Curso online de animação 2D com Flash

Os cursos do EAD – Allan Brito receberam mais um acréscimo na sua já extensa lista com quase 30 cursos disponíveis! Hoje foi a vez do curso de animação 2D com Flash ficar disponível para todos os participantes do site, e como o próprio nome já deixa claro as aulas são todas voltadas para a produção de animações em 2D com a tecnologia do Flash. O software já teve os seus momentos de domínio do mercado de animação 2D tanto para a web como em formatos de vídeo, mas hoje ele é mais lembrado por ser uma boa ferramenta de animação vetorial, mesmo podendo exportar parte de suas animações em HTML5 para a web.

Curso animação 2D com Flash

No curso do EAD – Allan Brito os participantes expandem ainda mais os conhecimentos já adquiridos no curso básico de Flash, que é gratuito, e utilizam recursos extras do software para elaborar animações usando:

  • Ferramentas vetoriais
  • Interpolação clássica
  • Interpolação de movimento
  • Interpolação de forma
  • Efeitos
  • Máscaras
  • Guias de movimento
  • Técnicas de animação para texto
  • Efeitos e truques com quadros-chave
  • Interatividade básica
  • Controle de símbolos
  • Clipes de filme
  • Organização de animações em camadas, pastas e cenas

A lista completa de vídeos e aulas pode ser conferida na página do curso de animação 2D com Flash. Esse é o primeiro curso do EAD – Allan Brito voltado para o uso mais avançado de softwares da família Creative Cloud da Adobe. Na próxima semana deve ser lançado mais um curso nesse sentido, mas agora com After Effects.

O objetivo é oferecer mais opções de curso, mas sem esquecer do Blender! Nas próximas semanas devem ser lançados mais alguns cursos novos sobre assuntos ainda não abordados no site como modelagem de personagens, uso de Python e muitos outros temas.

A área de jogos também receberá uma boa quantidade de conteúdo com mais cursos sobre Unity e mais conteúdo voltado para uso do Flash para criação de jogos. Só lembrando que você pode fazer a inscrição nos cursos do EAD – Allan Brito com desconto, caso opte por fazer a inscrição em combos! Basta selecionar os cursos na página dos combos e conferir o desconto no carrinho virtual do site.

Curso básico gratuito de animação com HTML5 usando Edge

O mercado de animação para a web sofre constantes alterações ao longo dos anos devido a evolução e mudanças na plataforma tecnológica usada para produzir e distribuir material multimídia. Até poucos anos atrás o simples fato de comentar sobre animação para web sem falar da tecnologia Flash era inaceitável. Mas, assim que a revolução dos dispositivos móveis tomou de assalto o ecossistema de dispositivos e obrigou os desenvolvedores a buscar alternativas para a tecnologia, pois o Flash não é suportado em tablets e celulares. A demanda por animações usando HTML5 cresce a cada dia, e qualquer pessoa interessada em trabalhar na área precisa conhecer o processo de produção de animações usando esse tipo de tecnologia.

Quer começar a expandir os seus conhecimentos de animação para o HTML5? O EAD – Allan Brito agora tem um curso perfeito para isso! Ontem ficou disponível o curso básico gratuito de animação com HTML5 usando Adobe Edge. Sim, agora você tem a disposição um curso online gratuito que ensina a trabalhar com a ferramenta da Adobe especializada em criar animações e material multimídia com saída já pronta no formato HTML5. Na verdade a saída é uma mistura de HTML, CSS e JavaScript. A vantagem de usar o Edge nesse sentido é que tudo é criado com base em interface gráfica, usando um processo semelhante ao Flash.

Curso animação com HTML5

Ao longo do curso os participantes aprende a trabalhar com os seguintes aspectos do Edge:

  • Interface
  • Ferramentas de desenho
  • Animação
  • Keyframes
  • Símbolos
  • Exportação de projetos

O curso está dividido em cinco aulas no total que estão todas disponíveis de imediato no EAD – Allan Brito. É claro que para acompanhar o curso você precisa ter instalado o Adobe Edge, que foi usado na sua versão Creative Cloud (CC) nesse curso. Na primeira aula do curso é disponibilizado um link para download da versão de testes do Edge (*Trial*). Para fazer a inscrição, basta visitar a página do curso.

Esse é mais um curso gratuito do EAD – Allan Brito que agora já soma uma boa quantidade de material gratuito, seguindo a tendência anunciada aqui no blog alguns dias atrás de atualizar o site com mais freqüência. Agora o curso sobre animação com HTML5 está incluso na lista de cursos junto com:

Tutorial sobre displacement maps no Blender

A criação de detalhes em modelos 3d pode ser algo bem complicado dependendo do tipo e destino do objeto, a adição desses detalhes acaba tendo muito impacto na mídia que utiliza o objeto 3d. Por exemplo, os jogos digitais que fazem uso de objetos 3d com grande quantidade de detalhes acabam necessitando de hardware extremamente poderoso para conseguir executar objetos que tenham muitos polígonos. Nos casos de objetos usados em animações a coisa é mais fácil de lidar, pois após a renderização da cena o modelo 3d será representado apenas com base em imagens.

Quais opções existem para gerar modelos 3d com grande quantidade de detalhes? Basicamente podemos escolher entre duas técnicas que geram esse tipo de detalhamento em objetos 3d com base em texturas:

  • Mapas de displacement
  • Mapas normais (*Bump*)

No caso dos mapas normais a solução é ideal para gerar detalhes em objetos 3d com base em relevos de objetos e mantendo a contagem de polígonos. O efeito é interessante em diversos tipos de situação, principalmente quando o ponto de vista do observador para o objeto ou superfície que recebe o mapa normal, possui distância considerável. Quando essa distância é reduzida, os detalhes acabam ficando distorcidos.

Tutorial sobre texturas com Blender

Nesse tipo de situação é mais indicado utilizar os chamados mapas de displace. Os detalhes gerados pelos mapas de displace são excelentes e resultam em geometria real. Ao mesmo tempo isso é algo positivo em termos de posicionamento da câmera, mas gera grande quantidade de demanda computacional pelo aumento no número de polígonos. Já comentei sobre os mapas de displacement essa semana aqui no blog, recomendando a leitura de um guia sobre utilização dos mapas em escultura.

Esse guia que recomendei não faz menção ao uso desse recurso no Blender, o que acabou decepcionando alguns leitores aqui do blog. Para tentar compensar isso, encontrei um tutorial muito interessante que mostra exatamente como trabalhar com mapas de displacement em múltiplas camadas dentro do Blender. No tutorial você aprende a usar o recurso dentro do Blender para gerar objetos abstratos como rochas, mas que exigem grande quantidade de detalhes para que sejam usados em ambientes realistas.

É fundamental que todos os artistas 3d conheçam esse tipo de técnica para representar superfícies 3d, pois nunca sabemos quando será preciso representar superfícies com grande quantidade de detalhes.

Expandindo conhecimentos sobre modelagem 3d

Nos casos em que você gostaria de expandir um pouco mais os seus conhecimentos relacionados com modelagem 3d no Blender, recomendo visitar e conferir os cursos de modelagem do EAD – Allan Brito. Os cursos são todos online e permitem que você estude a qualquer momento e horário.

 

Exportando arquivos DWG para o Blender

A modelagem 3d para arquitetura é uma das tarefas que mais precisa de referências para que o seu processo seja acelerado, e a maneira mais simples que existe de adicionar esse tipo de guia na modelagem é por meio de um arquivo de CAD. Os projetos na sua grande maioria são salvos no formato do AutoCAD, que é o DWG, e precisam ser manipulados por diferentes softwares 3d. Por motivos óbvios os softwares da Autodesk lidam muito bem com arquivos DWG, mas se você não usa softwares de Autodesk a coisa pode complicar um pouco. Os usuários do Blender precisam aprender a lidar com esse tipo de dificuldade de várias formas diferentes. Se você é usuário do Blender e tem acesso ao AutoCAD, existe um script desenvolvido em AutoLISP que exporta projetos em CAD diretamente para o formato OBJ que é totalmente suportado pelo Blender.

Já comentei sobre essa ferramenta aqui no blog no passado, mas vale fazer a recomendação novamente já que o autor do script atualizou a ferramenta e agora o resultado é um arquivo OBJ com menos artefatos ou problemas no momento da importação no Blender.

Exportando arquivos DWG para o Blender

O procedimento de uso do script é bem simples, e requer apenas que o mesmo seja instalado e executado no AutoCAD para que o arquivo OBJ seja gerado. Com uma guia já em escala dos projetos desenvolvidos em softwares como o AutoCAD fica muito mais rápido e prático criar os modelos 3d. Para fazer o download é necessário apenas visitar a página do script nos fóruns Blenderartists.

Nos casos em que você não possua acesso a softwares de CAD e precisa ainda assim importar arquivos desse tipo para o Blender, recomendo usar o Add-on que permite importar arquivos no formato DXF para o Blender. Apesar de não ser perfeito, é uma das melhores soluções. E nos casos em que só temos a disposição um arquivo DWG, existe uma excelente ferramenta gratuita chamada Teigha File Converter que transforma arquivos DWG em DXF.

Modelagem para arquitetura usando o Blender

Caso você esteja interessado em trabalhar com modelagem para arquitetura no Blender, recomendo uma visita ao curso sobre modelagem para arquitetura com Blender do EAD – Allan Brito. Como o próprio nome mesmo já deixa claro, é um curso totalmente voltado para modelagem de objetos dentro do contexto da arquitetura. Fora esse curso ainda existem outros dois cursos próprios de modelagem no site:

Ao realizar a inscrição nos três cursos como um combo, você recebe um bom desconto no valor da inscrição avulsa.

 

Curso básico gratuito de Adobe Flash

O EAD – Allan Brito sempre oferece para os usuários inscritos no site e também aos leitores do blog. diversos cursos gratuitos que podem ser acessados por qualquer pessoa. Tudo que você precisa fazer para conhecer esses cursos básicos é realizar um cadastro no site e se inscrever nos cursos desejados. Hoje está disponível mais um desses cursos gratuitos! Depois de um hiato de alguns meses sem publicar novos cursos, retorno com a publicação regular desses importantes recursos de aprendizado. O novo curso aborda o uso do Adobe Flash, que é uma ferramenta muito importante para usuários e artistas interessados em animação.

Curso básico de Flash gratuito

O Flash já foi uma ferramenta muito importante dentro do contexto de animação para web e outros meios, mas a parte relacionada com a web ficou bem debilitada com a falta de suporte ao Flash Player dentro de dispositivos móveis. A plataforma da Apple foi a primeira a não oferecer suporte as animações e projetos produzidos com Flash e exportados no formato SWF. Mas, hoje o Flash já suporta exportar os projetos em formatos próprios para esses dispositivos móveis.

O curso em si não aborda a parte relacionada com a produção para dispositivos móveis, mas faz uma apresentação geral do software e as suas principais ferramentas. Ao longo do curso os participantes aprendem a:

  • Usar a interface do Flash
  • Usar o palco
  • Usar a linha do tempo
  • Desenhar usando vetores
  • Adicionar quadros-chave
  • Criar interpolação de movimento
  • Usar a biblioteca e símbolos do Flash
  • Configurar clipes de filme
  • Exportar projetos

No total o curso é composto por 5 aulas e segue o mesmo padrão dos cursos já existes no EAD – Allan Brito. Para acessar o conteúdo e começar a aprender o funcionamento do Flash, basta visitar a página do curso.

Esse curso complementa a já extensa lista de material gratuito existente no EAD – Allan Brito! Quais outros cursos existem no site? Esses são os outros cursos disponíveis:

Os links para as páginas dos cursos também disponibilizam os locais para realizar as inscrições no material. Esse é o primeiro de uma excelente seqüência de conteúdos que estão sendo preparados para o EAD – Allan Brito.