Plugin gratuito adiciona tecnologia BIM ao SketchUp

A tecnologia BIM é praticamente um padrão para profissionais que trabalham com desenvolvimento de projetos em arquitetura e engenharia civil, pois a tecnologia permite trabalhar com um modelo 3d da edificação projetada que serve como base para a extração de diversas informações. É um avanço significativo do que existia antigamente como modelagem 3d paramétrica. Nesse tipo de modelagem, estamos criando elementos que são reconhecidos pelo software como sendo paredes e não apenas alguns planos posicionados de maneira paralela em um modelo 3d com base em polígonos. Isso permite atribuir outras propriedades as paredes, tais como materiais e até mesmo revistimentos que podem ser extraídos depois em relatórios que mostram a metragem quadrada das paredes e outras informações das paredes, que são úteis para fazer orçamentos.

Alguns dos softwares que trabalham com a tecnologia BIM são bem conhecidos como é o caso do Revit, ArchiCAD e VectorWorks. Todos eles são proprietários e com versões para estudantes com limitações. Já pensou se fosse possível usar esse tipo de tecnologia em ferramentas gratuitas como o SketchUp?

Plugin gratuito para o SketchUp adiciona tecnologia BIM

O SketchUp possui um plugin gratuito que ainda está em fase de desenvolvimento chamado de BIM Tools, que adiciona muitas opções interessantes a ferramenta, como a capacidade de criar elementos chamados de parades (walls) no SketchUp, ao invés de trabalhar com a criação de planos e sólidos geométricos.

Para fazer o download desse plugin para o SketchUp, visite o endereço do BIM tools. Claro que você pode esperar uma gama de opções bem mais humilde em relação ao que existe em softwares como o Revit, mas já podemos aproveitar algumas opções interessantes para criar paredes e outros elementos no SketchUp.

SketchUp-Bim-Ferramentas-Plugin.gif

Mas, o BIM Tools não serve só como opção para ajudar na criação de objetos. Com ele é possível exportar os modelos 3d criados no SketchUp usando o formato IFC que é compatível com ferramentas que trabalham com BIM. Por exemplo, podemos começar um modelo 3d no SketchUp e exportar o trabalho para o Revit e complementar as informações dos objetos 3d.

O mais interessante é que tudo funciona na versão gratuita do SketchUp, e permite que você trabalhe com uma ferramenta BIM sem custo algum!

Sistema de Mocap para o Blender usando Kinect

A captura de movimento já foi uma grande para animadores 3D, quando a tecnologia ainda estava em desenvolvimento, pois prometia facilitar o trabalho de animação e passava a responsabilidade da performance para os atores, o que é perfeitamente natural, e deixava os animadores com a parte técnica do processo. Os animadores não gostaram de perder a liberdade criativa, e a captura de movimento acabou não oferecendo tantas facilidades técnicas como era previsto. E dependendo da técnica escolhida, podemos ter até mais trabalho para conseguir filtrar os dados gerados pela captura, e principalmente acabar extrapolando os custos destinados ao projeto. Mas, se existe um aspecto aspecto em que a captura é imbatível é na economia de tempo! Podemos fazer muito mais animação usando Mocap (sigla usada para identificar o processo de captura) do que usando animação tradicional, e esse é o motivo que leva inúmeros projetos a apostar na tecnologia.

Usando o Kinect com Blender para capturar movimentos em animação

E para a felicidade de quem gostaria de usar sistemas de Mocap em seus projetos, mas não dispõe de grande quantidade de recursos financeiros, existem inúmeras alternativas de baixo custo para realizar Mocap. Uma delas até usa a game engine do Blender junto com o Kinect do XBOX 360.

O vídeo abaixo mostra um exemplo da tecnologia de captura de movimento do XBOX, sendo usada com a game engine do Blender. Apesar do video não representar o processo de captura em si, apenas uma prova de que as duas tecnologias podem interagir, já é bem interessante pensar no que poderíamos fazer com esse tipo de recurso.

Basta imaginar a tecnologia sendo usada para capturar os movimentos corporais e transportar os movimentos já para a translação e rotação de bones, e aplicando Keyframes? A quantidade de ruído e pos-produção necessária para deixar os movimentos “usáveis” em animação pode ser desanimadora, mas seria muito legal poder passar os seus movimentos diretamente para os modelos 3D.

É complicado adotar a ferramenta como alternativa para produções mais sérias e que demandem qualidade na animação, mas é legal imaginar que no futuro esse tipo de tecnologia pode transformar de maneira significativa a maneira com que criamos animações. Os artistas envolvidos na criação desse tipo de material precisariam interagir muito mais com atores e pessoal de artes cênicas.

Download gratuito de rig baseado em física de um carro

Na animação 3D existem diversas áreas nas quais um artista pode se especializar como é o caso da modelagem 3D, texturização ou Rigging. E do ponto de vista da produção de animações, a parte relacionada com o Rigging é uma das mais desafiadoras, e isso acaba sendo refletido na quantidade de pessoas que se habilitam a criar rigs de personagens. E mesmo os artistas que já possuem algum conhecimento na área, acabam se especializando em personagens bípedes. Quando o projeto exige o uso de outros tipos de personagens, a coisa acaba se complicando bastante e a solução do Rig geralmente demora para aparecer.

Se você já conhece um pouco sobre Rigging e gostaria de tentar algo diferente de personagens bípedes, o tutorial abaixo pode ajudar de maneira significativa! No vídeo abaixo você aprende a criar um Rig para veículos baseados em física no Blender. O início do vídeo mostra o resultado do Rig sendo usado em animações, e o resultado é muito bom.

Rig gratuito de veículo baseado em física no Blender

E caso você não queira ter o trabalho de configurar todos os elementos relacionados ao Rig, o autor do material ainda disponibilizou de maneira gratuita o arquivo do Blender para download. Portanto, podemos fazer o download do Rig para usar em projetos de animação necessitando de veículos. Como o modelo 3D do carro usado nesse Rig é simples, podemos facilmente substituir o objeto usado por modelos 3D de design mais complexo e que representem melhor veículos reais.

O desafio para criar esse tipo de Rig é encontrar a combinação correta de constraints e bones, que consigam reproduzir os efeitos desejados para a animação, principalmente o movimento realizado pelos amortecedores do veículo em curvas e reduções de velocidade.

Esse Rig é bem interessante e já estou pensando em substituir o material que tenho aqui sobre animação de veículos que uso nas minhas aulas sobre Rigging.

Quer aprender a trabalhar com Rigging no Blender?

Recomendo uma visita a página do curso sobre Rigging de Personagens com Blender, que apesar de abordar basicamente personagens bípedes, é uma excelente fonte de informações para artistas que gostariam de desenvolver personagens para animação usando o Blender.

Download gratuito de texturas com pessoas para visualização

A visualização par arquitetura é uma das áreas que mais demandam profissionais de animação e modelagem, pois o mercado é bem definido e existe demanda para a criação de modelos 3d para representar projetos arquitetônicos. E para conseguir entrar nesse mercado você precisa ter conhecimentos específicos sobre as particularidades dessa área, como o uso constante de escalas humanas em imagens e animações. Isso é bem característico dos projetos em arquitetura, pois dependendo das formas e tamanhos dos objetos, fica complicado de perceber o real tamanho das coisas nas imagens em movimento.

E como a idéia principal por trás da visualização é ajudar os potenciais compradores dos projetos a entender o que será construído, a percepção da escala se faz fundamental nesse tipo de projeto.

Como adicionar essas escalas humanas?

Existem vários truques e técnicas para adicionar escalas humanas em projetos de visualização, que envolvem desde o uso de modelos 3d reais que projetam sombras e tem sombreamento realista. Mas, por outro lado acabam aumentando de maneira desnecessária a contagem de polígonos das cenas.

A técnica mais recomendada é a aplicação de texturas especialmente preparadas para representar figuras humanas no projeto, que não adicionam peso significativo a cena e não modificam o tempo de render.

Essas imagens são chamadas de Cutout people, pois na maioria das vezes as texturas já apresentam o plano de fundo com canal alpha para facilitar a aplicação da mesma em planos dentro de projetos. Para profissionais e artistas que trabalham com visualização em arquitetura, é interessante ter uma boa biblioteca de imagens como essas para usar nas mais variadas situações, e eventualmente alguma empresa especializada na produção desse tipo de imagem acaba liberando um pacote de pessoas de maneira gratuita para download.

E foi exatamente isso que a xoio acabou de fazer, liberando um pacote de pessoas prontas para uso em projetos de arquitetura ou visualização para download.

download-texturas-pessoas.jpg

O processo de configuração das texturas para que as mesmas mostrem as imagens varia entre softwares, mas todos eles podem receber o recurso. Então, se você é usuário do Blender, 3ds Max, Maya ou outros softwares é interessante aproveitar esse download! Eu já fiz a minha cópia do material!

Curso SketchUp 8 modelagem para arquitetura: Aula 03 disponível

O curso de modelagem para arquitetura com SketchUp 8 acabou de receber uma atualização essa semana, e a sua aula 03 já está disponível para todos os participantes. Esse curso aborda de maneira mais direcionada o uso do SketchUp como ferramenta de modelagem para criar representações de projetos arquitetônicos, e mostra vários exemplos práticos das ferramentas do SketchUp sendo usadas para criar paredes, portas, janelas, telhados e outros elementos arquitetônicos.

A aula 03 em particular tem como tema principal a criação e modelagem de esquadrias usando o SketchUp. O processo de modelagem 3d das esquadrias em si é simples, mas o interessante da aula é que você aprende a trabalhar com os componentes do SketchUp para criar uma biblioteca de esquadrias como portas e janelas, para usar nos seus projetos.

E os componentes do SketchUp já possuem uma configuração interessante que corta de maneira automática o volume das paredes, para inserir as janelas e portas de maneira imediata dentro das paredes! Nessa aula você aprende a configurar os componentes para fazer exatamente essa operação.

SketchUp-Curso-Janelas

Caso você tenha interesse em participar do curso, basta visitar a página de detalhes do curso de modelagem para arquitetura com SketchUp 8 e usar o botão de inscrição para começar a aprender o SketchUp de maneira direcionada para a área de visualização em arquitetura.

Curso gratuito de SketchUp

Ainda não sabe SketchUp? Outra opção interessante é o curso gratuito de SketchUp Básico que pode ser realizado de maneira totalmente gratuita! Ele não é direcionado para a área de arquitetura, mas deve ajudar os usuários mais novos a entender o funcionamento básico do SketchUp.

Outras atualizações em cursos

E por falar em cursos gratuitos, o curso de Photoshop CS5 Extended Básico recebeu duas atualizações essa semana, e já está com as suas aulas 02 e 03 disponíveis no EAD – Allan Brito. O objetivo do curso é passar o básico da interface e ferramentas do Photoshop CS5 para pessoas interessadas em usar essa poderosa ferramenta para pós-produção de renders e edição de fotografia.

A próxima atualização nos cursos será a aula 08 do curso de modelagem para arquitetura com Blender, que será a última aula do curso e com isso completa todos os vídeos e materiais para os participantes. Mas, o curso continuará disponível para novas inscrições sem maiores problemas!

E no mês de março terei outros lançamentos em cursos bem interessantes para profissionais, artistas e entusiastas da computação gráfica!