2009 será o ano da animação 3d e filmes usando esteroscopia

Esse ano talvez marque uma revolução na maneira como assistimos filmes e animações nos cinemas, o que pode ter impacto direto na produção de material e efeitos em 3d. O uso da técnica conhecida como estereoscopia está ficando cada vez mais comum, devido a vários investimentos e projetores digitais de cinema e muitos filmes sendo produzidos com essa técnica. Até pouco tempo atrás era muito raro encontrar filmes e animações, que ofereciam esse tipo de recurso, por vários motivos, sendo o principal deles a deficiência nos projetores analógicos dos cinemas, que muitas vezes geravam imagens sem sincronia.

Com novos projetores digitais e softwares mais especializados na produção desse tipo de material, podemos esperar uma verdadeira avalanche de filmes e animações, usando essa técnica para 2009. Entre as animações que devem aparecer esse ano, com opções para projeção em 3d estão o próximo lançamento da Pixar – Up!, Ice Age 3 da Blue Sky e também a animação Monstros versus Aliens da DreamWorks. Esses são alguns dos principais títulos que devem receber versões em 3d, para cinemas com equipamento digital.

No começo do ano tive a oportunidade de assistir a animação Bolt, pois aqui em Recife existe um cinema equipado com esse tipo de projeção em 3d, e posso dizer que tirando o pequeno incômodo de assistir a animação com óculos o tempo todo, vale a pena! A sensação de profundidade oferecida pela técnica é muito boa! O efeito gerado pela projeção em 3d não faz com que as imagens saltem da tela, mas potencializa a profundidade das cenas, fazendo parecer que você está assistindo a uma cena real, com diferentes planos. Apenas as cores da animação ficam comprometidas, pois o resultado do uso desses óculos é que tudo tende para cores menos saturadas.

Para ilustrar melhor o assunto, esse é um pequeno making of e trailer da animação, Monstros versos Aliens, que será distribuída em versões 2d e 3D.

Repare em dois aspectos importantes em termos de produção, a equipe está usando o Maya 2009 para produzir a animação, pois ele já acompanha as ferramentas necessárias e câmeras especiais para esse tipo de projeto, sem a necessidade de plugins. Outro ponto interessante é que o Maya pode exibir imagens em 3d, durante o processo de produção. Portanto, os artistas envolvidos na produção da animação usam óculos 3d para visualizar as cenas e renderizações.

Isso muda um pouco a maneira com que animações em 3d são criadas, e também modifica um pouco o processo de edição e tratamento das cenas. A maioria das adaptações e ajustes é técnica, mas ainda assim é mais um aspecto que precisamos estudar. A meta dos estúdios é que em 2009 todas as animações 3d sejam produzidas usando estereoscopia.

Mas, não é só na área de animação 3d que esse tipo de técnica está chegando, pois vários filmes com atores reais estão em produção usando a técnica, que consiste no uso de uma câmera especialmente adaptada para capturar uma cena para cada um dos nossos olhos. Isso pode mudar o processo de pós-produção, pois não são todos os softwares de montagem de vídeo que suportam esse tipo de tecnologia. Um dos mais aguardados para esse ano é Avatar, que ainda está em produção e só deve ser lançado no final desse ano. O filme está gerando expectativa, por ser do James Cameron e apostar na estereoscopia desde muito cedo e também, segundo relatos da produção, as câmeras usadas no filme foram projetadas apenas para esse projeto.

Procure na sua cidade um cinema com suporte a esse tipo de projeção e assista alguma animação ou filme, usando essa nova tecnologia. Garanto que será uma agradável experiência, principalmente para quem entende como esse tipo de material é produzido!

O que é melhor? Ser um generalista ou especialista em computação gráfica 3d?

A crise econômica mundial, principalmente nos mercados americano e europeu começa aos poucos a chegar também nas áreas criativas, responsáveis por boa parte dos empregos na área de computação gráfica 3d. Os pequenos estúdios e produtoras de animação começam a sentir os efeitos da crise com a diminuição da demanda por animações e comerciais. Esse tipo de crise deve demorar a chegar e afetar de maneira muito tímida os gigantes dessa área como a Pixar, ILM e DreamWorks Animation, mas os pequenos estúdios estão começando a sentir.

Um dos efeitos dessa crise é que muitos desses pequenos estúdios começam a reduzir as contratações dos chamados artistas freelancers, contratados apenas para finalizar um determinado projeto em que são especialistas. No mercado americano, principalmente os estúdios, a redução das contratações e até mesmo demissões na área, gera uma demanda muito forte por profissionais e artistas com conhecimentos gerais em várias áreas, para substituir esse pessoal que não tem mais espaço ou demanda. A busca por profissionais generalistas está aumentando e muito!

Os chamados profissionais generalistas são aqueles que não dominam uma área em especial, mas tê conhecimentos medianos em várias áreas do processo de criação. Por exemplo, esse tipo de profissional consegue facilmente trabalhar com modelagem 3d, texturas, scripts, animação e pós-produção. Sim, tudo isso no mesmo projeto.

New Art: Computer Animation

O mercado americano e europeu, era conhecido por acolher os especialistas que tinham muito trabalho para atuar apenas nas áreas em que realmente dominavam. Um escultor digital só trabalhava basicamente com ZBrush ou MudBox, quando aparecia um projeto para trabalhar com subdivisão ele se recusava a aceitar. Agora a coisa está mudando!

Os artistas brasileiros estão em vantagem nesse quesito, pois aqui o mercado sempre acolheu melhor os generalistas. Quem já teve oportunidade de trabalhar em alguma produtora sabe que todos tem que fazer tudo, algumas vezes até o cafezinho fica sob responsabilidade dos artistas. As produções aqui tem sempre que ser de baixíssimo custo de produção, o que inviabiliza a contratação de pessoas especializadas apenas para uma parte do processo.

Por um lado isso é difícil, pois a formação desses profissionais é muito mais complicada. Na maioria dos casos, as pessoas se identificam mais com uma área, seja ela a modelagem 3d ou animação, mas uma área sempre é a predileta.

Para quem quiser saber mais, uma discussão sobre esse assunto está acontecendo nos fóruns da Cg Society, em que artistas ao redor do mundo comentam os efeitos dessa crise, e demanda por artistas generalistas nos seus respectivos países e mercados.

E você? Que tipo de artista pretende ser? Generalista ou especialista?