Tutorial After Effects: Removendo objetos do vídeo

Os dispositivos de captura de vídeo são muito comuns hoje em dia e com praticamente qualquer câmera moderna é possível gravar material em HD (720p). Essa grande quantidade de vídeo demanda edição, para os casos de autores mais exigentes, e em alguns casos é preciso partir para ajustes mais elaborados em softwares como o After Effects. Até pouco tempo atrás alguns tipos de ajuste como estabilização de câmera estavam restritos a ferramentas dedicadas e caras, mas hoje já temos acesso a uma gama incrível de opções para editar e produzir vídeos de qualidade profissional em pequenas produtoras.

Removendo objetos de vídeos com o After Effects

Um dos tipos de tarefa mais comuns em termos de vídeo é a remoção de elementos indesejados do vídeo, que é um dos tipos de edição mais realizados em fotografias no Photoshop. Mas, e como funciona em vídeo? Se você quiser aprender uma técnica simples e prática no After Effects o tutorial abaixo deve ser de grande ajuda. No vídeo, a autora do material ensina a usar o recurso de máscaras do After Effects e o Tracking de movimento, para fazer com que a remoção e ajustes em poucos frames sejam distribuídos pelo trecho completo do vídeo.

A técnica é relativamente simples de implementar e no caso do vídeo serve de ajuda para remoção de uma luminária que acabou sendo gravada por acidente, e apareceu depois que o fundo em Chroma Key foi removido do vídeo. Esse seria um trabalho digno da rotoscopia que é um dos tipos de tarefa mais exaustiva da edição de vídeo, pois seria necessário trabalhar em todos os frames do vídeo!

O segredo para remover esse objeto é a criação de uma máscara no After Effects que deve ser configurada de maneira a não só remover a área indesejada no vídeo, mas também seguir os movimentos do ator do vídeo, e usando o tracking do After Effects isso fica muito fácil de executar. No final temos um efeito semelhante ao que teríamos no Photoshop em fotografias com a remoção e um objeto do vídeo.

Para quem está aprendendo a trabalhar com montagem e edição de vídeo, a técnica pode vir a ser bastante útil na pós-produção. É só imaginar a economia gerada ao editar esse tipo de “erro” no software ao invés de voltar ao estúdio para gravar tudo novamente.

Tutorial After Effects CS 5.5: Estabilização de imagem e Synthesize Edges

A Adobe atualizou recentemente o seu pacote de aplicativos da família CS5 que agora possuem versões CS5.5 com melhorias e novas ferramentas. Entre as melhorias apresentadas para o After Effects estão presentes um novo sistema de estabilização de vídeo, que parece ser “a ferramenta” do momento para a maioria dos softwares que trabalham com vídeo. E posso afirmar por experiência pessoal que sem um equipamento profissional de estabilização mecânica no momento em que o vídeo está sendo capturado, é quase certeza que será necessário fazer algum tipo de estabilização por software em vídeos, principalmente se a pessoa segurando a câmera estava caminhando.

Mas, como funciona esse sistema de estabilização de vídeo? O tutorial abaixo ajuda a compreender o sistema de estabilização de vídeo do After Effects CS5.5, e vai um pouco além disso com um truque interessante para os artistas em motion graphics. Com o uso desse novo sistema do After Effects, é possível simular um efeito semelhante ao que temos no Photoshop CS5 com o seu Content Aware Edit. Essa é a ferramenta que permite fazer edições e alterações em fotografias, preservando o conteúdo de elementos nas imagens.

No vídeo é possível acompanhar o processo de estabilização de vídeo usando um efeito chamado de Warp Stabilizer que utiliza um conjunto de movimentos aplicados ao vídeo, somados com uma escala para que o vídeo com a estabilização ocupe toda a área da moldura. O processo de estabilização de vídeo não é tão complicado assim, e o autor demonstra muito bem as opções disponíveis no After Effects CS 5.5 para esse tipo de operação.

Mas, o interessante mesmo aparece na segunda parte do tutorial, em que a técnica é usada junto com uma ferramenta chamada de Synthesize Edges para conseguir remover um objeto do vídeo. É evidente que a remoção de objetos de um vídeo é algo demasiadamente complicado, e que faz a alegria dos profissionais especializados em rotoscopia. Mas, essa técnica aplicada ao vídeo até que consegue resultados razoáveis, e apenas razoáveis. No final do vídeo ainda é possível perceber alguns pequenos artefatos no vídeo que deixam transparecer que existia alguma coisa naquela região.

Mesmo assim, é interessante pensar em uma futura evolução desse tipo de ferramenta. Será que no futuro o processo será simples como usar o Stamp do Photoshop?

After Effects CS5: Rotoscopia com o Rotobrush

Uma das tarefas mais difíceis e trabalhosas para quem usa softwares como o After Effects ou outro que faça edição e montagem de vídeo é a chamada rotoscopia. Essa é uma atividade presente na maioria dos filmes ou produções que não usam montagens digitais. Esse tipo de efeito é muito usado no cinema para remover objetos do vídeo, como as cordas que sustentam um ator durante o voo, ou mesmo para editar o cenário no fundo e trocar a imagem por outra composição. O segredo para fazer a rotoscopia é separar a imagem em camadas, usando uma técnica semelhante ao que usamos no Photoshop ou GIMP. A figura é selecionada e separada do plano de fundo. O problema de fazer isso em vídeo é que existem inúmeros quadros para fazer isso, e os objetos ou personagens estão em movimento.

Dizem que o trabalho de rotoscopia é próprio para pessoas com muita paciência.

O After Effects CS5 deve ajudar significativamente o trabalho de rotoscopia com a apresentação de um recurso chamado Rotobrush. É uma opção que promete fazer o trabalho de rotoscopia em vídeo de maneira automatizada. O vídeo abaixo mostra um exemplo de como a ferramenta funciona no recém lançado After Effects CS5:

No tutorial em vídeo o autor usa o Rotobrush para separar o ator que aparece no vídeo do plano de fundo, e para isso tudo que ele precisa fazer é usar o Rotobrush do After Effects CS5 para marcar áreas da imagem, em que o ator está presente. Isso faz com que o algoritmo do Rotobrush identifique de maneira automática a presença do ator e vá criando uma linha de contorno em volta dele. O mais impressionante é que a ferramenta replica a seleção para todos os quadros de um vídeo.

Depois que o ator está devidamente selecionado e marcado em todos os quadros, basta fazer a remoção do plano de fundo. Se a seleção não ficar perfeita, sempre é possível fazer ajustes e melhorar a seleção do personagem.

Esse é um tipo de recurso que deve agradar muitos usuários e principalmente os especialistas em rotoscopia. Mas, deve ter algumas limitações na descoberta e identificação de padrões mais complexos. Já pensou se o personagem estiver envolve em neblina, ou mesmo na chuva? Será que o Rotobrush do After Effects CS5 resolveria esse tipo de seleção? Assim que puder fazer o download do software, faço os testes e publico aqui no blog.