Tutorial Blender 3D e Crystal Space 3D: Introdução e instalação

Hoje finalmente terminei de escrever um tutorial, ensinando como iniciar a integração do Blender com a Game Engine open source usada no projeto Apricot, o Crystal Space 3D. Se você não estava acompanhando as notícias do Instituto Blender, esse é o projeto que irá trazer para a comunidade de artistas do Blender, um Open Game, totalmente modelado no Blender e que usa o Crystal Space como engine. Como a maioria dos artistas e usuários do Blender, usa apenas a própria engine do Blender 3d, resolvi escrever esse tutorial, mostrando como começar a exportar cenas do Blender para o Crystal Space no Windows. O procedimento para o Linux é um pouco diferente, apenas na configuração das variáveis do sistema, o resto é praticamente igual.

Blender2Crystal Logo

Antes de mais nada, você vai perceber agora, como a Engine do Blender é prática. Quem está acostumado com a facilidade dos blocos de lógica, vai ficar um pouco decepcionado com a quantidade de detalhes e edições necessárias para usar o Crystal Space, mas no final o processo vale à pena. A engine é muito poderosa e supre todas as eventuais deficiências do Blender, como plataforma de desenvolvimento de jogos. Por exemplo, as tão solicitadas sombras em tempo real, que só podem ser produzidas no Blender com o uso de scripts ou truques com texturas.

Todas as informações desse tutorial, foram baseadas na Wiki dedicada a integração do Blender com o Crystal Space 3d.

Para começar, será necessário realizar o download de vários arquivos e instalar o Python no seu computador. Tenha paciência, pois alguns deles são relativamente grandes, algo em torno de 50 MB.

Depois de fazer o download de tudo! Vamos aos passos necessários antes de abrir o Blender.

  1. Instale o Blender 3D (Mas esse você já tem não é?)
  2. Instale o Python
  3. Instale o PyXML
  4. Instale o Python Imaging Library
  5. Copie o blender2crystal. Descompacte o arquivo com o blender2crystal para um diretório. Lá você encontra um arquivo chamado “crystalspace_export.py”, junto com um diretório chamado “bpymodules”. Copie o arquivo “crystalspace_export.py” para a pasta de scripts do Blender. Na mesma pasta de scripts do Blender, você vai perceber que existe uma pasta com o mesmo nome daquela que estava compactada no blender2crystal. Então, copie os arquivos da pasta “bpymodules” descompactada, para a pasta com o mesmo nome existente na pasta de scripts do Blender. Manipule os arquivos! Se você copiar diretamente a pasta, os arquivos da sua instalação do Blender localizados na “bpymodules” podem ser perdidos!
  6. Copie o arquivo pycelstart-7.8. Descompacte o arquivo “pycelstart-7.8.zip”. Nele encontramos duas pastas, com os nomes de CS e CEL.

E agora? Bem, antes de abrir o Blender, precisamos configurar as variáveis do sistema para que seja possível localizar as pastas CS e CEL, no Windows XP, clique com o botão direito do mouse no Meu Computador, escolha propriedades e depois Avançado, lá escolha a opção avançado.

Variáveis do ambiente Windows

Depois clique em Variáveis do ambiente. Lá crie duas novas variáveis, com o nome CRYSTAL direcionando para a pasta CS e o nome CEL para a pasta CEL. Não utilizo o CEL nesse tutorial, mas assim você já o deixa configurado.

Variáveis do sistema

Pronto! Está tudo instalado, boa parte do processo está concluída. Agora precisamos abrir o Blender para começar a fazer alguns testes.

Abra o Blender e escolha a opção File -> Export -> Crystal Space, caso você não esteja visualizando essa opção, alguma coisa saiu errado na instalação.

Exportar para o Crystal Space 3D

Ao acionar essa opção, veremos uma tela de exportação, mas não será essa tela que iremos usar. Apenas acionamos o Script, para que o Blender carregasse o script. Escolha a opção Quit para sair dessa tela.

Menu do Blender2Crystal

Agora, acione o menu View da 3D View e na opção Space Handler, escolha a opção blender2crystal.py. Quando fizermos isso, um pequeno menu com as configurações de escolha do Crystal Space aparecerá na 3D View do Blender.

Esse é o menu que usaremos para fazer todas as alterações e configurações para o Crystal Space.

Menu do Blender2Crystal na 3D View

Quer fazer um teste? Como o objetivo desse tutorial era apenas ajudar na instalação, faremos apenas uma pequena alteração, para usar sombras na simulação do Crystal Space. Para fazer isso, acesse o World Settings.

Menu do Blender2Crystal na 3D View

Depois escolha a opção shadowed no renderloop, para que a simulação física apresente sombras.

Blender2Crystal Shadows

Estou usando a cena padrão do Blender para esse artigo, apenas adicione o plano de tamanho razoável a cena. Assim quando iniciarmos a simulação, as coisas não caem no vazio. Sim, a cena já começa com uma simulação de gravidade. Até a própria câmera pode cair no vazio.

Blender2Crystal Cena básica

Para finalizar, vamos rodar a simulação e usar efetivamente o Crystal Space! Clique no ícone da engrenagem e escolha a opção Run.

Blender2Crystal Run

Pronto! Se tudo foi seguido à risca, você vai visualizar a tela do Crystal Space com a simulação da sua cena. A câmera já é configurada automaticamente para receber interatividade, use as setas direcionas do teclado para navegar. Com as teclas Pg Up e Down, podemos olhar para cima e baixo respectivamente.

Blender2Crystal Cena de teste

Esse tutorial tinha como objetivo apenas mostrar como iniciar a interação entre o Blender 3D e o Crystal Space. Você já sabe agora o básico da tecnologia usada no projeto Apricot. Que tal começar a pensar em criar um jogo? Em futuros artigos veremos mais detalhes avançados sobre como criar interação avançada e trabalhar com animações.