Biblioteca gratuita com texturas de céu para render

A criação de cenas realistas com base em modelos 3d ou vídeo envolve a inserção desses objetos virtuais dentro de um contexto. Parte desse trabalho está diretamente relacionado com a composição da cena, seja com o uso de um plano de fundo adequado ou então com a criação de elementos que reproduzam da melhor forma possível o cenário hipotético real do projeto. Na maioria das vezes apenas o posicionamento de uma textura representando o céu no momento do render é suficiente para gerar o contexto necessário, e para conseguir fazer esse tipo de composição é necessário possuir uma boa biblioteca de texturas com imagens de diferentes tipos de céu.

Para os que ainda não possuem uma boa biblioteca de imagens com tipologias de nuvens diferentes e outros detalhes, encontrei um recurso extremamente valioso. O web site chamado Skies Collection oferece uma excelente variedade de texturas desse tipo com resoluções incrivelmente altas. A largura de algumas imagens chega a até 20.000 pixels, o que é mais do que suficiente para o seu projeto de animação em resolução 4k que estava na gaveta. Ao visitar a biblioteca de texturas você vai perceber que para fazer o download das imagens na resolução cheia é preciso adquirir as mesmas mediante pagamento.

Mas, para incentivar artistas diferentes a conhecer e usar as imagens da biblioteca, o pessoal da Skies Collection oferece de maneira gratuita o download das texturas em resoluções menores. Todas as imagens do web site estão disponíveis para download com resolução limitada de 3.000 pixels. Isso é pouco se compararmos com as texturas em resolução cheia, mas é mais do que suficiente para diversas situações. Com 3.000 pixels é possível gerar vídeos em Full HD ou imagens para impressão com excelente qualidade. Você sequer precisar realizar algum tipo de cadastro para conseguir copiar as imagens. Basta acessar a página da textura desejada, e logo abaixo do botão de compra você localiza o link para realizar o download gratuito da textura em resolução menor.

Esse é o tipo de recurso que você não pode deixar de conferir, pois a quantidade e variedade dos arquivos disponíveis para download é excelente. Além das texturas planas é possível encontrar domos em 360 graus prontos para uso também! Faça o download logo, pois ninguém sabe até quando o material estará lá para download.

História da composição em vídeo – Documentário gratuito

O trabalho com composição para cinema e vídeo exige de qualquer artista ou profissional envolvido o conhecimento relativo ao uso das famosas telas verdes, usadas para criar composições em inúmeras maneiras com múltiplos elementos de vídeo e fotografia. Já faz muito desde que a técnica estava restrita apenas as grandes produções devido a sofisticação do professo e custo dos equipamentos envolvidos. Hoje em dia é muito fácil trabalhar com composições usando tela verde na maioria dos softwares que trabalham com manipulação de vídeo, e existem até mesmo opções gratuitas como é o caso do Blender que também permite o uso de composição com telas verdes, conhecida “popularmente” como Chroma Key.

História da composição em vídeo (Chroma Key)

História da composição em vídeo (Chroma Key)

Mas, como tudo isso começou? Esse artigo não vai detalhar o processo necessário para criar composições usando Chroma Key ou indicar tutoriais que falem a respeito da técnica. O objetivo é apresentar um pequeno documentário em vídeo que mostra como tudo começou, e que representa uma referência fantástica para estudantes de graduação, interessados em referências sobre como a técnica começou a ser usada no cinema.

Como você pode perceber depois de assistir ao vídeo, o processo começou com técnicas avançadas e revolucionárias para a época em que surgiram, mas com o tempo o processo foi evoluindo até o ponto em que estamos hoje no cinema. A técnica está sofisticada ao ponto de ficarmos achando que o material produzido antigamente chega a beira do amadorismo. É importante lembrar que muito do que era produzido antigamente dependia apenas de truques praticamente manuais, para separação do fundo e material filmado.

Os computadores só entraram no processo vários anos depois, e hoje são parte fundamental de qualquer produção.

Aprendendo a trabalhar com composição

Se você gostou do processo apresentado no vídeo, recomendo uma visita ao EAD – Allan Brito para aprender a trabalhar com softwares próprios para composição. Existem cursos de After Effects, sendo ele uma das ferramentas mais usadas para composição em vídeo com opções avançadas para manipulação de telas verdes.

O outro curso é o de composição e efeitos com Blender, que apresenta técnicas e ferramentas para integrar material 3d em vídeo.

Curso sobre composição e efeitos com Blender: Aula 05 disponível

O curso sobre composição e efeitos com o Blender do EAD – Allan Brito recebeu mais uma atualização hoje, estando agora com a sua quinta aula publicada, faltando apenas mais duas para que o curso como um todo esteja completo. Na quinta aula mostro como funciona o processo de tracking baseado múltiplos pontos com o objetivo de substituir a imagem da tela de um notebook que foi gravado totalmente desligado. O material dessa aula é emprestado do DVD Track, Match, Blend! que possuo e como está licenciado em creative commons pode ser usado para esse propósito sem nenhum problema.

O exercício apresentado na aula mostra uma técnica muito comum na pós-produção de animações e filmes que é a substituição ou adição de elementos no vídeo. Nesse caso, o vídeo poderia ser gravado realmente sem nada no monitor e a interface adicionada posteriormente. Isso pode ser usado em várias outras situações como no caso da substituição de placas, anúncios ou qualquer coisa que seja definida por um plano dentro do vídeo.

A imagem a seguir é uma amostra do resultado final do exercício realizado na aula já com a composição.

curso-composicao-efeitos-blender-aula-05

Ao longo da aula os participantes do curso aprendem:

  • Tracking de pontos em vídeo
  • Reconstrução da cena em 3d
  • Deformação de vértices com base em Hooks
  • Configuração de materiais com vídeo
  • Mapas UV
  • Composição de elementos 3d com vídeo

Todos esses temas são necessários para que possamos ter como resultado o vídeo composto com o plano em 3d. O princípio usado nessa aula pode ser expandido para outros contextos, e usado para substituir elementos em vídeo com a câmera em movimento, o que é realmente o grande trunfo do tracking em vídeo.

Quer participar do curso? Para se inscrever e conhecer mais sobre o curso basta visitar a página do curso sobre composição e efeitos com Blender, e usar o botão de inscrição disponível na página. Após a inscrição você terá acesso a área do curso com tempo mínimo garantido de 180 dias para assistir as aulas quantas vezes quiser. Mas, assim como já comentei com várias pessoas que me questionam sobre o tempo de acesso, esse é o tempo mínimo! Se você permanecer acessando o material com regularidade, para não ter o usuário marcado como inativo, o tempo de acesso será muito maior!

Curso sobre composição e efeitos com Blender

O EAD – Allan Brito acaba de receber mais um curso para o seu já extenso portfólio de treinamentos voltados para o uso do Blender, agora é o curso sobre composição e efeitos com Blender. Esse é um dos cursos mais solicitados pelos usuários e artistas usando o Blender que já fazem algum dos cursos do site, pois é uma das áreas que possuem menos documentação e tutoriais disponíveis na web. O sistema de composição do Blender é fantástico e permite realizar diversos ajustes nas imagens renderizadas, seja para fins de finalização da imagem ou mesmo composição com elementos de animação.

Entre os assuntos que são abordados no curso estão os temidos Render Layers, que ao mesmo tempo facilitam a vida de quem conhece o seu funcionamento, mas podem ser desafiadores para usuários que não tem experiência com composição. A primeira aula do curso já aborda de imediato o funcionamento dos Render Layers, pois eles são fundamentais para qualquer projeto de composição. Por falar em aulas, o curso já conta com as três primeiras aulas disponíveis, seguindo a minha política de só disponibilizar cursos com um número razoável de aulas prontas.

Quer uma amostra do que você encontra no curso? O vídeo a seguir faz parte da aula 02 do curso.

Além desse vídeo, é interessante conferir algumas imagens relacionadas a exercícios feitos dentro da aula 3. Nessa aula você aprende a trabalhar com efeitos como Vector Blur, Depth of Field e a criação de imagens abstratas usando o filtro Glare e texturas.

curso-composicao-glare.png

curso-composicao-dof.png

A lista de aulas e vídeos já publicados é a seguinte:

  • Aula 01 – Render Layers
    • O que são Render Layers? (09:40)
    • Opções dos Render Layers (06:33)
    • Máscaras com render layers (04:45)
    • Exercícios com máscaras (11:57)
  • Aula 02 – Composite Nodes
    • Usando o composite nodes (06:35)
    • Composição de render layers no composite nodes (10:02)
    • Propriedades do composite nodes (03:55)
    • Opções do composite nodes (03:54)
    • Grupos no composite nodes (06:03)
  • Aula 03 – Efeitos com filtros
    • Usando o Blur (08:51)
    • Usando o Vector Blur (06:38)
    • Criando efeito de DOF – Depth of Field (04:48)
    • Imagem abstrata com texturas e o filtro glare – parte I (10:41)
    • Imagem abstrata com texturas e o filtro glare – parte II (07:16)
  • Aula 04 – Técnicas de composição
  • Aula 05 – Motion graphics com composite nodes
  • Aula 06 – Motion Tracking
  • Aula 07 – Câmera Tracking

A previsão para que todas as aulas do curso estejam publicadas é no final de Janeiro, o que deve deixar as pessoas que estão de férias ocupadas com o material criado no curso, pois a parte de composição abre muitas possibilidades para quem gosta de produzir material em 3d. Essas dicas e procedimentos de composição funcionam com o Blender Cycles também!

O valor do curso é o mesmo já usado para todos os outros cursos no EAD – Allan Brito, que é de R$ 39,90. A inscrição garante o seu acesso por 180 dias, mas o tempo só é contabilizado quando todas as aulas do curso estiverem publicadas. Os usuários já inscritos em outros cursos do EAD – Allan Brito podem fazer a inscrição com desconto por R$ 35,90, usando os botões disponíveis dentro do painel dos cursos. A inscrição pode ser realizada na página de detalhes do curso sobre composição e efeitos com Blender. Para conseguir mais descontos, você pode conferir a lista com descontos progressivos do site para inscrições em múltiplos cursos.

Agora a lista de cursos do site é composta pelos seguintes cursos:

Próximas atualizações

As próximas atualizações do site estão programadas para os seguintes cursos que recebem as suas respectivas últimas aulas:

  • Curso de modelagem poligonal com Blender 2.6
  • Curso de modelagem avançada usando plugins com SketchUp
  • Curso sobre produção de jogos com Blender

Renderizando uma cena interna com Blender e YafaRay

O Blender hoje em dia possui uma quantidade considerável de renderizadores externos, que mesmo com o advento do Cycles ainda permanecem como uma das principais ferramentas para gerar imagens realistas com o software. O motivo disso é simples, o Cycles ainda é um software recente e não conta com vários recursos importantes como o suporte a luzes do tipo IES. Entre os vários renderizadores externos compatíveis com o Blender está o YafaRay que é um dos mais antigos, ainda em “atividade”. Nas minhas primeiras experiências com o Blender lembro muito bem do seletor de renderizador no Blender.

Hoje ainda existem usuários que gostam de usar o YafaRay para gerar imagens, mas muitos se queixam da lentidão do renderizador e da necessidade de fazer ajustes de anti-aliasing para conseguir bons renders.

Se você quiser conhecer um desses projetos, recomendo visitar os fóruns de usuários do YafaRay para conferir o trabalho de um artista chamado stoneage. Ele publicou uma imagem renderizada apenas com o YafaRay e o Blender. A imagem é essa:

blender-yafaray-interior-rendering.jpg

A imagem sozinha já é interessante pela qualidade dos materiais, iluminação e render, mas para deixar a coisa ainda mais atraente para possíveis usuários do YafaRay, o artista explicou no fórum como foi o processo de configuração dessa cena, inclusive com a posição de cada fonte de luz na cena.

Outro ponto interessante é que a imagem foi renderizada três vezes, usando os pontos de luz de maneira individual para posteriormente ser feita a composição da cena no Composite Nodes do Blender. Até a configuração do composite nodes foi compartilhada pelo artista!

Mesmo para as pessoas que não são usuárias do YafaRay, é interessante conhecer o processo de configuração de uma cena desse tipo para poder aplicar alguns dos conhecimentos, principalmente os relacionados com o composite nodes em outros projetos.

Para pessoas que usam o Blender já faz um bom tempo, como eu, é difícil deixar de usar o YafaRay, até pelos vários projetos antigos que foram produzidos usando o software. Se for preciso fazer modificações no mesmo projeto, basta abrir no Blender 2.49 e renderizar novamente! Se for adaptar para o Cycles, será preciso configurar tudo novamente.