, em que os atores já são inseridos dentro de um cenário virtual com diversos tipos de elementos e “props”. O vídeo demonstra que os ajustes de iluminação, cenário e muito mais podem ser realizados em painéis de controle anexos ao ambiente de captura, e se tudo for configurado de maneira correta, até mesmo a correção de cor e outras características da cena podem ser ajustadas em tempo real.

Hoje a indústria de jogos já superou de longe o cinema em termos de lucros! O último fenômeno de renda foi o aclamado GTA V, que bateu a cada do bilhão de dólares em vendas apenas algumas horas depois do seu lançamento. Um dos últimos filmes a conseguir o feito foi os Vingadores, que levou meses até atingir a marca.

Isso só mostra como o mercado para desenvolvimento de jogos deve crescer ainda mais no futuro, e o campo de trabalho deve se expandir para a área de cinema.

Nova tecnologia de modelagem 3d baseada em imagens

O uso de fotografias como base para a modelagem 3d é algo muito comum dentro de qualquer processo de produção voltado para a criação de objetos em três dimensões. Uma das técnicas mais simples e eficientes para modelar em 3d é com base no posicionamento de imagens no plano de fundo da viewport do software 3d, para que o artista no controle do software possa aproveitar as proporções e referências visuais da imagens para gerar os modelos 3d de maneira rápida. Assim é possível criar estruturas complexas e de proporções para as quais não estamos acostumados de maneira rápida.

Mas, ainda é possível expandir a técnica mais adiante com o uso de softwares especializados na modelagem 3d baseada em imagens 2d, sendo esse o tema desse artigo. Você já ouviu falar de uma ferramenta chamada 3-Sweep? Esse é um software de modelagem 3d que será apresentado em Novembro na Siggraph Asia 2013, que pretende expandir o conceito de modelagem baseada em imagens.

O princípio de funcionamento do software é muito simples, e ele consegue usar uma imagens totalmente 2D e de maneira automatizada, ou quase, gerar objetos tridimensionais. A única interação necessária por parte do usuário para gerar as imagens em 3d é o desenho de alguma guia ou perfil que marque a forma do objeto para o software, depois é só acionar a criação do sólido geométrico.

É tudo automatizado e deve ajudar bastante na construção da forma principal de objetos em 3d. Você pode achar que o vídeo mostra apenas uma tecnologia simplória capaz de modelar apenas formas simples, mas esse tipo de tecnologia apresentada na Siggraph geralmente ainda é experimental, como é o caso do 3-Sweep.

Ainda é cedo para querer uma ferramenta capaz de criar modelos 3d orgânicos como personagens usando apenas fotografias. Isso seria fantástico, mas está longe de acontecer! Já é complicado para muitos seres humanos identificarem detalhes e características de modelos orgânicos, imagine para processos automatizados baseados apenas em fórmulas e processos matemáticos.

Quando surgirem mais novidades relacionadas com tecnologias voltadas para modelagem 3d ou animação na Siggraph, publico aqui no blog. Por enquanto, confira o vídeo do 3-Sweep!

Quer uma lista completa de artigos e projetos apresentados na Siggraph? Esse endereço lista vários deles, inclusive o 3-Sweep.