ZWCAD: Alternativa ao AutoCAD para desenho técnico

Os profissionais que trabalham com desenho técnico sempre passam por uma fase em que precisam escolher uma ferramenta de CAD que será criada para fazer seus projetos. Nas universidades e faculdades ainda é comum encontrar professores que recomendam aos seus alunos o uso do AutoCAD, como sendo a única e definitiva solução de CAD para quem precisa trabalhar em grandes projetos. isso já foi praticamente um dogma entre os profissionais de arquitetura, engenharia e demais que precisam criar pranchas técnicas. Mas, hoje existe uma gama enorme de opções que atendem perfeitamente aos requisitos mais exigentes em termos de projetos para substituir o AutoCAD.

ZWCAD como substituto do AutoCAD

Uma dessas opções é o ZWCAD que é comercializado no Brasil pela totalCAD . O ZWCAD é uma ferramenta de CAD bastante completa e que pode substituir perfeitamente o AutoCAD em projetos simples, e também nos mais complexos. Isso tanto é verdade, que fiquei surpreso ao visitar a lista de empresas que adotam o ZWCAD como ferramenta de trabalho.

Mas, quais são as vantagens em usar o ZWCAD como substituto do AutoCAD?

A convite da totalCAD fiquei testando o ZWCAD por alguns dias para escrever essa análise, e posso dizer que fiquei impressionado com o resultado. Sou usuário do AutoCAD já faz mais de 10 anos, e me adaptei de maneira muito rápida ao ZWCAD. Assim como acontece com outros softwares na área, o ZWCAD oferece opções e comandos idênticos ao AutoCAD. Por exemplo, a parte de edição e comandos de criação como Line, Copy, Move e outros são exatamente iguais aos do AutoCAD.

Se você quiser deixar o software personalizado com as configurações que você já possui no AutoCAD, é possível exportar suas configurações para o ZWCAD.

Compatibilidade com arquivos do AutoCAD

A compatibilidade com arquivos DWG é muito boa, e consegui importar projetos antigos criados em versões diversas do AutoCAD, e até mesmo arquivos salvos com o AutoCAD 2011 foram lidos sem nenhum tipo de problema. Só não realizei o teste com arquivos DWG do AutoCAD 2012, pois não tinha nenhum arquivo criado na versão 2012 do AutoCAD para realizar o teste.

A lista completa de recursos do ZWCAD pode ser conferida neste Link.

Comparação entre o ZWCAD e o AutoCAD

Quer ver uma comparação interessante sobre o ZWCAD? O vídeo abaixo faz a comparação direta entre o desempenho do ZWCAD e do AutoCAD:

O meu parecer sobre o software é totalmente positivo, e para todos os que estão procurando uma alternativa viável ao AutoCAD, recomendo testar o ZWCAD. A totalcad oferece o download do software para fins de teste de maneira gratuita, que funciona por 30 dias.

Se você trabalha com desenho técnico, recomendo o download!

Tutorial AutoCAD: Usando o Array polar

O uso de ferramentas que facilitem a distribuição de elementos em projetos sempre é de grande ajuda em qualquer área, e quando falamos na parte de desenho 2d a coisa não muda de figura. Ainda me recordo da época em que ministrava mais cursos de AutoCAD para pessoas que não tinham experiência com modelagem 3d e aprendiam o funcionamento da ferramenta chamada de Array. Depois quando essas mesmas pessoas partiam para projetos em 3d sentiam falta da flexibilidade que o Array do AutoCAD oferecia. Existem até mesmo dois tipos diferentes de Array no AutoCAD que podem ser tanto 2d como 3d.

Mas, um dos modos mais úteis no Array do AutoCAD é que chamamos de Array polar, que consegue distribuir objetos com base em um ponto de referência e rotações. Essa ferramenta é extremamente útil na distribuição de objetos que perfazem uma linha em forma de arco ou círculo. Como funciona essa ferramenta no AutoCAD? O vídeo abaixo mostra o funcionamento do Array polar no AutoCAD, e pode servir de guia para quem possui o software, mas nunca teve a oportunidade de usar o Array polar.

O tutorial mostra o funcionamento do painel de configuração do Array no AutoCAD, que permite fazer diversas seleções e opções para o funcionamento da ferramenta. Por exemplo, nesse painel é possível escolher quais os elementos que devem fazer parte do Array e também o local do ponto de referência do Array polar, usado para distribuir as cópias ao redor de um ponto central. O procedimento é relativamente simples, e envolve o ajuste das seguintes informações:

  • Seleção dos objetos que participam do Array
  • Escolha do ponto usado para as cópias
  • Número de cópias que devem ser geradas pelo Array
  • Ângulo de rotação usado pelo Array

Antigamente essas opções era todas informadas usando apenas a linha de comando do AutoCAD.

Como você pode perceber, o uso do Array polar é de grande ajuda para projetos tanto em 2d como 3d, pois é perfeitamente possível aplicar a mesma ferramenta com o modelos 3d. Por exemplo, se tivermos uma cena repleta de cadeiras em 3d, que precisam ser distribuídas ao redor de uma mesa. O Array polar do AutoCAD resolve esse tipo de problema de maneira bem simples, sendo de conhecimento obrigatório para qualquer pessoa que trabalhe com o software.

Tutorial AutoCAD 2010: Criando e editando tabelas

O uso de tabelas em projetos que envolvem desenho técnico é extremamente importante e necessário para mostrar relações entre entidades de desenho, ou mesmo identificar e classificar objetos como as famosas tabelas de áreas ou esquadrias em projetos para arquitetura. Até alguns anos atrás não era possível criar tabelas de maneira automática em softwares de CAD como o AutoCAD, era necessário desenhar as linhas das tabelas e ajustar manualmente os textos e estilos das linhas e objetos que faziam parte da estrutura. Os usuários mais antigos do AutoCAD devem recordar dessa época em que qualquer alteração na quantidade de dados da tabela era recebida com desgosto, pois significava uma série de pequenas edições e ajustes nas linhas e colunas da tabela.

Hoje em dia o processo de criação de tabelas é muito simples e intuitivo para usuários do AutoCAD, com um painel dedicado a configuração e ajuste desse tipo de objeto. A criação das tabelas funciona de maneira muito semelhante ao que acontece com linhas de cota, em que é possível determinar um estilo que será usado para determinar a forma e aparência da tabela. Para usar o estilo da tabela é necessário apenas escolher um estilo e fazer com que ele seja configurado como o vigente para criação naquele momento. Para aprender a criar tabelas no AutoCAD 2010, assista ao vídeo disponível no endereço indicado que mostra o processo completo.

Qual a vantagem em criar tabelas assim? Outro vídeo muito elucidativo sobre as tabelas no AutoCAD 2010 pode ser conferido logo abaixo:

Nessa demonstração, podemos acompanhar a facilidade com que esse tipo de elemento pode ser editado e alterado no AutoCAD 2010. Por exemplo, para alterar a dimensão de uma tabela é necessário apenas acionar o Grip relacionado ao objeto, e com o mouse mesmo arrastar e ajustar o tamanho de toda a tabela. Antes era necessário fazer a aplicação de comandos como o Stretch, Move e Scale para ajustar a posição dos objetos na tela.

Além do controle sobre a escala e tamanho das linhas, ainda é possível ajustar diversos elementos da tabela, como os estilos a aparência do texto presente na tabela, como os que mostram o título da tabela e o conteúdo da mesma que são completamente diferentes.

Tutorial ArchiCAD: Criando telhados para maquetes eletrônicas

Os softwares e tecnologias próprias para ajudar a desenvolver projetos para arquitetura e engenharia, como as famosas ferramentas de CAD, acabam deixando muita gente confusa e sem ter noção sobre qual é a melhor opção para a sua área. Aqui no Brasil é inegável que a grande maioria dos cursos de graduação aposta e incentiva o uso do AutoCAD, seja para trabalhar com projetos elétricos ou topografia a maioria tem um curso de AutoCAD na própria faculdade. Muito disso é resultado das indicações dos próprios professores e de uma base tecnológica já adquirida e que não pode ser desperdiçada. Imagine se uma instituição que gastou um bom dinheiro para montar um laboratório de informática com o AutoCAD, vai incentivar os alunos a trabalhar com outro software?

Bem, ainda acredito que o certo mesmo é aprender o funcionamento do software e tentar se adaptar ao máximo de ferramentas possíveis. Assim você domina os meios de produção e não o contrário.

Uma das principais vantagens em usar ferramentas que são especializadas em apenas certos segmentos, como o ArchiCAD para arquitetura, é que temos opções próprias para criar elementos da própria área. Ao aprender o AutoCAD apenas, você tem domínio sobre o ambiente de desenho, mas sem controle sobre opções como o desenho de telhados. Por exemplo, para conseguir criar um telhado em 3d é necessário trabalhar com sólidos, usando uma mescla de extrude e operações booleanas. No final do processo, teremos um sólidos com aparência de telhado, mas que o AutoCAD reconhece apenas como um modelo 3d genérico.

Quando o mesmo processo é executado pelo ArchiCAD, a modelagem é direcionada para os elementos que estão sendo elaborados. No vídeo abaixo, podemos acompanhar os métodos para criar um telhado em 3d no ArchiCAD, em que fica fácil de perceber como o próprio software já faz boa parte do trabalho.

O vídeo mostra a criação de um telhado com múltiplas águas, em que o usuário precisa apenas identificar as bordas das paredes, para que o próprio ArchiCAD posicione e organize as águas do telhado, depois que o usuário adiciona algumas informações sobre o objeto. No segundo exemplo o telhado é criado apenas com uma água, mas o diferencial é que as paredes em 3d foram adaptadas automaticamente a inclinação do telhado.

Se você não tinha idéia das diferenças, agora já sabe um pouco mais sobre as vantagens de uma ferramenta especializada. O mundo do CAD não se resume apenas ao AutoCAD.

Curso completo e gratuito sobre AutoCAD 2D e 3D com apostila

Uma boa parte dos artistas 3d que começam a trabalhar com desenho assistido por computador e posteriormente se interessam por modelagem e animação 3d, começam usando o AutoCAD. Essas pessoas já começam a trabalhar com modelagem e animação na vantagem de conhecer os fundamentos do desenho técnico e trabalhar com a leitura e manipulação de projeções e vistas ortogonais. Em minha opinião o conhecimento de ferramentas de CAD é importante para pessoas que precisem trabalhar com visualização de projetos, até mesmo design industrial exige conhecimento de ferramentas de CAD como o SolidWorks e Rhino, que trabalham com processos de desenho semelhantes ao do AutoCAD.

Por essa razão é que sempre recomendo para meus alunos o estudo do AutoCAD, que ainda é a ferramenta de desenho em CAD mais usada no Brasil. Outras ferramentas como o VectorWorks e ArchiCAD são importantes também, mas o mercado para o AutoCAD ainda é muito forte. Nesse último final de semana encontrei na web uma série de tutoriais publicados para os alunos do curso de Arquitetura da Carnige Mellon, uma Universidade Americana com o intuito de ensinar os fundamentos do AutoCAD 2D e 3D para arquitetura. Todos os tutoriais estão baseados em vídeo e podem ser acessados de maneira totalmente gratuita.

Reflected Ceiling Plan for Restaurant

Além das aulas para o AutoCAD, ainda é possível encontrar um curso introdutório ao 3ds Max no mesmo endereço. Como as aulas do 3ds Max estão meio antigas, todas foram produzidas para a versão 6 do software, não me empolguei muito para assistir, mas podem ser úteis se você tiver interesse em conhecer a ferramenta.

Se você quiser começar pelo AutoCAD, recomendo assistir ao conteúdo relacionado com o desenho 2D antes de partir para a modelagem. Entre os temas abordados no curso sobre AutoCAD 2D encontramos:

  • Introdução a interface
  • Comandos básicos de desenho
  • Usando o Grid e Snap do AutoCAD
  • Plotagem
  • Entidades de desenho
  • Gerenciando Layers
  • Polylines
  • Modo de Layout para impressão

No total a parte de desenho 2D é bem mais completa que a modelagem 3D, perfazendo um total de 40 capítulos. A parte relacionada com o AutoCAD 3D está dividida em 23 capítulos que abordam temas como:

  • Tipos de objetos 3d suportados pelo AutoCAD
  • Modelagem usando sólidos
  • Modelagem usando Superfícies
  • Aplicação de materiais
  • Renderização
  • Luzes
  • Cenas

Para acessar o curso gratuito de AutoCAD 2D e 3D visite esse endereço, e acesse os links na parte superior esquerda da interface. No mesmo endereço é possível fazer o download de duas apostilas em PDF com as referências e orientações escritas do curso, tanto para o módulo 2D como 3D.

O material foi otimizado para visualização apenas no Internet Explorer, o que pode fazer com que pessoas usando Linux ou Mac Os não consigam abrir os vídeos. No meu caso, não consegui abrir o material no Mac Os usando o Firefox, só usando o Windows emulado pelo VMWare Fusion.