Biblioteca gratuita com 40 mil objetos 3D

Assim como acontece com os softwares especializados na criação de modelos 3d, a maneira com que esses objetos são criados evolui com o tempo. Estava conferindo alguns backups antigos que tinha no escritório, e certa vez encontrei um antigo CD com móveis para arquitetura. Na capa do CD estava marcada a comparibilidade com o longínquo 3D Studio Max R 2.5.

Sim, antigamente esse era o nome do software.

Depois de abrir o software e conferir os arquivos ainda na extensão 3DS, percebi que seria necessário fazer adaptações nos objetos para que os mesmos possam ser aproveitados os dias de hoje.

Ao importar arquivos 3DS na maioria dos softwares, você vai encontrar faces triangulares e diversos outros problemas visuais. É melhor fazer uma retopologia para criar um novo objeto.

Esse pensamento me veio à mente quando visitei pela primeira vez um enorme acervo de modelos 3D, a grande maioria no formato 3DS. Você já ouviu falar do Archive 3D?

É um gigantesco repositorio de modelos 3D com mais de 40 mil arquivos. Sim, você não leu errado. São mais de 40 mil!

O ponto negativo é que a grande maioria dos arquivos está no formato 3DS. Mas, ainda assim acredito que vale a visitar o repositorio, pois a variedade e quantidade compensam. Mesmo que você não use diretamente os arquivos, é possível aproveitar o material para gerar modelos 3D derivados.

Além das categorias triviais como móveis para residências com sofás, mesas, cadeiras e objetos você encontra algumas raridades. Por exemplo, existe uma categoria própria para objetos relacionados com a área de saúde. Como equipamentos para ultra-som, camas de hospital e outros.

Seu software não suporta 3DS? Recomendo abrir os arquivos no Blender e exportar para outros formatos como OBJ, DXF ou DAE. Esses formatos são suportados por uma maior variedade de ferramentas.

Quer outra vantagem do Archive 3D? Eles não exigem cadastro para fazer o download, é só escolher o arquivo e iniciar o download.

Aprenda modelagem 3D

Quer aprender a fazer modelagem 3d? No EAD – Allan Brito você encontra diversos treinamentos que ajudam na criação e adaptação de diversos modelos 3d diferentes:

Tutorial Blender: Organizando projetos com o Link e o Append

A organização de projetos realizados com qualquer software 3d é de extrema importância para qualquer pessoa interessada em realmente desenvolver um ambiente otimizado de trabalho, em que é possível aproveitar objetos previamente modelados, ou mesmo materiais e texturas já configuradas em outros projetos. Isso economiza tempo no desenvolvimento do projeto e acaba até mesmo servindo como diferencial competitivo, pois você será capaz de entregar projetos complexos em menos prazo. No Blender existem duas opções no menu File que são o Link e o Append que ajudam nesse tipo de organização. Como esse tipo de opção gera muitas dúvidas em relação ao seu uso e aplicação, resolvi escrever um pequeno tutorial em vídeo mostrando como usar as duas opções para que você possa montar a sua própria biblioteca de objetos e materiais.

Agora que você assistiu ao vídeo, pode começar a usar as duas opções em seus projetos. Mas, como já havia mencionado no tutorial, muito provavelmente você já usa isso! Não é?

Deixando a brincadeira de lado, o uso do Link e do Append são de extrema importância para qualquer artista usando o Blender pois com eles podemos:

  • Trazer objetos de outros arquivos do Blender
  • Usar arquivos externos apenas como referências
  • Replicar as modificações realizadas em apenas um arquivo para vários
  • Trabalhar com repositórios de objetos 3d

Entre todos esses recursos os que mais interessam a artistas são a replicação das alterações em um arquivo, caso um objeto nesse arquivo esteja sendo usado como referência externa (Link). E também a possibilidade de criar um repositório de objetos. Basta salvar o arquivo do modelo 3d desejado, e aproveitar esse modelo fazendo um Append ou Link para o objeto dentro desse arquivo.

Se você não sabia usar a ferramenta, agora sabe!

Últimos dias para participar do sorteio dos DVDs

Hoje é o penúltimo dia para participar do sorteio de quatro DVDs do Instituto Blender que farei no começo de novembro. Para participar do sorteio, basta realizar a inscrição em qualquer um dos cursos abaixo:

Depois de realizar a inscrição, é só seguir as orientações descritas nesse endereço! Amanhã é o último dia, pois as inscrições para participar do sorteio só são consideradas até o dia 31/10/12!

Download gratuito de móveis para banheiro no Blender

A criação de uma boa biblioteca de modelos 3d para uso imediato em ferramentas como o Blender é de extrema importância para qualquer artista. Na maioria das situações a criação de projetos para arquitetura envolve a “construção” de elementos estruturais como paredes, esquadrias e coberturas que fazem parte da morfologia geral do projeto. Isso é de responsabilidade do artista e dificilmente poderia ser criado com base em elementos oriundos de bibliotecas. Mas, depois que tudo isso está devidamente criado, é preciso ainda adicionar elementos nos projetos para criar a chamada ambientação.

Esses elementos são compostos por pequenos objetos como talheres, vasos, tapetes e móveis em geral. Para fins comerciais, uma imagem sem esses elementos não tem muita utilidade por não mostrar um possível resultado final do projeto, e também por não passar a devida sensação de escala para quem está obersvando a imagem. É apenas comparando a escala de objetos conhecidos por todos como um sofá de dois lugares, que podemos ter a real sensação de escala e tamanho de um ambiente.

Um excelente fonte de modelos 3d para uso em projetos no Blender é o chamado BlendSwap, que é uma comunidade de artistas que compartilham modelos 3d de maneira gratuita, geralmente licenciados em Creative Commons inclusive para uso comercial, bastando para isso mencionar o nome do autor.

Essa semana encontrei um conjunto bem completo e com excelente nível de detalhamento criado por um usuário chamado JOSEPETRI que mostra uma pia com armários para banheiro. A imagem de exemplo renderizada mostra como ficaria o modelo 3d sendo representado dentro do Cycles.

 Móveis para banheiro no Blender

Para fazer o download do modelo 3d, você precisa ter uma conta no BlendSwap que é totalmente gratuita. Sempre que você encontrar esse tipo de material para download no BlendSwap, procure armazenar o link para o modelo 3d e monte a sua biblioteca de objetos e móveis para uso em projetos de arquitetura, pois esse tipo de recurso acelera em muito a produção de imagens.

Como modelar para arquitetura no Blender?

E para aprender a modelar para arquitetura com o Blender, recomendo uma visita ao curso de modelagem para arquitetura do EAD – Allan Brito, em que você aprende a criar exatamente os elementos estruturais que mencionei no início desse artigo.

Importando modelos da 3D Warehouse e SketchUp para o Blender 3D

Os usuários que trabalham com desenvolvimento e criação de cenários virtuais ou maquetes eletrônicas para arquitetura, sabe da importância de possuir sempre à disposição uma boa biblioteca de objetos 3d para usar nos projetos. O desenvolvimento de cenários e maquetes exige com freqüência o uso de objetos e mobiliário em 3d que aceleram significativamente a criação do modelo. Por exemplo, ao criar as estruturas de um projeto com paredes e outros elementos arquitetônicos a parte de inserção de objetos no cenário fica a cargo da biblioteca, permitindo que o artista 3d dedique tempo em detalhes da modelagem 3d estrutural.

Quem usa o SketchUp para criar seus modelos 3d, pode usar uma das maiores bibliotecas gratuitas de modelos 3d do mundo, que é a 3D Warehouse. Basta acessar o sistema da warehouse e localizar diversos objetos que variam desde elementos simples até móveis de design, como cadeiras de escritórios Herman Miller. Muito em breve os usuários do Blender 3d devem conseguir essa mesma facilidade em termos de compatibilidade com os arquivos e modelos 3d do SketchUp.

Um dos projetos do SoC 2009 é a implementação do formato COLLADA no Blender 3D de maneira a fazer com que o software consiga importar sem nenhum problema, qualquer tipo de modelo 3d criado no SketchUp. Isso deixará o Blender 3D no mesmo nível de igualdade ao SketchUp no que se refere a compatibilidade e acesso a arquivos. Esse projeto ainda estava sendo trabalhado usando a versão 2.49 como base, mas até alguns dias atrás o responsável pelo projeto migrou o que já está pronto para a versão 2.50 que está em desenvolvimento. Algumas versões de teste já estão disponíveis para download no graphicall.org, e para mostrar o seu funcionamento, resolvi testar a compatibilidade com modelos da Warehouse.

Os escolhidos foram cinco modelos 3d, entre estantes e cadeiras. Em apenas dois dos modelos consegui efetivamente visualizar algum tipo de geometria. Em nenhum deles foi exibida mensagem de erro, apenas o objeto 3d não apareceu.

blender3d-3dwarehouse-sketchup-modelos-01.jpg

blender3d-3dwarehouse-sketchup-modelos-02.jpg

Isso é perfeitamente normal em se tratando de uma versão experimental. Ainda existem alguns pequenos problemas, como o modelo 3d só ficar visível no modo Shade. Ao trocar para wireframe tudo desaparece. Outro problema é que não podemos selecionar o objeto para manipulação, seja transformação de escala ou rotação. O modelo precisa ficar parado no lugar em que foi importado.

Esses problemas devem ser resolvidos até o lançamento da versão final, mas é muito bom perceber que existem chances reais do projeto se concluído, o que deve trazer benefícios para todos os artistas que usam o Blender 3D.