Com que velocidade você atualiza seus softwares de computação gráfica?

Com a aproximação do lançamento do Blender 2.50 previsto para Outubro, os usuários estão se preparando para fazer a atualização do software assim que uma versão estável da ferramenta for lançada. Uma parte dos usuários deve fazer isso imediatamente, mas muitas pessoas assim como eu devem esperar um pouco para passar o seu ambiente de produção para a nova versão do software, assim que ele for lançado. Esse tipo de questionamento não é restrito aos usuários do Blender 3D, mas envolve todos os artistas que trabalham com modelagem 3d, animação ou computação gráfica de maneira geral.

A aplicação de softwares novos e com os quais você tem pouca experiência em ambientes de produção é algo muito arriscado, pois o aparecimento de problemas e dificuldades para as quais você não estava preparado é muito grande. Qualquer tipo de dificuldade no uso do software acarreta em atrasos na produção e que inevitavelmente acabam se convertendo no comprometimento dos prazos. Se você já trabalhou em projetos comerciais, sabe que o atraso na entrega dos trabalhos envolve multas e prejuízos financeiros. Por isso, o assunto deve ser levado de maneira muito séria.

It's here. CS3 on the house.

Uma prática comum de muitos usuários é fazer a atualização das ferramentas, apenas quando for disponilizada uma versão posterior ao primeiro lançamento da ferramenta já com os problemas iniciais encontrados e resolvidos. Por exemplo, os usuários do 3ds Max geralmente fazem a atualização depois que um Service Pack é lançado.

Outro ponto a considerar é a retrocompatibilidade entre projetos. Essa retocompatibilidade pode salvar um projeto, principalmente quando são necessárias apenas pequenas atualizações em um projeto, como a alteração de objetos nas cenas. Semana passada mesmo, precisei realizar uma atualização simples em um projeto de visualização arquitetônica desenvolvido em 2007. Nessa época os softwares usados para criar a visualização foram o Blender 2.43 e o YafRay 0.0.9. Se fosse necessário atualizar o projeto para o YafaRay 0.1.1, seria preciso testar as configurações de iluminação e os ajustes da cena novamente. Como a atualização demandava apenas que alguns blocos de móveis fossem substituídos, foi necessário apenas instalar os softwares novamente e depois de uma rápida edição, renderizar a cena.

E você? Com que velocidade atualiza os softwares usados para seus projetos? Imediatamente? Espera um pouco?

Com que velocidade você atualiza seus softwares 3D?(polling)

3ds Max 2010: Service Pack 1 disponível para download

A maioria dos softwares 3d desde os mais caros até os gratuitos como o Blender 3D, precisam receber eventualmente uma série de correções para problemas que passaram despercebidos no momento em que a ferramenta é disponibilizada para uso final. O 3ds Max 2010 não é diferente e assim como acontece depois de um lançamento, a Autodesk acabou de anunciar o Service Pack 1 para as versões do 3ds Max 2010 Design e a opção sem o sufixo “Design”. Esse é um marco importante para o 3ds Max 2010, pois muitas pessoas e empresas consideram fazer a migração para novas versões dessas ferramentas, apenas quando um Service Pack é disponibilizado. Isso significa dizer que outras pessoas já passaram pelos problemas e bugs do primeiro lançamento, e que adotar o software agora já não passará pelos mesmos problemas.

A espera pode significar menos dores de cabeça e problemas relacionados a compatibilidade de arquivos e ferramentas, que não atrapalham projetos importantes. Para fazer o download do Service Pack para o 3ds Max 2010, visite esse endereço. Além dos links para download, é possível encontrar uma lista com os problemas que foram sanados pelo pacote de correções.

3ds Max 2010 - Service Pack 1 download

Quais foram esses problemas? Eles podem realmente atrapalhar o uso do 3ds Max 2010? Para mostrar alguns exemplos de problemas corrigidos pelo Service Pack, listei alguns dos problemas tratados pela correção, com base na lista disponível no próprio web site da Autodesk.

  • Uma mensagem de erro aparecia quando um usuário executava o 3ds Max 2010 usando o Remote Desktop. (Isso é muito útil para renderização em rede)
  • Se os parâmetros de configuração regionais do windows fossem alterados, o 3ds Max 2010 poderia travar e fechar subitamente depois que esses parâmetros fossem alterados.
  • Se o modificador Edit Poly fosse aplicado em objetos com faces excluídas e a opção Shell fosse acionada, uma mensagem de erro aparecia.
  • Problemas de compatibilidade com materiais usando arquivos PSD do Photoshop, configurados com cores em escala de cinza e 16 Bits impediam o ato de clicar e arrastar.
  • Quando o Mental Ray era usado com o Final Gather no modo de interpolação e materiais do tipo Arch & design ou Double-Sided, podia fazer com que as faces internas fossem renderizadas na cor preta.

Esses são apenas alguns dos problemas corrigidos pelo Service Pack 1, retirados da própria lista fornecida pela Autodesk. Se você é usuário do 3ds Max 2010, o download e instalação do SP1 é mais que recomendado.