Clicky

Beowulf: Mais um divisor de águas na computação gráfica?

Compartilhe o artigo!

A cada nova produção que investe no uso de computação gráfica, parece que as coisas ficam mais complexas. Bem, melhor para nós que assistimos a esse material de alta qualidade. Filmes que pretendem parecer reais, mas utilizam atores virtuais não são uma novidade, já faz quase 7 anos desde que foi lançado o

[BP:257]Final Fantasy Spirits Within[/BP], na época ele foi revolucionário pela sua complexidade mas a história não agradou.

Depois do Davy Jones e de [BP]Transformers[/BP], ao que parece o próximo divisor de águas na computação gráfica para o cinema será Beowulf. Esse filme é a adaptação de um poema épico, que inclusive inspirou autores como J.R.R Tolkien a escrever o [BP:257]Senhor dos Anéis[/BP]. Antes de continuar a comentar o filme, assista ao trailer:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=v9qpqyO_dmU

Assistiu? Agora vem a parte mais divertida, tudo que você viu no vídeo é produzido em computação gráfica! Isso mesmo, os atores que você viu no vídeo são versões digitais de atores reais. Ainda não acredita? Assista novamente e preste bastante atenção na expressão dos personagens, você vai perceber que eles têm movimentos de rosto e faciais um pouco limitados, mas só um pouco. Um aspecto que dificulta um pouco a identificação dos personagens em computação gráfica é a atmosfera escura do filme. Caso alguma das cenas seja produzida com boa iluminação natural direta como a do sol, poderemos verificar se o trabalho de shaders e iluminação estão bons mesmo!

Pois agora com a realização da Siggraph, a Sony ImageWorks está divulgando várias informações sobre a produção do filme, mas até agora nada vazou das palestras da Siggraph, espero que alguém publique um vídeo ou depoimento na web em breve.

Como a estréia dele nos cinemas americanos será apenas em Novembro, nenhuma ação de marketing mais forte foi realizada pelo estúdio.

Como é a Sony ImageWorks que está trabalhando na produção, podemos supor que o filme está sendo produzido no Maya, com Workstations rodando Linux. Esse é o ambiente de trabalho usado no estúdio, que foi o mesmo que produziu os efeitos para o Homem-aranha 3.

Agora só nos resta esperar por mais material de divulgação e algum Making of.

2018-03-20T13:02:42+00:00 By |Animação, Making Of, Vídeos|1 Comentário

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um Comentário

  1. bruno_maia 09/08/2007 em 1:04 am

    Pois é, realmente incrível…Mas…Não gostei dos shadders e das texturas, é, achei muito bonitinho…A pele não é limpinha assim. Engraçado que em Animatrix, Em um dos contos, a gente vê uma textura de pele muito boa daquela personagem num dojo lutando de espada com o cara lá. inclusive dá pra ver as estrias da menina…O mesmo é possível se captar em Hulk, que tem texturas muito boas para o gigante esmeralda

    O que me agradou, mesmo, foram os movimentos faciais, que estão muito bons e a modelagem totalmente revolucionária.

    Agora, esse filme, Allan, onde modelam baseando-se em atores reais, me lembra “waking life” e “homem duplo”, onde eles utilizam uma técnica chamada rotoscópia. Eles usaram scanners 3d aí, foi? Ou cpatura de movimentos?

Deixar Um Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.