Guia de deformações para animação 3d de personagens

Para se especializar em animação 3d, especialmente a configuração e criação de personagens virtuais, sempre é importante desenvolver ou procurar conhecimentos sobre anatomia e biomecâcina. Esses conhecimentos aliados aos princípios da animação, podem ajudar muito na realização de projetos usando personagens animados. A grande maioria dos artistas 3d que está começando nessa área, acredita que apenas a configuração dos ossos nos personagens é suficiente para dominar a técnica. Mas, fora a configuração dos ossos e as relações de hierarquia, o que mais é importante? O ponto crítico desse tipo de configuração, muitas vezes deixado de lado no desenvolvimento dos projetos, são as deformações dos modelos 3d causadas pelo movimento dos ossos.

As deformações são realizadas com base em duas coisas pincipalmente, que são o nível de influência que cada osso exerce sobre os vértices do modelo 3d e da topologia do objeto em si. Caso a topologia do modelo não favoreça as deformações desejadas, a modelagem pode precisar ser refeita. Para aliar a modelagem com as deformações do personagem 3d é necessário conhecer um mínimo de biomecânia para planejar o processo de modelagem. Caso você tenha interesse nessa área, existe um web site com uma excelente relação de imagens e guias sobre a maneira com que o corpo humano se deforma durante movimentos comuns, voltado para animação 3d.

guia-animacao-3d-personagens.jpg

Além das explicações sobre as deformações, podemos encontrar diagramas mostrando as partes da modelo 3d que mais se contraem durante a animação. Isso é extremamente importante para a parte de modelagem, pois serve de guia para o artista adicionar mais faces em partes específicas do modelo. A parte dos movimentos relacionados a membros já é complicada, o que dirá então a animação facial.

Ainda estou para encontrar um animador que está começando com animação facial, e que não acabe encontrando dificuldades na dinâmica com que os objetos deformam. Pois, o web site tem uma área preparada para publicar dicas para animação facial. A referência ainda não está completa, mas só de saber que será publicada uma área só para esse tipo de animação, seguindo a mesma linha de raciocínio do resto do material.

Como o material é voltado para a teoria envolvendo movimento de membros e articulações, pode ser usado sem nenhum problema por artistas usando qualquer software.

Tutoriais sobre a física e dinâmica do movimento na animação 3D

A parte técnica dos softwares 3d é relativamente simples de aprender, pois basta conhecer a localização dos botões que adicionam os keyframes e a janela em que editamos as curvas. Com isso você já pode dizer que conhece sobre a parte técnica. Mas, para que consiga realmente produzir uma animação é necessário um mínimo de embasamento artístico, e isso envolve o conhecimento da física e dinâmica relacionada à animação 3d. Um conjunto de tutoriais muito bons, sobre a dinâmica de funcionamento desse tipo de animação envolvendo movimento, pode ser encontrada nesse link. O material está disponível para download no formato PDF, sendo muito bem ilustrado.

tutorial-animacao-fisica-dinamica

Ao chegar à página indicada podemos encontrar dois arquivos para download, que falam sobre os seguintes assuntos:

  • Física do tempo e espaço para animação (timing): O primeiro texto fala sobre o planejamento de keyframes e a relação que o deslocamento dos objetos tem com o tempo na animação. Por exemplo, qual a melhor distância entre dois keyframes diferentes em uma animação? Como isso pode influenciar na mensuração da velocidade? O texto faz uma ótima mistura entre as leis da física que regem o movimento, e como isso pode ser transpassado para a animação 3d.
  • Física do movimento não-linear em animação: Aqui temos outro texto que faz uma abordagem mais direcionada a maneira com que os objetos se movem no espaço. Por exemplo, quando um objeto qualquer despenca de uma mesa, qual é o tipo de trajetória que ele faz? É uma curva? Uma linha reta? Para quem só consegue imaginar as trajetórias de animação em linha reta, esse texto vai trabalhar algumas idéias e conceitos interessantes para melhorar essa animação.

Entre os dois textos, o mais importante para quem está começando a trabalhar com animação é o primeiro, pois a percepção do timing para esse tipo de projeto é muito importante. Como o timing só é dominado com muita prática, o texto corta o caminho da prática oferecendo dicas e opções para planejar o tempo da animação, e a posição dos keyframes antes mesmo de começar o projeto.

Como o material é direcionado para animação de maneira geral, ele é indicado para todos os artistas 3d, independente do software que você use.