Tutorial de animação com fluidos usando Blender 3D e LightWave 3D

O Blender 3D está ganhando cada vez mais destaque entre outros artistas 3d pelas suas qualidades e ferramenta gratuitas, mesmo que a migração para o software não seja completa, alguns módulos e ferramentas do Blender são usadas para gerar simulações avançadas em animação. Por exemplo, é muito fácil encontrar artistas que usam o sistema que simula fluidos no Blender, criando a simulação no Blender 3D e importando o material para renderizar e integrar o material em outros softwares como Modo, LightWave, 3ds Max e outros. Um desses artistas preparou um ótimo tutorial que mostra o procedimento necessário para fazer esse tipo de integração com o LightWave.

Ele criou uma animação com fluidos no Blender 3D e exportou o material para o LightWave, resultando em uma animação realista renderizada com os recursos avançados de visualização do LightWave. O tutorial de animação de fluidos com Blender 3D e LightWave, pode ser copiado aqui.

tutorial-blender3d-lightwave-fluidos

O link leva até um diretório de um FTP em que o artista armazena esse e outros tutoriais relacionados com LIghtWave.

Os vídeos são úteis tanto para artistas do LightWave como para o pessoal que gostaria ou já usa o Blender 3D, pois o sistema de simulação de fluidos do Blender é muito bem explicado no primeiro vídeo, em que a animação base é criada. Depois que a animação base é criada no Blender, o botão BAKE no menu de fluidos funcionam como gatilho para que o modelo 3d da simulação seja criado e salvo na pasta determinada pelo artista.

Essa mesma pasta serve para guardar uma simulação já criada, como também é a base para exportar o material para outros softwares.

No segundo vídeo, o procedimento para importar o material no LightWave é explicado, usando um objeto vazio como referência. O segredo de tudo é usar um plugin para o LightWave que interpreta os fluidos do Blender 3D e converte para o formato do LightWave. É fácil perceber em que momento o plugin é usado, pois o autor do vídeo seleciona dentro do próprio LightWave um tipo de objeto chamado Blenderfluids, como sendo a referência para a substituição.

Mesmo que você não seja usuário do Blender 3D ou LightWave, recomendo assistir ao vídeo para conhecer o sistema de fluidos do Blender. Muitos usuários estão usando o Blender para esse propósito, pois diferente de soluções como o Realflow que custam 1200 dólares, o Blender 3D pode simular fluidos de maneira gratuita e com qualidade.

O plugin usado no tutorial pode ser copiado nesse endereço.

Making of de comercial usando o LightWave 3d: Cachorro-peixe

Um comercia muito interessante está sendo veiculado nas TVs aqui do Brasil há algumas semanas, em que um carro da Volkswagen é tão bom que cabe até mesmo um cachorro-peixe. Claro que uma suposta aparição desse cachorro-peixe teria que ser trabalhada como computação gráfica e foi exatamente isso que aconteceu. Esse comercial é exclusivo para o mercado brasileiro, por isso os amigos que estão lendo esse artigo em outros países podem não conhecer o comercial. Por isso, estou publicando o vídeo que está disponível no Youtube. Como é de costume, a minha análise sobre o comercial não envolve o mercado publicitário, e sim a produção técnica do mesmo. Qual foi o software usado para produzir o comercial?

Mesmo que muita gente ainda desconheça, o software usado foi o LightWave 3D, como o título do artigo já denuncia. Isso prova que não é necessário usar os softwares mais “famosos” para produzir material de qualidade.

Antes de continuar o artigo, caso você não tenha assistido ainda o comercial, aqui está o vídeo:

Para promover o comercial e o excelente trabalho realizado pela Bitt Animation, responsável pela parte de computação gráfica do comercial, a Newtek publicou na sua newsletter uma entrevista com o pessoal do estúdio, fazendo várias perguntas sobre o uso do LightWave 3d no comercial.

No texto, disponível apenas em inglês, podemos encontrar algumas imagens do modelo 3d do cachorro e algumas informações interessantes sobre a produção:

  • O tempo total de produção do comercial foi de cinco semanas
  • Apenas o LightWave foi usado para a modelagem e animação
  • Na renderização foi usada a radiosidade do LightWave, que é uma das melhores ferramentas de render do mercado
  • O tracking da câmera foi feito diretamente no LightWave, posicionando a parte gravada em locações reais como plano de fundo e animação sobre as imagens
  • As cenas mais difíceis envolviam os closes do personagem, quando a câmera estava muito próxima do mesmo a iluminação ficava muito mais complicada

Esses são apenas os principais pontos comentados no artigo, que apresenta muito mais informação. Ainda é possível fazer o download do comercial em formato MOV.

Um dado interessante, a Bitt Animation é baseada na Argentina.