Animação 3d com o 3ds Max: Constraints e rotações

A animação de objetos que apresentem algum tipo de rotação em 3d sempre apresentam algum tipo de complicação ou dificuldade, principalmente se essa rotação apresenta restrições de movimentos. Uma das ferramentas que permite aliviar esse processo de animação usando rotações é o chamado constraint Look at que transforma a animação de rotação em animação de translação. Ao invés de adicionar rotações nos objetos, podemos criar um alvo que deve ser seguido pelo objeto, usando uma rotação. Isso evita ter que trabalhar com ângulos nos movimentos dos objetos. Essa é a regra para fazer animações envolvendo olhos de personagens e câmeras, deixando a tarefa de criar movimento muito mais fácil.

Mas, e as restrições? Imagine que você tem um objeto mecânico que está preso por diversas roldanas e parafusos e que só podem girar em determinados ângulos. Como resolver esse tipo de animação? Caso você seja usuário do 3ds Max, existe um tutorial muito interessante que mostra a configuração de luminárias que seguem esse mesmo padrão de comportamento. O bulbo da luminária está preso por parafusos na armação do objeto, sendo que o mesmo deve ser animado e girado seguindo algumas regras.

O tutorial está em vídeo e foi produzido usando o 3ds Max 2009:

No tutorial, o autor ensina a usar o constraint Look at do 3ds Max e restringir as rotações de objetos apenas em determinados eixos. Para fazer esse tipo de configuração, podemos acessar a aba Hierarchy do 3ds Max e desmarcar os eixos que devem girar junto com o objeto. Isso é extremamente simples de fazer a não requer muito trabalho de edição. Depois que as opções estão desmarcadas, o modelo 3d gira apenas no sentido determinado pelo autor e respeita as restrições impostas pelas configurações.

A técnica é bem simples, mas permite trabalhar com animações mecânicas e outras configurações com restrições na rotação. Por exemplo, podemos aplicar esse mesmo tipo de ferramenta em:

  • Veículos
  • Armas atreladas nos veículos
  • Câmeras que precisem se mover
  • Plataformas de lançamento

Esses são apenas alguns exemplos de objetos que apresentam restrições de rotação parecidas com o exemplo do tutorial. Basta colocar a sua imaginação para funcionar e configurar os objetos mecânicos com rotações definidas no 3ds Max.

2 horas de tutoriais sobre modelagem inorgânica com 3ds Max

O que é modelagem inorgânica? Sempre que comento aqui no blog sobre modelagem 3d, usada para representar as formas complexas e curvas dos organismos vivos, estamos falando sobre modelagem orgânica. No caso da modelagem chamada de inorgânica, também chamada de modelagem geométrica, o objetivo é trabalhar com figuras representadas por planos retos e curvas perfeitas. Esse tipo de modelagem é muito mais simples de executar, sendo ideal para os iniciantes em trabalhos com softwares 3d. Mesmo sendo mais simples, trabalhar com modelagem geométrica tem os seus segredos e truques também!

Caso você queria conferir algumas dicas valiosíssimas sobre esse tipo de modelagem 3d, o Digital Apprentice publicou no seu web site, três longos vídeos apresentando uma introdução à modelagem inorgânica. Os vídeos foram todos produzidos usando o 3ds Max, mas como o tema é bem básico e acaba abordando muita modelagem poligonal, o material acaba servindo para praticamente todos os softwares 3d. Portanto, não importa o software que você utilize, os vídeos devem ajudar a trabalhar com a maioria das ferramentas e conceitos.

Para assistir aos vídeos você precisa se registrar no Digital Apprentice, o que pode ser feito de maneira gratuita. Eu não tinha registro no web site e me cadastrei apenas para assistir aos tutoriais, e posso dizer que valeu à pena.

Como funcionam os tutoriais? A imagem abaixo foi capturada do primeiro vídeo:

Os tutoriais funcionam da seguinte forma, o autor apresenta uma forma com topologia e estrutura semelhante aos principais modelos e detalhes de objetos inorgânicos, como vincos e dobras em metais. Depois que os objetos são apresentados, o autor começa a transformar o plano ao lado da forma finalizada, explicando o processo de modelagem em detalhes.

Depois de assistir todo o material, fica fácil de perceber que a modelagem inorgânica se resume basicamente às seguintes ferramentas:

  • Extrude
  • Bevel
  • Chamfer
  • Escala
  • Mover
  • Corte

Só isso? Sim, basicamente essas são as ferramentas usadas pelo autor para trabalhar os modelos 3d. O segredo é a maneira com que isso é aplicado no modelo 3d e nas arestas, para que as formas de um modelo inorgânico sejam aplicadas.

No total são três vídeos, cada um com aproximadamente 40 minutos de duração, perfazendo quase 2 horas de tutoriais.