Curso sobre composição e efeitos com Blender: Aula 04 disponível

O curso sobre composição e efeitos com Blender recebeu hoje mais uma atualização, e a aula 04 já está disponível para os participantes. O objetivo desse curso é bem diferente em relação aos outros temas abordados no EAD – Allan Brito, procurando mostrar as opções do Blender como opção para realizar efeitos e interagir com material criado em vídeo. Nessa aula os participantes aprendem a trabalhar com o sistema de tracking do Blender, fazendo uso da janela Movie Clip Editor e também das opções de tracking com apenas um ponto.

Esses são os passos iniciais necessários para conseguir trabalhar com tracking um pouco mais complexo. Para essa aula precisava de uma vítima um exemplo em vídeo para fazer o traking, e quem melhor do que eu mesmo para participar da aula, e para isso gravei um vídeo que é usado como exemplo pelos participantes.

No vídeo faço uma marcação no meu dedo indicador direito, e uso a marca como referência para fazer o tracking. Na aula os participantes aprendem os seguintes tópicos:

  • Como funciona o sistema de tracking
  • Relacionando os marcadores com elementos na 3D View
  • Uso de material em vídeo como referência
  • Uso do Node Editor para compor material em 3d com vídeo
  • Uso de efeitos físicos como fogo ou fumaça em composição com vídeo

Para mostrar o funcionamento do sistema, faço com que a ponta do meu dedo emita uma pequena chama com o novo sistema de simulação de fogo do Blender. O resultado ficou simples, mas serve como base para as próximas aulas, em que mostro como trabalhar com tracking de múltiplos pontos e também na criação de uma câmera virtual, para fazer cenários virtuais.

O tema é interessante e novo para a maioria dos usuários e artistas que usam o Blender, pois o sistema de tracking foi inserido apenas nas últimas versões do Blender. Mas, os participantes do curso podem aprender de imediato como trabalhar com esse tipo de material.

Ficou interessado? Para fazer a inscrição no curso, basta visitar a página de detalhes do curso sobre composição e efeitos com Blender, para conferir a lista de aulas já publicadas e também o botão de inscrição. Quem já participa de algum curso pago no EAD – Allan Brito, pode fazer a inscrição com desconto usando os botões disponíveis dentro dos próprios cursos. Outra opção interessante é aproveitar os descontos para inscrição em múltiplos cursos!

Obs: Devido a grande quantidade de dados (1.2 GB) em vídeo, o material está em processo de upload. A aula estará disponível e processada por completo hoje depois das 21:00.

Tutorial sobre composição e edição de vídeo com Blender

Uma das vantagens em adotar o Blender como ferramenta para produção de material 3d é a sua enorme flexibilidade, e quando me refiro a flexibilidade, estou falando sobre o fato do software ser uma suite 3d completa e agregar outras ferramentas. Por exemplo, com o Blender é possível fazer edição de vídeo não-linear usando o sequenciador de vídeo e até mesmo composição e efeitos especiais no editor de nós. Sem falar na criação de jogos usando os blocos de lógica e a game engine! Bem, o objetivo aqui é mostrar o quanto podemos criar apenas usando um único software.

Mas, como funcionam essas partes do Blender mais voltadas para a composição e edição de vídeo? Esse é um tipo de conhecimento que não está no foco da maioria dos tutoriais que se dedicam principalmente a parte de modelagem 3d, animação e render do software.

Caso você queira aprender um pouco mais sobre o uso do Blender como opção para fazer composição em vídeo, montagem e efeitos especiais, acabei de encontrar um tutorial com quase uma hora de vídeo que mostra até mesmo o uso de Chroma Key no Blender!

O material foi gravado por um cineasta chamado de David Matthew Weese e tem apenas um ponto negativo, que é o fato do autor ainda utilizar o Blender 2.4 na descrição dos procedimentos no vídeo. A grande maioria dos procedimentos e técnicas pode ser reproduzida no Blender 2.5, apenas fazendo adaptações nas janelas que sofreram alterações. Será muito mais fácil se você já trabalhar com o Blender 2.5.

No tutorial podemos acompanhar uma série de tarefas básicas na edição e finalização de vídeo, como a integração de atores reais com cenários usando Chroma Key e o já aguardado motion tracking. Apesar do Blender estar para receber uma solução integrada de tracking com o SoC 2011, já era possível realizar uma operação muito parecida no 2.4, mas o artista precisava de um pouco de trabalho. Nesse tutorial podemos acompanhar o procedimento!

O material é longo, mas vale cada minuto devido a riqueza de detalhes e o assunto que é tratado com muita propriedade pelo autor, que trabalha na área e sabe melhor do que ninguém as necessidades de edição e composição de vídeo.