Tutorial DoubleCAD XT: Usando o comando Fillet

Essa semana publiquei aqui no blog um tutorial sobre o uso do comando Fillet no AutoCAD 2010, para mostrar o estado em que essa ferramenta está na última atualização do AutoCAD. Mas, como é que outros softwares que se dizem alternativas ao AutoCAD tratam ferramentas assim? Por isso, resolvi fazer um tutorial semelhante, mas mostrando o funcionamento do Fillet no DoubleCAD XT, que foi apresentado aqui no blog logo no seu lançamento, como sendo uma das melhores opções gratuitas ao AutoCAD. Ele é bom devido ao fato de ser parecido com o AutoCAD, desde a interface até mesmo a organização das suas ferramentas que levam nomes idênticos ou parecidos com as existentes no software da Autodesk.

Como funciona o Fillet no DoubleCAD XT? O comando Fillet no DoubleCAD está localizado na barra de ferramentas superior, junto com os comandos e ferramentas de modificação. A interface e organização dos menus lembra muito o AutoCAD 2008, antes da transição para a interface no modelo Ribbon. Assim como no AutoCAD, podemos acionar o Fillet usando a linha de comando do software, que permite usar a palavra completa Fillet ou então apenas a letra F.

Para acompanhar melhor o desenvolvimento e explicação do tutorial, assista ao vídeo abaixo sobre o Fillet no DoubleCAD XT.

DoubleCAD XT: Comando Fillet from Allan Brito on Vimeo.

Como você pode perceber pelo vídeo, o objetivo do comando Fillet no DoubleCAD XT é idêntico ao do AutoCAD 2010, em que podemos fazer a ligação entre duas linhas. Isso pode tanto resultar na ligação de objetos usando linhas retas ou com arcos. Nos parâmetros de configuração do Fillet no DoubleCAD XT, encontramos opções para ajustar o raio, assim como o uso de Polylines.

Para ajustar o raio do Fillet, usamos como a mesma tecla R que no AutoCAD. Assim que a tecla é pressionada, uma pequena caixa de texto no canto direito do vídeo aparece, permitindo que o raio do Fillet seja alterado.

Em termos de produtividade, senti falta do modo de edição para múltiplas linhas no DoubleCAD. Mas, de maneira geral o comando e uso da ferramenta é muito semelhante em relação ao AutoCAD 2010. Isso faz com que o processo de migração seja simples e rápido para os usuários que já conhecem o AutoCAD.

Agora você já sabe usar o comando Fillet do DoubleCAD, e pode começar a criar os arremates dos seus projetos e desenhos 2d de maneira semelhante ao que fazia com o AutoCAD.

AutoCAD 2010 download gratuito

Assim como já foi comentado aqui no Blog, a Autodesk acabou de lançar a maioria dos softwares da sua família 2010, entre eles o AutoCAD 2010. Apesar da enorme quantidade de opções e alternativas ao AutoCAD, a maioria dos usuários e profissionais que recorre ao desenho técnico assistido por computador ainda depende muito do AutoCAD. Isso é devido ao domínio que o AutoCAD teve ao longo de vários anos, sendo o software adotado em escritórios e faculdades de arquitetura e engenharia, acarretando em pessoas que literalmente só sabem usar o AutoCAD para trabalhar e criar seus projetos.

O que fazer caso você precise usar o AutoCAD? Para as pessoas que ainda precisam usar o AutoCAD 2010, a Autodesk disponibiliza duas opções de download para avaliação. Uma delas é a versão trial do AutoCAD que funciona apenas por 30 dias. A outra que é destinada apenas aos estudantes e professores universitários cadastrados no programa educacional da Autodesk, pode funcionar até por 13 meses de maneira totalmente gratuita.

Se você é um profissional acostumado a trabalhar com o AutoCAD e precisa fazer o download da versão 2010, a melhor dica é experimentar softwares semelhantes ao AutoCAD 2010 e gratuitos, para evitar fazer o download de uma versão de testes que só funcionará por 30 dias, fazendo com que você compre uma licença depois desse período para trabalhar. Isso se você estiver disposto a mudar de plataforma, caso queira permanecer com o AutoCAD 2010, vá em frente e faça o download.

Vídeo de demonstração do AutoCAD 2010 – Desenho paramétrico

Para os estudantes e professores universitários a coisa é mais flexível, pois a Autodesk permite que você faça o download de vários dos seus softwares que eram oferecidos apenas em versão trial, legalizados por períodos de 13 meses. Nesse caso, o ideal mesmo é fazer o download dos softwares apenas para fins educacionais mesmo. Por exemplo, faça o download e estude o funcionamento do AutoCAD para que no futuro seja mais fácil encontrar trabalho usando essa ferramenta.

Como é possível fazer o download com essas duas opções? Caso você queira fazer o download da versão trial do AutoCAD 2010, visite esse endereço no web site da Autodesk.

Já a opção de fazer o download do software, assim como outros aplicativos para arquitetura e engenharia, aproveitando a licença para estudantes. O primeiro passo é visitar o web site da Autodesk dedicado a cadastrar os estudantes e professores universitários interessados em usar seus softwares. O cadastro deve ser realizado com um e-mail de contato, registrado no domínio da sua instituição de ensino. A maioria das instituições de ensino superior oferecem essa opção para seus alunos e professores, caso você não tenha um e-mail registrado no domínio da sua instituição, recomendo procurar o setor de TI.

O que é um e-mail registrado no domínio da instituição de ensino? É um e-mail formulado assim “seunome@faculdade.edu.br”. Repare que o seu e-mail pessoal não serve para esse tipo de cadastro.

Assim que o registro for feito e analisado pela Autodesk, você terá acesso a uma área de download no próprio web site e poderá gerar até os seriais dos softwares, que podem ser usados para fins não comerciais por períodos de até 13 meses!

Qual a melhor alternativa para o AutoCAD 2010? Bem, se você quiser tentar outro software para desenho técnico, muito parecido com o AutoCAD, recomendo usar o DoubleCAD XT que é gratuito e muito parecido com o AutoCAD.

AutoCAD 2010: Usando a nova ferramenta de desenho por constraints

Uma das coisas mais fascinantes que encontramos na computação gráfica é que existem diferentes métodos e seqüência, para realizar a mesma tarefa. Dependendo do que você queira fazer em termos de desenho 2d ou modelagem, cada pessoa consegue o mesmo resultado visual perfazendo caminhos ligeiramente diferentes. Esse tipo de comparação pode ser acompanhada nesse artigo que propõe uma análise das novas ferramentas do AutoCAD 2010, para ser mais específico os constraints de desenho 2d. Esses constraints funcionam de maneira muito parecida com os constraints usados para animação 3d, em que podemos determinar que uma entidade de desenho assuma alguns comportamentos ou limites de transformação.

Por exemplo, podemos determinar que uma polyline sempre copie as alterações de escala sofridas por outra polyline semelhante a ela. Assim, quando parte do desenho for modificada, as outras partes que estão conectadas pelos constraints são alteradas junto.

Qual o benefício em usar esse tipo de ferramenta? É exatamente essa a pergunta que a autora do artigo indicado tenta responder. Ela lançou um desafio no seu web site, em que a mesma tarefa de edição deveria ser realizada em diferentes versões do AutoCAD sem o uso dos novos constraints. O resultado, que está disponível em vídeo no web site da autora foi que a ferramenta do AutoCAD 2010 economiza quantidade significativa de cliques.

autodesk-autocad-2010-constraints

As soluções apresentadas tiveram variação significativa de 18 cliques até 36 na mais complicada. No AutoCAD 2010 a mesma edição necessitou de 15 cliques incluindo a configuração dos constraints, e depois que a ferramenta está configurada e as entidades de desenho conectadas, bastam apenas 3 cliques para realizar a operação.

Para os profissionais que trabalham com edição repetitiva de entidades de desenho técnico, esse tipo de ferramenta pode economizar muito tempo de edição. Quem já usa ferramentas de modelagem paramétrica ou com tecnologia BIM, não vai sentir tanta necessidade de migrar. Mas ainda é fácil encontrar empresas e profissionais com versões mais antigas do AutoCAD, sem esse tipo de facilidade. Eles são alvo do marketing da Autodesk para o AutoCAD 2010.

O problema é convencer esse pessoal a fazer a migração para as ferramentas da Autodesk, com opções tão acessíveis e gratuitas como o DoubleCAD XT.

DoubleCAD XT: Alternativa ao AutoCAD gratuita para download

O AutoCAD é um software muito requisitado em qualquer tipo de trabalho que envolva desenho técnico, mas o custo da sua licença é impeditiva para a maioria dos estudantes e profissionais de CAD, que não tem disponibilidade ou recursos para investir uma soma considerável de dinheiro. Na última vez em que tive oportunidade de fazer um orçamento em licenças do AutoCAD a licença estava custando algo em torno de 4000 reais. Com isso, a maioria das pessoas parte para a busca de alternativas gratuitas, e hoje estou indicando mais uma dessas alternativas que foi lançada esse mês. O software se chama DoubleCAD XT e apresenta uma ótima gama de ferramentas, principalmente para as pessoas que já conhecem alguma coisa sobre o AutoCAD.

No web site da empresa responsável é possível encontrar algumas informações sobre o software, como o fato dele se comparar com o AutoCAD LT em termos de recursos. O software é distribuído como um Freeware, em que você pode até mesmo fazer uso comercial dos desenhos criados nele. Uma coisa que chama a atenção é que o software é a cara cuspida do AutoCAD 2008, com as interfaces e ferramentas sendo dispostas e organizadas de maneira muito semelhante ao AutoCAD, até mesmo os nomes são os mesmos.

Para demonstrar melhor o software, gravei um pequeno vídeo que mostra bem a interface e algumas das ferramentas do DoubleCAD XT. O vídeo está disponível em HD, basta visitar esse link para assistir ao vídeo em HD com melhor resolução de imagem.

Uma vantagem do software além da possibilidade de se adaptar a uma interface já conhecida é a possibilidade de abrir e salvar arquivos DWG no formato do AutoCAD 14 até o 2009. Isso mesmo, com o software é possível abrir e editar arquivos DWG do AutoCAD 2009.

Como é que um software como esse pode ser disponibilizado de maneira gratuita? A empresa que cuida do DoubleCAD oferece uma versão gratuita, que é essa indicada no artigo e outra chamada de PRO. A versão profissional, como eles chamam, apresenta algumas ferramentas extras como a possibilidade de usar desenho paramétrico e constraints na edição, assim como uma série de outros recursos de desenho mais avançados.

Caso você queira fazer o download do DoubleCAD XT, visite o endereço indicado e preencha os dados no formulário de download. A IMSI/Design requer que antes dos downloads do software os usuários preencham um formulário, com alguns dados. É necessário indicar um e-mail válido, pois é enviado para ele o número serial e a chave de ativação do software, mesmo ele sendo gratuito é preciso fazer isso. Se você não gosta desse tipo de procedimento, melhor nem tentar.

O software está disponível apenas para Windows, estou usando ele aqui no Mac OS X pelo VM Ware Fusion sem maiores problemas, mas ainda não tive tempo de fazer testes no linux para verificar se o mesmo funciona no Wine.