Guia de modelagem 3d para criar arestas suavizadas com subdivisão

A modelagem por subdivisão é sem sombra de dúvidas a técnica mais usada para criar modelos 3d na maioria dos softwares, mesmo que seja usada uma das suas derivações como o edge modeling que usa como base a modificação de arestas ao invés das primitivas geométricas. Entre os diversos desafios enfrentados pelos artistas 3d que adotam essa técnica, está a organização correta da topologia e o ajuste da suavidade das arestas. Por exemplo, ao modelar um objeto que precise aparecer no render bem próximo da câmera, o ideal é adicional uma pequena suavização nas arestas para evitar mostrar linhas muito perfeitas. No mundo real esse tipo de aresta perfeita não existe, denunciando a artificialidade do objeto na imagem.

As áreas que mais exigem esse tipo de controle são a modelagem mecânica e também a destinada à visualização de projetos para arquitetura. Mas, todos os projetos envolvendo pequenos detalhes nos modelos 3d inevitavelmente acabam aproveitando esse tipo de técnica.

Caso você nunca tenha feito experiências com esse tipo de modelagem em 3d, pode aproveitar as dicas existentes nessa discussão nos fóruns do web site chamado Polycount, especializado em modelagem 3d para jogos.

modelagem-3d-tecnica-subdivisao-tutorial.jpg

Esse é um tópico do fórum que está aberto desde 2008 e aborda exatamente esse tipo de modelagem 3d, com o controle sobre a suavidade das arestas. Para conseguir controlar a topologia dos modelos 3d nesse nível é preciso organizar o posicionamentos dos edge loops dos modelos de maneira a conseguir o efeito desejado. O que essa discussão no fórum proporciona é uma série de exemplos com a resolução desse tipo de problema.

O funcionamento é bem simples e consiste na apresentação de problemas de topologia por artistas 3d, que recebem dicas de outras pessoas para resolver o problema. Isso é feito de maneira generalista e sem direcionar a discussão para nenhum software em especial, o que faz o link muito útil para todos os artistas 3d, independente do software que você usa.

O material está em inglês, mas como o assunto é bem técnico o uso de tradutores automáticos acaba bagunçando o sentido das explicações. O lado positivo é que os diagramas e explicações ajudam mesmo que seja apenas com a observação dos exemplos apresentados.

MeshMixer: Ferramenta de modelagem 3d gratuita mescla modelos 3d

O processo de criação relacionado com modelagem 3d envolve muita pesquisa e elaboração de material baseado em estudos e desenhos conceituais. Esse é o processo natural, em que criamos modelos 3d inéditos usando imagens ou fotos como referência. Mas, apesar de ser a maneira mais corriqueira para se criar geometria em 3d, ainda é possível fazer outro tipo de operação em que aproveitamos modelos 3d elaborados para projetos já concluídos. Isso pode ser feito na forma de blocos, mais comuns para representar mobiliário, ou mesmo com partes de um modelo 3d. Imagine que você precisa criar um modelo 3d que misture partes de dois personagens para formar um novo objeto.

Isso é perfeitamente possível de acontecer, principalmente quando o objeto da modelagem envolve o uso de modelos 3d com topologia mais geométrica. Com objetos orgânicos, o processo é bem mais complicado de realizar, pois envolve a adaptação dos edge loops do objeto 3d que literalmente podem inviabilizar a animação por deformação da malha usando bones.

Uma ferramenta gratuita muito interessante, promete facilitar o processo de mesclagem desses modelos 3d. A ferramenta se chama MeshMixer e foi desenvolvida como experimento na Universidade de Toronto, por um pesquisador chamado Ryan Schmidt. A promessa da ferramenta é bem simples, permitindo realizar pequenas cirurgias nos modelos 3d, removendo partes indesejadas e trazendo outras partes para o modelo 3d, fazendo automaticamente as ligações. O vídeo abaixo dá um bom exemplo de como a ferramenta funciona:

O download da ferramenta pode ser feito de maneira gratuita no web site em que o autor disponibiliza o MeshMixer, a única coisa que ele pede em retorno são imagens para expor na galeria do MeshMixer.

Apesar de ser uma ferramenta 3d útil, o MeshMixer deve ser usada com cuidado em projetos destinados a animação com base em deformação. No próprio vídeo de demonstração é possível perceber que para conseguir fazer a união das partes desses modelos 3d, a ferramenta faz uso intensivo de faces triangulares na topologia do modelo 3d. Isso resolve a parte visual do modelo 3d, mas ao tentar fazer qualquer tipo de deformação no objeto, o resultado será uma série de deformações com pequenos problemas de topologia.

Na maioria das vezes, ainda será necessário fazer a “costura” dos edge loops das partes envolvidas, para conseguir boas deformações.