Curso básico gratuito de Maya

O EAD – Allan Brito está com um novo curso gratuito que ao mesmo tempo abre caminho para mais treinamentos voltados para a arte digital, e configura novas categorias de material em desenvolvimento no site. Agora você já pode se inscrever no curso básico gratuito sobre Maya! É notório e de conhecimento de todos os usuários do site que tenho muita preferência e interesse em difundir o Blender, como ferramenta 3d para a maioria dos meus alunos. Mas, além do Blender é necessário expandir os seus conhecimentos em relação aos softwares 3d para outros campos, e seguindo a filosofia que sempre adoto nos meus cursos presenciais de conhecer o máximo em termos de softwares 3d, ofereço a você a oportunidade de começar a usar o Maya.

capa-maya

No curso básico gratuito de Maya você conhece a interface, ferramentas, navegação em 3d, renderização e configuração de materiais. O curso segue o mesmo padrão dos outros cursos gratuitos do EAD – Allan Brito, em que você necessita apenas de um cadastro rápido no site para ter acesso ao material.

O Maya é um dos softwares mais utilizados em projetos voltados para efeitos especiais e cinema pela sua robustez e capacidade de ser executado em sistemas UNIX, o que confere um pouco mais de confiança em grandes estúdios para projetos que precisam lidar com quantidades gigantescas de dados.

Esse é o primeiro passo para expandir a oferta de cursos do EAD – Allan Brito para outras ferramentas 3d, incluindo outros da família Autodesk. Mas, calma que os cursos de Blender não foram abandonados! Eles ainda estão em produção e também estão sendo reformulados e atualizados.

Essa é a lista de aulas do curso básico gratuito de Maya:

Aula 01 – Interface do Maya

  • Interface do Maya (09:56)
  • Navegando na viewport (03:05)

Aula 02 – Criando a manipulando objetos

  • Criando objetos poligonais (06:12)
  • Transfomações em objetos (04:23)
  • Editando polígonos (05:19)
  • Extrude (01:44)

Aula 03 – Materiais e texturas

  • Materiais (04:45)
  • Texturas (02:38)

Aula 04 – Animação e câmeras

  • Animação (03:54)
  • Câmeras (06:52)

Aula 05 – Renderização no Maya

  • Adicionando luzes (04:26)
  • Renderizando cenas (05:29)
  • Renderizando com mental ray (03:41)

E não esqueça também dos outros cursos do EAD – Allan Brito que podem ajudar você a alavancas a sua carreira ou produção em arte digital:

 

Download gratuito Autodesk Maya: Personagem para animação

É preciso conhecer a fundo o processo de rigging para ser um bom animador? Esse é o tipo de pergunta que os meus alunos sempre me fazem nas aulas sobre rigging, e a resposta para ela é não. A configuração de um personagem para animação usando os controladores e ajustes de deformação, é algo extremamente trabalhoso e complexo. O conhecimento das ferramentas necessárias para criar um bom rig do zero é bem razoável e acaba sendo desenvolvido ao longo de vários meses de testes e e estudos, algumas vezes envolvendo até mesmo o uso de scripts.

Um bom rig deve possibilitar ao animador criar vários movimentos e ajudar na atribuição de emoções ao personagem. Se o seu objetivo é estudar animação apenas, recomendo começar a manipular um dos vários rigs gratuitos disponíveis na web, como é o caso do Stewart! Esse é um personagem completo disponível para os usuários do Maya que ajuda no início dos estudos sobre animação.

download gratuito Maya

O personagem foi desenvolvido pela escola online de animação Animation Mentor e pode ser copiado de maneira totalmente gratuita diretamente desse endereço. A vantagem no uso do Stewart é que um artista usando o Maya, pode partir diretamente para a criação de animações sem a preocupação de precisar começar a fazer um rig completo.

Se você quiser é possível até mesmo usar o personagem em projetos comerciais, pois a licença de uso do Stewart permite a criação de trabalhos derivados, para isso basta citar a fonte.

A versão do Maya para a qual o personagem está otimizado é a 2013 ou superior, mas você pode tentar sem problemas usar o rig no Maya 2012 e anteriores. O que deve acontecer é que alguns dos controles devem parar de funcionar.

Caso você não seja usuário do Maya, outras opções de rigs gratuitos para outros softwares 3d são os seguintes:

Esses recursos são fundamentais para qualquer artista interessado em começar a trabalhar com animação 3d de personagens, pois evita a necessidade de conhecer o processo de Rigging a fundo. Mas, é sempre bom ter uma base sobre a construção do personagem para ter condições de alterar as configurações do personagem caso seja necessário.

Pré-visualização de animações com o Playblast no Maya

A criação de qualquer tipo de animação envolve muito trabalho por parte do artista 3d, seja para a configuração do processo como um todo, ou também pelo conhecimento da ferramenta usada para criar a animação. Como a montagem do processo é apenas parte do todo, é necessário depois de tudo montado fazer inúmeras revisões na animação para verificar se o movimento atende exatamente o que o artista estava desejando.

Esse estágio é chamado de pré-visualização da animação e pode ser determinante para o resultado final, pois com ferramentas de pré-visualização mais simples, os artistas acabam finalizando a animação sem a certeza de que os movimentos criados por eles, são de fato os que melhor se adaptam ao seu projeto.

Os softwares que trabalham com animação 3d oferecem diversas maneiras de pré-visualizar uma animação. Caso você trabalhe com o Maya para gerar suas animações, recomendo assistir ao tutorial abaixo que aborda o uso da ferramenta Playbast.

O que faz o Playblast? Com o uso dessa ferramenta é possível renderizar uma animação no Maya, usando apenas o que está aparecendo na Viewport do software. Isso permite criar animações de maneira extremamente rápida, pois não são aplicados efeitos de iluminação avançados.

É possível perceber pelo tutorial que a renderização da cena é gerada praticamente em tempo real. O mesmo processo pode ser usado em cenas mais complexas como é o caso de projetos em que seja necessário usar personagens ou animações por deformação.

O uso do Playbast deve fazer parte do processo de finalização e análise de qualquer animação, pois o uso da timeline junto com a viewport pode passar a impressão errada em relação ao tempo da animação, e o Playblast é capaz de oferecer o feedback necessário para o animador de maneira rápida.

Essa opção também existe em outros softwares 3d como é o caso do Blender, em que o uso do atalho CTRL+F12 resulta no mesmo tipo de efeito, em que um vídeo é renderizado usando apenas o que está sendo exibido na 3D View da cena.

O mais interessante, é que esse tipo de material pode servir para a montagem preliminar da animação!

froTools agrega scripts gratuitos para o Autodesk Maya

O trabalho com produção 3d envolve o uso de diversas ferramentas que muitas vezes não estão disponíveis diretamente nos softwares 3d. O uso de scripts e plugins é perfeitamente aceitável dentro de estruturas de trabalho com grande demanda de resultados e pouco prazo. E dependendo do software 3d escolhido pelo artista, o ecossistema de plugins e ferramentas auxiliares pode ser extremamente vasto. No caso de artistas que utilizam o Maya não é diferente, e apesar de possuir menos opções do que o 3ds Max, o Maya permite trabalhar com excelentes scripts, alguns distribuídos de maneira comercial e outros disponibilizados de maneira gratuita pelos seus autores.

Se você utiliza o Maya como plataforma de criação em 3d, recomendo testar um script chamado de froTools que é uma interface gráfica para diversos outros scripts do Maya, para ajudar na modelagem 3d.

froTools Maya

Essa é uma lista de alguns dos scripts que estão presentes no froTools com os nomes dos respectivos autores:

  • Christer Bjørklund – Connect Tool & Extrude Vertex tool
  • landis – Make polygon tool
  • Volker Heisterberg – Target weld vertex tool
  • Naughty – Quadrangulate with the Make Polygon tool
  • Brian Keffer – Vertex align tool
  • Bean – xsiDuplicate tool
  • Andrew Osiow – HideUI based on xTools
  • Leocov – Retopo snap tools
  • John Germann – Random UV
  • Alistair Braz – FBX Exporter

A lista mostra algumas das principais ferramentas presentes no froTools, mas não representa a totalidade dos scripts presentes. Nas últimas atualizações o autor agregou mais opções de ferramentas para expandir as funcionalidades do froTools para outras atividades comuns em 3d como animação, Rigging e na exportação de arquivos produzidos no Maya para formatos como o FBX e o envio de modelos para o ZBrush.
Para fazer o download do froTools e conferir alguns tutoriais sobre como utiliza a ferramenta, visite esse endereço que leva diretamente ao blog do autor do agregador.

Esse tipo de ferramenta é de extrema utilidade para quem produz muito com o Maya, principalmente na criação de pequenos detalhes relacionados com a modelagem poligonal, pois a maioria das ferramentas e opções são direcionadas exatamente para esse tipo de atividade. E fora a modelagem, encontramos ferramentas para ajudar em animação de personagens com ajustes para cinemática inversa, Skinning e outros.

O download do froTools pode ser realizado nesse endereço.

Tutorial Maya: Renderizando com HDRI no mental ray

A configuração de uma cena realista em 3d é algo que exige muito cuidado e atenção por parte do artista, pois o realismo está presente nos detalhes de materiais e outros elementos de uma cena. Por exemplo, o que faz um material como metal ou vidro parecer mais real é o fato do mesmo apresentar reflexões. Quando o foco de uma cena é apresentar um objeto que tenha materiais desse tipo, é recomendado que existam elementos distribuídos pela cena que apareçam nas reflexões dos objetos. Entre as técnicas usadas para isso está o posicionamento de planos emissores de luz, ao redor dos objetos, que é uma tentativa de simular um ambiente de estúdio.

Já para os que precisam reproduzir de maneira mais realista as reflexões de um ambiente, é recomendado o uso de um mapa HDRI. Esse é um tipo especial de imagem que consegue armazenar informações de iluminação e pode ter formato esférico. Isso facilita a configuração de uma cena que use essa imagem como textura do ambiente.

Como usar mapas HDRI para render no Autodesk Maya?

O tutorial abaixo é uma demonstração bem interessante sobre como configurar um mapa HDRI dentro do Maya, preparando uma cena para renderização com o mental ray. O processo em si é simples, e não requer grandes conhecimentos sobre o próprio Maya.

O vídeo não tem narração, o que deixa mais fácil acompanhar o procedimento para as pessoas que tem dificuldades com o inglês.

A cena é a da carroceria de um carro que é configurada com materiais reflexivos e está inserido em uma cena com ajuste de estúdio. O ajuste da cena consiste na adição de alguns pontos de luz para ajudar na ambientação. Mas, o que realmente faz a diferença é a esfera que o autor adiciona na cena, e depois de aplicar um material do tipo Lambert, que é um dos shaders mais simples do Maya, o mesmo adiciona um mapa HDRI nesse material para fazer com que o mesmo apareça no render e adicione energia luminosa na cena. Claro que são necessários ajustes no material para controlar a iluminação e no próprio mental ray, como a intensidade do Final Gathering.

No final temos uma cena com boa quantidade de reflexões na superfície do material metálico, que ajuda bastante na obtenção do tão desejado realismo no render.