Blender 2.57: Concurso para splash screen

Uma das tradições mais antigas em termos de participação dos usuários no desenvolvimento do Blender está retornando, que é a escolha da splash screen. Essa é aquela imagem que visualizamos sempre que abrimos o software, e que por muito tempo foi escolhida com base em concursos que ofereciam a oportunidade para qualquer pessoa tivesse a chance de ter sua imagem visualizada por centenas de artistas ao redor do mundo. Desde que começaram a surgir as primeiras versões de teste do Blender 2.5, apenas imagens oriundas do projeto Sintel foram usadas, mas o eminente lançamento do Blender 2.57 requer uma nova splash.

O Blender 2.57 que está planejado para sair no início de Abril será a primeira versão estável da série 2.5 que perderá o rótulo de beta. As regras para participar do concurso são bem simples, e você encontra a lista completa com os requisitos e também o local em que as imagens devem ser publicadas nesse endereço, que leva diretamente ao fórum Blenderartists.

blender-257-splash.png

Um dos grandes desafios desse concurso é mostrar em apenas uma imagem as novidades e recursos do Blender 2.5, que é um dos requisitos para escolha da imagem. O ideal é conseguir concentrar em apenas um render a maior quantidade possível de recursos e imagens, usando apenas o render interno do Blender para o processo. Isso garante que você não crie uma imagem que seja desconsiderada por aproveitar recursos de renders externos como o LuxRender.

No endereço indicado é possível fazer o download dos modelos de imagem que devem ser usados para montar a splash, e que precisam seguir algumas regras básicas como o respeito as dimensões da imagem e a não utilização da área em que ficam o nome e logo do Blender.

A data final para envio das imagens é o dia 27 de março.

Se você quiser aproveitar para participar de outro concurso, pode já produzir outra imagem para a splash screen do LuxRender 0.8, que também está em fases finais de desenvolvimento. As regras para o concurso são parecidas com as do Blender, em que evidentemente é necessário usar apenas o LuxRender para gerar as imagens.

O prazo é o final de março também.

Proposta de novo modificador WeightVGroup no Blender 2.5

O desenvolvimento do Blender 2.5 é muito dinâmico e mesmo com toda essa velocidade e dedicação por parte da comunidade de desenvolvedores, apenas no final de março é que está previsto o lançamento da versão 2.57 do Blender que poderá ter o nome Beta removido do seu título. Sim, essa pode ser a primeira versão estável do Blender 2.5 depois de vários meses de desenvolvimento e depois de apenas alguns meses após a previsão oficial. Mas, isso Não significa que novos recursos não estejam sendo planejados e propostos para o software. Essa semana a idéia de um novo modificador para o Blender foi divulgada e pode agradar a muitos usuários que trabalham com animação.

O nome do modificador é WeightVGroup e ele promete ajudar em muito no controle da influência e peso dos grupos de vértices em animação. Como ele funciona? A proposta é bem simples, e consiste no controle do peso de um grupo de vértices baseado na distância dos vértices, ou do próprio objeto para uma referência qualquer no cenário. Essa referência pode ser um Empty ou qualquer outro objeto, e o resultado dessa distância é um novo peso que pode ser substituído ou então somado ao peso original do grupo de vértices.

Ficou confuso? O vídeo abaixo mostra de maneira mais clara o funcionamento do novo modificador:

WeightVGroup Modifier Demo from mont29 on Vimeo.

No vídeo podemos acompanhar uma animação que aproveita o modificador Wave para gerar deformações sobre uma superfície. Nada de novo nesse sentido, mas repare o que acontece quando o autor do vídeo move a lâmpada do Blender pela tela. O resultado é que os grupos de vértices tem a sua influência removida e o modificador acaba perdendo o efeito. Nesse tipo de animação, teremos então áreas do plano que não sofrem nenhum tipo de influência por parte do modificador, considerando que estamos usando apenas um grupo de vértices.

O uso de poucos grupos de vértices para criar animações é uma das vantagens em usar esse tipo de modificador, mas esse é apenas o começo pois sequer no svn o recurso está. Por enquanto, apenas um patch está disponível e uma versão de testes que só roda no Debian.