Aula 05 do curso de Blender Cycles e versão 2.60!

Depois de alguns dias afastado aqui do blog devido a uma viagem para fora do país, estou retornando as atualizações diárias de conteúdo. Entre as minhas pendências com os leitores aqui do blog, estava à atualização das últimas aulas do curso de renderização avançada com Blender Cycles, que acabou de receber a sua quinta aula, abordando o uso de texturas no novo render do Blender. Como ficava complicado encontrar um lugar bom para gravar as aulas estando em viagem, acabei optando por esperar até estar no quartel general em casa, para conseguir fazer as gravações com boa qualidade e calma.

O meu cronograma agora aponta para a publicação de todas as aulas desse curso até o dia 07/11! Só faltam duas aulas.

Blender2.60.png

Essa viagem foi bastante oportuna para enriquecer as atualizações do blog, pois adquiri uma licença do pacote Production Premium CS5.5 da Adobe, e agora estou munido de versões Full do Flash, After Effects , Illustrator, Photoshop e Premiere. Isso significa que poderei escrever e produzir tutoriais sobre essas ferramentas com mais tranquilidade, e depender menos de vídeos em inglês para ilustrar meus artigos.

O pacote tinha como objetivo outro projeto que estou para iniciar, mas será muito útil para produção de conteúdos aqui no blog! Portanto, aguardem por muitas novidades em relação aos softwares da Adobe.

O Blender recebeu uma atualização já anunciada aqui no blog, e agora está na sua versão 2.60 com muitas novidades, e para os usuários que migraram para a versão 2.5, a boa notícia é que toda a interface e funcionamento do software foram mantidos em relação à nova interface. Isso significa dizer que o Blender 2.60 é totalmente compatível com a versão 2.5x, sem a necessidade de nenhum tipo de guia ou adaptação à nova interface.

Ainda estamos sem o Cycles e algumas das novidades para a próxima versão, como o sistema de tracking de câmera, mas é apenas questão de tempo até que a versão 2.61 seja lançada e essas novidades estejam disponíveis para todos os usuários em versões estáveis!

Agradeço a todos os que enviaram mensagens perguntando sobre as atualizações no blog, e quero avisar que estou retornando hoje com motivação e muitos textos acumulados para publicação!

Blender 2.60 RC1 disponível para download

Esse semana os usuários do Blender receberam uma excelente notícia, pois foi anunciado que a versão Release Candidate do Blender 2.6 estaria disponível para download, e hoje essa versão preliminar do Blender já pode ser copiada para fins de teste! O Blender já está deixando a série 2.5 para trás e começando um novo estágio de desenvolvimento com a série 2.6! Como a versão 2.5 trouxe uma grande revolução na interface do software, o pessoal acabou se concentrando mais nos recursos nessa nova leva de ferramentas e deixou de lado as mudanças estéticas para a interface.

Isso significa dizer que o Blender 2.6 será igual ao 2.5 em termos de interface, e isso é excelente para todos que estão estudando o software, pois o material de treinamento e tutoriais relacionados ao Blender 2.5 podem ser aproveitados na íntegra para a versão 2.6.

Como fazer o download do Blender 2.6 RC1?

Para fazer o download do Blender 2.6 RC1 é necessário visitar esse endereço, e escolher entre as diversas opções de download, adequadas a sistemas operacionais diferentes. Só para lembrar que as versões do tipo Release Candidates devem ser usadas com cautela, pois elas são destinadas a avaliação do software para encontrar possíveis bugs ou problemas nas novas ferramentas.

blender-mango-project.jpg

Project Mango – Um dos próximos projetos do Instituto Blender.

E quais novas ferramentas fazem parte do Blender 2.6? A lista abaixo mostra algumas das novas ferramentas, sendo uma boa parte oriunda do projeto Google Summer of Code 2011.

  • Suporte a 3D audio
  • Melhorias na tradução da interface do Blender
  • Node Editor com melhorias na edição e gerenciamento dos nós
  • Melhorias no sistema de animação
  • Propriedades do Texture face movidas para os materiais
  • Weight Painting com novas opções e ferramentas
  • Suporte aprimorado ao formato COLLADA
  • Modificador VertexGroup
  • Novo FFMpeg 0.8.2 para render de vídeo

Algumas das ferramentas de maior destaque nos últimos tempos ainda ficam de fora do Blender 2.60, sendo postergados para a versão 2.61 que está prevista para o mês de dezembro. Quais ferramentas são essas? O novo renderizador chamado de Cycles e o sistema de câmera tracking do Blender.

A previsão de lançamento do Blender 2.60 é o próximo dia 15 de Outubro, e assim que souber de alguma coisa relacionada com o seu lançamento, aviso aqui no Blog.

Já aproveitando a notícia, caso você já queira ir aprendendo como o novo renderizador Blender Cycles funciona, é possível participar do curso de renderização avançada com Cycles, nesse endereço.

Blender 2.59 disponível para download

A série de lançamentos das versões 2.5 do Blender parece que está chegando ao final do seu ciclo, com o lançamento nesse final de semana da versão 2.59 do Blender. Sim, ao que tudo indica teremos alguns meses para a virada das versão 2.60 e muita coisa nova deve aparecer no Blender até lá, principalmente vindo dos projetos do Google Summer of Code. Para quem não está lembrado, as versões 2.5 do Blender apareceram aproximadamente um ano atrás, trazendo uma reformulação geral na interface e novas opções para artistas 3d, como a possibilidade de adicionar keyframes em praticamente qualquer parâmetro. Apenas essa ferramenta isolada já seria de grande ajuda na produção de animações, mas esse foi só o começo.

O que mudou com a versão 2.59?

Assim como já aconteceu com outras atualizações, as mudanças não foram drásticas, e envolvem a adição de novas ferramentas e correção de inúmeros bugs relatados por usuários. A lista completa de modificações pode ser consultada nesse endereço.

Blender-259-download.jpg

Os destaques são os seguintes:

  • Suporte aos mouses 3D da 3D Connexion: Depois de esperar quase um ano com o meu mouse 3d sendo usado apenas no Maya e SketchUp, finalmente poderei utilizar esse dispositivo com o Blender 2.5. Isso ajuda mesmo? Depois gravo um tutorial mostrando o mouse 3D em ação no Blender 2.5 para que você possa avaliar a sua utilidade.
  • Novo Addon adicionado – Ivy Generator: A ferramenta tem como objetivo gerar vegetação com base em curvas, inclusive adicionando folhas na vegetação.
  • Novo Addon adicionado – Sapling: Aqui temos outra opção voltada ao uso em vegetação, mas com o objetivo de criar árvores.
  • Novo Addon adicionado – Grease Scatter: Esse é o Addon mais interessante dos três, pois adiciona a possibilidade de utilizar uma ferramenta do tipo Scatter para espalhar objetos pela cena, usando como referência as linhas do Grease Pencil. Ainda estou tentando identificar um padrão de funcionamento no Addon, pois em algumas cenas ele funciona e em outras o resultado não é o esperado. Assim que conseguir desvendar o processo, gravo um tutorial para mostrar o funcionamento.

Agora só nos resta esperar pelo lançamento das versões 2.6, que não devem trazer novidades em termos de interface, apenas em ferramentas e opções. Portanto, a documentação gerada para o 2.5 provavelmente será aproveitada sem maiores problemas na versão 2.6 do Blender. Já fez o download do Blender 2.59?

Ainda não sabe usar o Blender? Faça esse curso gratuito online sobre seus aspectos básicos.

Blender 3d 2.50 terá modelos prontos para animação com Armatures

A configuração de personagens em 3d sempre é um grande desafio para qualquer artista, mesmo os mais experientes acabam tento um pouco de dificuldade e trabalho manual até encontrar os melhores ajustes para relacionar os ossos com as deformações necessárias. Nesse quesito o item mais desejado por animadores menos experientes são os modelos prontos de animação. Nas minhas aulas sobre animação 3d com o 3ds Max os alunos ficam muito animados quando mostro o funcionamento do Biped, pois eles conseguem criar e movimentar personagens 3d em pouquíssimo tempo. No Blender 3D 2.49 esse tipo de modelo não existe, mas no desenvolvimento do 2.50 usado no projeto Durian está sendo criado o Meta-ring template que tem como propósito acelerar a configuração de personagens.

Em termos comparativos o sistema não funciona como o Biped do 3ds Max, mas apresenta diversas facilidades para configurar personagens 3d. O vídeo abaixo mostra um exemplo de como essa ferramenta pode ajudar na criação de personagens em 3d. No painel de Armatures agora existe um menu com diversas opções para transformar bones genéricos em estruturas com finalidades próprias. Por exemplo, agora existem opções para:

  • leg biped generic
  • leg quadruped generic

Ao selecionar essas opções e aplicar em bones do Blender, os objetos assumem as propriedades de pernas para personagens bípedes ou quadrúpedes. O vídeo abaixo demonstra os templates do Blender aplicados em mãos de personagens.

No vídeo é possível perceber como o processo de configuração de uma mão com seus diversos dedos e bones, acaba ficando bem mais simples com o uso do template chamado de finger curl. Antes desse tipo de ferramenta seria necessário ajustar quase que individualmente os diversos bones da mão.Antes que você tente encontrar esse tipo de ferramenta no Blender 3d 2.50 Alpha 0 é importante lembrar que esse tipo de material ainda está em desenvolvimento, sendo usado no projeto Durian e provavelmente deve apresentar pequenos bugs e problemas. Ele não está disponível no Alpha 0!

O melhor é aguardar pelo progresso no desenvolvimento e esperar pela versão estável do software para poder fazer os testes no 2.5. Para projetos de animação mais sérios o melhor mesmo é esperar pelo lançamento do Blender 2.60 no final do projeto Durian.

Evolução da interface do Blender 3D

A evolução das interface e das ferramentas do Blender 3D nos últimos anos é impressionante e mostra os avanços conseguidos pela equipe e desenvolvedores, que com muito esforço trabalharam para chegar até a última reformulação dessa interface. Depois de uma conversa com alguns colegas e alunos dos meus cursos sobre computação gráfica, percebi que muitos deles nunca tiveram a oportunidade de usar ou conhecer as interfaces passadas do Blender 3D, para perceber como tudo mudou. A primeira vez que tentei usar o Blender 3D foi na versão 2.04, em que literalmente abri o software e depois de alguns minutos desisti de entender o funcionamento do mesmo. Apenas algumas semanas depois foi que realmente pesquisei e comecei a trabalhar e estudar com mais empenho a maneira com que o Blender funciona.

Desde esse dia fui deixando gradativamente de usar o 3ds Max como minha principal ferramenta 3d, para adotar apenas o Blender 3D nos projetos. Como ainda tenho algumas dessas versões mais antigas e a própria fundação disponibiliza nesse endereço, praticamente todas as versões anteriores do Blender para consulta e download, resolvi fazer um pequeno vídeo demonstrando a evolução das interfaces.

Como fica claro pelo vídeo em questão a evolução da interface “espartana” do Blender 3D 1.60 até o que vemos no final do vídeo, com a versão 2.50 Alpha 0 é impressionante e perfaz diversas pequenas melhorias que são complementadas pelos lançamentos intermediários.

Naquela época era complicado e trabalhos realizar operações simples de modelagem 3d, como a restrição de movimentos dos objetos ao receber algum tipo de transformação como escala ou rotação. Essa era uma das funções destinadas ao botão do meio do mouse, que junto do grid funcionava para modelar com mais precisão.

Repare que os famosos modos Object, Edit e muitos outros não estavam agrupados em seletores de fácil localização na interface, mas em botões espalhados sobre uma Header montada sobre ou abaixo da 3D View ou painel de botões. Com o tempo, a interface foi ganhando mais retoques e ferramentas mais sofisticadas como os modificadores. Basta fazer uma rápida comparação com o número de modificadores disponíveis na versão 2.

O vídeo em si não tem como objetivo mostrar o funcionamento da ferramenta, apenas demonstrar o quanto já foi melhorado e aprimorado nos últimos anos, e que deve culminar com o lançamento do Blender 2.60 no final desse ano. Agora é só esperar!